Atividade

100433 - Abril FFLCH 2021 - Semiótica Computacional e TripAdvisor

Período:
Segunda 14:00 às 17:00
Terça 14:00 às 17:00
Quarta 14:00 às 17:00
Quinta 14:00 às 17:00
Sexta 14:00 às 17:00
 
Descrição: Dia 1 - Histórico da interface semiótica e computação
Por meio dos trabalhos de Pierre Maranda (1967; 1978) e Diana Luz Pessoa de Barros(2002; 2009),
apresentaremos alguns conceitos de gramática discursiva e contexto situacional.

Dia 2 - Ferramentas e conceitos de linguística computacional
A partir de Ferreira e Lopes (2019), forneceremos um apanhado geral sobre a área de linguística
computacional por meio dos conceitos de token e lema. Espera-se construir um primeiro extrator de n-gramas
e um concordanciador.

Dia 3 - Semiótica e TripAdvisor
Evidenciaremos o modelo pressuposto pela simples existência de um enunciado do tipo "avaliação de
restaurante no TripAdvisor". Será apresenta nossa proposta de tipologia da sanção pragmática por meio de
atualização do famoso quadrado semiótico via modelo catenário.

Dia 4 - Fora do corpus não há salvação: exemplo de análise
Apresentaremos as plataformas GitHub e Stack Overflow como ferramentas para consulta de códigos e
retirada de dúvidas na Internet. Por meio do Google Colaboratory, apresentaremos um modelo de análise
semiocomputacional realizado na “nuvem”.

Dia 5 - Exercício de análise e programação
Faremos a distribuição entre os alunos de corpora (pacotes de avaliações de restaurantes divididos em
diferentes categorias). Por meio de análises descritiva e estatística, bem como do fornecimento de códigos de
programação, guiaremos os alunos a realizar as próprias análises.

Dia 6 - Mini-seminários e horizontes futuros
Os interessados em apresentar os resultados das análises poderão utilizar slides para expor seus achados.
Após, faremos uma rápida apresentação de horizontes de pesquisa por meio da semiótica tensiva e da
inteligência artificial.

9.1 Referência bibliográfica
ARNOLD, M.; La machine molle de W. S. Burroughs: étude sémiotique assistée par ordinateur des
structures narratives du roman; Semiotics Unfolding: Proceedings of The Second Congress of the
Internacional Association for Semiotics Studies Vienna, 1979; V. 1; pp. 713-720; De Gruyter Mouton; Berlin;
1984.
_________; Report on the Semiotics and Artificial Intelligence Workshop (Paris, France); The Semiotic
Web 1987; de Gruyter Mouton; pp. 667–700; Berlin; 1988
_________; La sémiotique: un instrument pour la représentation des connaissances en intelligence
artificielle; Études littéraires; vol. 21; n° 3; p. 81-90; Paris; 1989.
BARROS, D.; Teoria do discurso: fundamentos semióticos; Humanitas; São Paulo; 2002
——————-; Uma reflexão semiótica sobre a "exterioridade" discursiva; ALFA: Revista de Linguística; v.
53, n. 2; [online], 2009.
BEIVIDAS, W.; Um modelo catenário e tensivo para a estrutura do quadrado semiótico; Estudos
Semióticos, 15, 39-53. 2019. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2019.156046 .
FERREIRA, M.; LOPES, M.; Para conhecer linguística computacional; Contexto; São Paulo; 2019.
GÉRON, A.; Mãos à obra. Aprendizado de máquina com Scikit-Learn e TensorFlow: ferramentas e
técnicas para a construção de sistemas inteligentes; Alta Books Editora; Rio de Janeiro; [2017] 2019. Trad.
Rafael Cantori.
GREIMAS, A.; L’ énonciation: une posture épistémologique; in Significação: Revista de Cultura
Audiovisual, volume 1, pp 9 - 25; São Paulo; 1974; Disponível em:
http://www.revistas.usp.br/significacao/article/view/9011 . Consulta: 22/01/2021
___________; A Enunciação (uma postura epistemológica). Cópia PDF traduzida por Jean Cristtus Portela
e Maria Lúcia V. P. Diniz; Disponível em:
http://semiotica.fflch.usp.br/sites/semiotica.fflch.usp.br/files/u45/enunciacao-Greimas.pdf . Consulta: 22/01/2021
___________; Semiótica e ciências sociais; Cultrix; São Paulo; [1976] 1981. Trad. Álvaro Lorencini e Sandra
Nitrini
___________; Sobre o sentido II; Edusp, São Paulo; [1980] 2014. Trad. Dilson Ferreira da Cruz.
___________; e COURTÉS, J.; Dicionário de semiótica; Contexto; São Paulo; [1979] 2016. Trad. Alceu Dias
Lima et al.
GRUS, J.; Data science do zero: primeiras regras com Python; Alta Books Editora; Rio de Janeiro; [2015]
2016. Trad. Welington Nascimento.
JURAFSKY, D.; MARTIN, J.; Speech and language processing; Prentice Hall; New Jersey; 2000.
MARANDA, P.; Formal analysis and inter-cultural studies; Social Science Information; 6(4); pp. 7-36; Paris;
1967.
__________; Sémantographie du domaine "travail" dans la haute-ville et dans la basse-ville de Québec;
in Anthropologica, New Series, Vol. 20, No. 1/2; pp. 249-292; Canada; 1978.
MCKINNEY, W.; Python para análise de dados: tratamento de dados com Pandas, Numpy e IPython;
Novatec Editora; São Paulo; 2018.Trad. Lucia Kinoshita
PANG, B.; LEE, L.; Opinion mining and sentiment analyses; in Foundations and Trends in Information
Retrieval; v. 2 n. 1-2; pp 1-135.; Boston; 2008 http://dx.doi.org/10.1561/1500000011
TATIT, L.; Quantificações subjetivas: crônicas e críticas; in Caderno de Letras da UFF, Niterói, vol. 1º
sem.(42), 35-50, 2011.
_______; Passos da semiótica tensiva; Ateliê Editorial; São Paulo; 2019.
ZILBERBERG, C.; Elementos de semiótica tensiva; Ateliê Editorial, São Paulo; [2006] 2011. Trad. Ivã Carlos

Lopes, Luiz Tatit e Waldir Beividas.
______________; e FONTANILLE, J.; Tensão e significação. Humanitas-USP, [1998] 2001. Trad. Ivã Carlos
Lopes, Luiz Tatit e Waldir Beividas.

Carga Horária:

20 horas
Tipo: Obrigatória
Vagas oferecidas: 120
 
Ministrantes: Túlio Ferreira Leite da Silva


 
 voltar

Créditos
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP