Atividade

108265 - Comunicação Pública e Política

Período da turma: 03/10/2023 a 24/10/2023

Selecione um horário para exibir no calendário:
 
 
Descrição: Ementa
A disciplina pretende estimular a reflexão sobre o papel da comunicação pública estatal e sua relação com os meios de comunicação. A partir da abordagem histórica, situar as políticas e as ações do poder público no Brasil como emissor de mensagens. Com um panorama sobre os estudos sistemáticos já consagrados em outros países, municiar os participantes para a análise crítica dos processos e procedimentos adotados, hoje, na comunicação pública brasileira política e de prestação de serviços.

Objetivos
Ao concluir a disciplina o participante deve ser capaz de: 1. compreender a situação atual do setor público brasileiro
a partir da perspectiva histórica; 2. distinguir os conceitos de privado, público estatal e público não-estatal; 3. analisar as relações do setor público estatal com os meios de comunicação; 4. propor ações para a comunicação púbica estatal.
Justificativa
A comunicação organizacional encontra-se em um estágio de grande desenvolvimento no Brasil, prestando sua contribuição às maiores empresas do setor privado e, mais recentemente, ao terceiro setor. O setor público estatal,
que reúne em suas dimensões, mais de 5 mil municípios, 27 estados e centenas de organismos federais espalhados pelo país, tem poder e arrecadação para regulamentação e manutenção da máquina pública e para a prestação dos
serviços. No entanto, mesmo com a desenvolvida tecnologia disponível e já dominada pelos profissionais, mantém uma comunicação insuficiente, ineficiente e inadequada, na maioria de seus órgãos.
A Constituição Federal em vigor garante aos brasileiros direitos individuais e sociais que serão melhor respeitados e a menor custo se o setor público praticar uma comunicação consciente, seja através de seu próprio quadro funcional,
seja através de profissionais especializados para a tarefa.
Daí a necessidade de estimular a reflexão, a análise e a capacitação de comunicadores para a pesquisa e para as atividades da comunicação pública no Brasil.
Conteúdo
1. Privado, público estatal, público não estatal.
2. Estado, sociedade civil, poder.
3. Panorama histórico da comunicação pública.O caso brasileiro.
4. Comunicação pública: conceito, abrangência, finalidades.
5. Comunicação Política e Comunicação de Serviço.
6. Estratégia de comunicação – identidade, conceito, imagem.
7. Opinião Pública, meios e poder: formas de controle da opinião.
Metodologia
Aulas expositivas
Discussão de textos
Análise e discussão de noticiários
Avaliação
Participação em exercícios de análise efetuados em sala.
Texto final versando sobre um aspecto da comunicação pública, a ser definido durante o curso.
Prova
Bibliografia básica
AZAMBUJA, D. Teoria geral do Estado. 43. ed. São Paulo: Globo, 2001
DALLARI, D. A. Elementos de teoria geral do Estado. 24. ed. São Paulo: Saraiva, 2003.
FACCIOLI, F. Communicazione pubblica e cultura del servizio. Roma: Carocci, 2000.
FAORO, R. Os donos do poder – Formação do patronato político brasileiro. 13. ed. São Paulo: Globo, 1998. 2 v.
GRANDI, R.. La comunicazione pubblica. 2. ed. Roma: Carocci, 2002.
GUARESCHI, P. A . Comunicação e poder. Petrópolis: Vozes, 1981.
HABERMAS, J. Mudança estrutural da esfera pública: Investigações quanto a uma categoria da sociedade burguesa. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1984
HOHFELDT, A . et al . Teorias da comunicação. Petrópolis: Vozes, 2001.
REGO, F. Gaudêncio Torquato do. Tratado de comunicação organizacional e política. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.
ROLANDO, S. Teoria e tecniche della comunicazione pubblica . 2. ed. Milão: ETAS, 2003.

Bibliografia complementar
JOVCHELOVITCH, S. Representações sociais e esfera pública – A construção simbólica dos espaços públicos no Brasil. Petrópolis: Vozes, 2000.
LITTLEJOHN, S. W. Fundamentos teóricos da comunicação humana. Rio de Janeiro: Zahar, 1982.
QUINTÃO, Aylê-Salassie F. Divulgação governamental: uma história da relação com o poder. In: SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS DO DISTRITO FEDERAL. Jornalismo de Brasília: Impressões e vivências. Brasília, SJPDF: 1993
REALE, Miguel.Teoria do direito e do Estado. 2. ed. São Paulo: Martins:1960.
OBS.:A maioria dos assuntos do programa é tratada rapidamente no texto:
HASWANI, M. “Comunicação Pública e Política”. In KUNSCH, M. (org). Gestão Estratégica em Comunicação Organizacional e Relações Públicas. São Caetano do Sul, SP: Difusão Editora, 2008.
Por isso, o artigo – de leitura obrigatória – não está citado nas demais leituras sugeridas abaixo.
Aula 1
Apresentação da disciplina
Ajustes conceituais
A propaganda política de Lenin/Trotsky e Hitler/Goebbels
Haswani, M. Tese doutorado, pp 89 a 98. Do dado ao compartilhamento.
Discussão em grupos: dado, informação, comunicação, relacionamento, participação, compartilhamento.
Aula 2
Público, privado, ...
HASWANI, M. Tese doutorado Capítulo 2
Aula 3
Estado, sociedade civil, poder.
Panorama histórico da comunicação pública.
O caso brasileiro
FAORO, Raimundo. Os donos do Poder.
TORQUATO – Manual de Comunicação Organizacional e Política - -pp. 2 a 20
ANDRADE, Teobaldo.Administração de Relações Públicas no Governo (p. 97 a 105)
Aula 4
Comunicação pública: conceito, abrangência, finalidades.
Comunicação Política e Comunicação de Serviço.
GRANDI, R. La Comunicazione pubblica – teorie, casi, profili normativi. Roma: Carocci, 2002. pp. 21 – 52.
FACCIOLI, F. Comunicazione pubblica e cultura del servizio. 3.ed. Roma: Carocci, 2002. pp. 19 – 59.
HASWANI, M. Tese doutorado, cap. 4 – A comunicação pública: conceitos e modelos.
Exercício:Identificação da comunicação pública praticada em uma instituição e a infraestrutura disponível para isso.
Aula 5
Estratégia de comunicação política eleitoral;
Identidade, conceito, imagem.
HASWANI & FURTADO – “Comunicar para convencer”. In Como agarrar seu eleitor. São Paulo: Editora Senac, 1995.
Aula 6
Opinião Pública, meios e poder: formas de controle da opinião;
Globalização, Internet e os novos rumos da formação de opinião.
CONCLUSÃO DA DISCIPLINA
Holhlfeldt, Antônio – “Hipóteses contemporâneas da pesquisa em comunicação”. In Hohlfeldt.A. Teorias da Comunicação. Petrópolis-RJ: Vozes, 2001.
FEDERAL. Jornalismo de Brasília: Impressões e vivências. Brasília, SJPDF: 1993
REALE, Miguel.Teoria do direito e do Estado. 2. ed. São Paulo: Martins:1960.

Carga Horária:

16 horas
Tipo: Obrigatória
Vagas oferecidas: 55
 
Ministrantes: Eugênio Bucci


 
 voltar

Créditos
© 1999 - 2023 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP