Atividade

63098 - Drogas e Cultura

Período:
Quinta 08:00 às 10:30
 
Descrição: Objetivos:
• Apresentar fatores sócio-culturais que interferem no consumo de álcool e outras drogas no Brasil
• Introduzir o aluno à identificação da questão do uso de álcool e outras drogas como um fenômeno social complexo
• Conhecer as políticas públicas no campo de atenção a usuários de substâncias psicoativas
• Conhecer conceitos e modelos de Prevenção ao uso de substâncias psicoativas
• Introduzir a compreensão da Redução de Danos como uma diretriz ético-política para o trabalho junto aos usuários de substâncias psicoativas.

Conteúdo programático:
1- Aspectos históricos e culturais do uso de substâncias psicoativas
2- Legislação e Políticas Públicas sobre drogas no Brasil
3- Redução de Danos
4- Prevenção: reflexões e conceitos básicos; em diferentes contextos (escola, trabalho...)
5- Cidadania e Direitos Humanos
6- Processos de Inclusão, vulnerabilidade e desfiliação social
7- Processos de estigmatização associados ao uso de substâncias psicoativas
Bibliografia básica:
Acselrad G (org.). Avessos do Prazer: drogas, aids e direitos humanos. 2ª ed. Rio de Janeiro: Fiocruz; 2005. p.183-212.

Brasil. Ministério da Saúde. A política do Ministério da Saúde para a atenção integral a usuários de álcool e outras drogas. Brasília; 2003. Série B. Textos Básicos de Saúde.

Brasil. Legislação e políticas públicas sobre drogas no Brasil. Brasília: Ministério da Justiça, Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas; 2011.
Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Manual sobre o cuidado à saúde junto a população em situação de rua / Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde; 2012.

Brasil. Presidência da República. Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas. Relatório brasileiro sobre drogas / Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas; IME USP; organizadores Paulina do Carmo Arruda Vieira Duarte, Vladimir de Andrade Stempliuk e Lúcia Pereira Barroso. Brasília: SENAD; 2009.

Castel R. As metamorfoses da questão social: uma crônica do salário. Tradução de Iraci D. Poleti. Petrópolis, RJ: Vozes; 1998.

Labate B. [et al.], (orgs). Drogas e cultura: novas perspectivas. Salvador: Edufba; 2008.
Ronzani TM [et al.]. Reduzindo o estigma entre usuários de drogas: guia para profissionais e gestores. Juiz de Fora: Editora UFJF; 2014.
Conselho Federal de Psicologia. Drogas, Direitos Humanos e Laço Social. Brasília: CFP; 2013.

Marlatt GA. Redução de Danos. Porto Alegre: Artmed; 2001.

Ribeiro MM; Seibel SD (orgs.). Drogas: hegemonia do cinismo. São Paulo: Ed. Memorial; 1997. p.29-46.

Silveira DX; Moreira FG (orgs). Panorama Atual de Drogas e Dependências. São Paulo: Atheneu; 2006.

Sodelli M. Uso de drogas e prevenção: da desconstrução da postura proibicionista às Ações Redutoras de Vulnerabilidade. São Paulo: Iglu; 2010.

Tavares LA, Almeida ARB, MacRae E, Ferreira OS et al. (orgs.). Drogas: tempos, lugares e olhares sobre seu consumo. Salvador: EDUFBA; CEETAD/UFBA; 2004. p. 27-48. Disponível em: http//:www.neip.info

Venâncio RP; Carneiro H. Álcool e drogas na história do Brasil. São Paulo: Alameda; Belo Horizonte: Editora PUCMinas; 2005.

Carga Horária:

60 horas
Tipo: Obrigatória
Vagas oferecidas: 8
 
Ministrantes: Ana Lucia Marinho Marques
Elisabete Ferreira Mângia


 
 voltar

Créditos
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP