Atividade

76235 - Tradução e versão de textos jurídicos português/inglês - módulo para iniciantes

Período:
Segunda 13:00 às 15:00
 
Descrição: Ementa: O curso tem como objetivo auxiliar na formação do tradutor recém graduado, que ainda não possui habilidades e conhecimento de uso do jargão jurídico (dentro das diferentes cultural jurídicas), da utilização de ferramentas de pesquisa e de edição e tratamento do texto.
A ideia é a de produzir traduções/versões completas dentro da sala de aula (na medida de 50% tradução, 50% versão), recebendo e compartilhando conhecimentos, e fazendo uso de glossários e dicionários impressos e online, linguística de corpus, e ferramentas tecnológicas de auxílio ao tradutor. Os participantes são incentivados a trazerem seus notebooks.
Considerando a grande dificuldade de encontrar profissionais recém-formados que consigam entregar um texto final adequado às necessidades dos clientes do mercado atual, os participantes que ainda não tiverem habilidades de edição de textos, revisão, criação de tabelas e formatação de layout, também serão orientados e incentivados a desenvolver tais habilidades.

Conteúdo e programação de aulas:
1. Fontes de pesquisa: dicionários, glossários, corpora e recursos eletrônicos; Tradução de um “Affidavit of marriage” para o português;
2. Versão de “Declaração de estado civil e ausência de impedimentos ao casamento” para o idioma inglês.
3. Diferentes sistemas jurídicos; Tradução de um “Certificate of Authotiry for a Notary Public”.
4. Diferentes sistemas jurídicos; Tradução e versão de certidões de casamento.
5. Diferentes sistemas jurídicos;
Tradução de um “Deed of Marriage Dissolution”.
6. Versão de uma sentença de divórcio.
7. Diferentes sistemas jurídicos;
Tradução de um “Certificate of Organization”;
8. Versão de um “Contrato Social – MEI”
9. Tradução de contratos: estrutura geral dos contratos e as “Bolier Plate Clauses” – Tradução e versão de cláusulas específicas.
10. Tradução de Contratos (continuação).
11. Tradução de “Financial Statements”.
12. Versão de Relatório Financeiro.


REFERÊNCIAS:
BARBOSA, M. A. (1996) Dicionário, vocabulário, glossário: concepções. In: ALVES, I. M. (org.) A Constituição da normalização terminológica no Brasil. Cadernos de Terminologia. Vol. I. São Paulo: FFLCH/CITRAT.
CARVALHO, L. “Aspectos da Tradução Jurídica” MigaLaw English. In Migalhas.com.br, São Paulo. (desde 2008)
CARVALHO, L. (2006) A tradução de binômios em instrumentos contratuais: estudo de um corpus jurídico comparável inglês / português. Terminología y derecho: complejidad de la comunicación multilingue - Sèrie activitats 18, v. 1, p.197-207.
CARVALHO, L. (2010) Tradução Jurídica e Choque Cultural. In: Ciclo de Palestras sobre Tradução do CITRAT & DLM, FFLCH, USP. São Paulo, SP. 17/09/2010
GUEDES, Rosane Mavignier. Os Meandros da Tradução Jurídica. Rio de Janeiro: UFRJ/ Faculdade de Letras, 2011.
LOPES, Ana Paula. “Reflexão sobre metodologias tradutivas relacionadas com o contrato de compra e venda em inglês e português: uma perspectiva funcionalista” in Revista electrónica de linguística dos estudantes da Universidade do Porto / A students' e-journal of Linguistics from the University of Porto. Faculdade de Letras da Universidade do Porto (Portugal) - elingUP - Vol. 3 - N. 1. 2011. Disponível em http://cl.up.pt/elingup/vol3n1/abstract/abstract_9.html
MINETT, Dominic Charles & VONSILD, Bjarne Zàrate Assis.(2005) Legal English: English for International Lawyers. São Paulo: Disal.
NOBILE, Marieta Giannico de Coppio Siqueira. Tradução e Lexicografia Jurídicas no Brasil – Análise de dois Dicionários Jurídicos Português-Inglês brasileiros, considerando as peculiaridades e os condicionantes culturais dos diferentes sistemas e linguagens jurídicas. UFSC. Florianópolis. Dezembro de 2008.
PERNA, Cristina Lopes. “O texto jurídico em tradução e versão: problemas e soluções na linguagem dos contratos” in Linguagens especializadas em corpora modos de dizer e interfaces de pesquisa. EDIPUCRS. Porto Alegre – 2010. Disponível em http://www.pucrs.br/edipucrs/linguagensespecializadasemcorpora.pdf
SEREJO, Lourival. Anotações críticas sobre o estilo judicial. Disponível em - Última atualização Quarta-feira, 26 de Agosto de 2009.
VICTORINO, Luana Garibotti. English just for Lawyers. Barueri. São Paulo DISAL 2008




DICIONÁRIOS MONOLÍNGUES EM INGLÊS:
1) A Dictionary of Modern Legal Usage de Bryan Garner. New York: Oxford University Press, USA.
2) A Dictionary of Words and Phrases Used in Ancient and Modern Law, Vol. 1 de English. Frederick: Beard Books.
3) Black's Law Dictionary de Henry Campbell Black. St. Paul, Minn. : West Publishing.
4) Law Dictionary de Gifis, S., & Gifis, S. Hauppauge NY: Barron's Educational Series.

DICIONÁRIOS MONOLÍNGUES EM PORTUGUÊS:
Dicionário Técnico Jurídico de Deocleciano Trrieri Guimarães. São Paulo: Rideel.
Vocabulário Jurídico De Plácido e Silva. Rio de Janeiro: Forense
Dicionários bilíngues:
Black's Law Dictionary (Abridged). 7.ed. St. Paul, Minn: West Publishing, Bryan A. ARNER.
Compacto Dicionário Jurídico inglês-português de Flávio de Castro. Rio de Janeiro: Editora Aide.
Dicionário de Direito Economia e Contabilidade Inglês/Português Português/Inglês de Marcílio M. de Castro2.
Dicionário Jurídico inglês-português / português-inglês de Durval de Noronha Goyos Jr. São Paulo: Editora Observador Legal.
Dicionário Jurídico: inglês-português / português-inglês de Maria Chaves de Mello. Rio de Janeiro: Editora Método.
Vocabulário para Direito Societário Português-Inglês Inglês-Português (Mil & Um Termos) de Danilo Nogueira. São Paulo: Special Book Services Livraria Ltda.

Carga Horária:

24 horas
Tipo: Obrigatória
Vagas oferecidas: 33
 
Ministrantes: Marly D'Amaro Blasques Tooge


 
<<  voltar

Créditos
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP