Atividade

78591 - O papel da gramática tradicional e da reflexão linguística no ensino de Língua Portuguesa

Período:
Sábado 10:00 às 13:00
 
Descrição: Os ministrantes preveem que o curso se organizará por módulos. Como o curso terá doze encontros, serão 4 módulos – cada um constituído de 2 encontros, em que temas afins serão explorados. Na última aula do curso, os temas serão recapitulados, juntamente com o oferecimento de uma revisão.

A seguir, destacamos os seguintes temas – juntamente aos seus subtemas – que serviram de guias para a elaboração da estrutura do curso:

● Políticas línguísticas de ensino: por que ensinar gramática?
● Visões de língua
● Variação: fonético-fonológica, morfológica e sintática.
● Uso da norma padrão: oralidade e escrita
● Alfabetização tardia.
● Produção textual

Os assuntos específicos abordados em cada encontro serão definidos, a partir dos temas apresentados acima e com base nos testemunhos coletados dos professores participantes , visto que essas declarações serão coletadas em até dez dias após o ato da inscrição.

Bibliografia básica

Os livros abaixo serão utilizados como apoio bibliográfico para as discussões do curso.
FARACO, Carlos Alberto (et al.). A relevância social da linguística: linguagem, teoria e ensino. São Paulo: Parábola Editorial; Ponta Grossa: UEPG, 2007.
FIORIN, J. L. (Org.) Linguística? Que é isso? São Paulo: Contexto, 2013.
FIORIN, J. L. (Org.) Novos caminhos da Linguística. São Paulo: Contexto, 2017.
FRANCHI, Carlos; NEGRÃO, Esmeralda Vailati; MULLER, Ana Lúcia. Mas o que é mesmo “Gramática”?. Sírio Possenti (org.). São Paulo: Parábola Editorial, 2006.
GNERRE, Maurizio. Linguagem, escrita e poder. São Paulo: Martins Fontes, 1994.
LEMLE, Miriam. Guia teórico do alfabetizador. São Paulo: Ática, 2009. 17 ed.
MARTINS, Marco Antônio (org.). Gramática a Ensino. Coleção Ciências da Linguagem Aplicadas ao Ensino. Volume 1. Natal: EDUFRN, 2013.
NEVES, Maria Helena de Moura. Que gramática estudar na escola? Norma e uso na Língua Portuguesa. São Paulo: Contexto, 2003.
POSSENTI, Sírio. Por que (não) ensinar gramática na escola. Campinas: Mercado de letras, 1996.
VIEIRA, Silvia Rodrigues; BRANDÃO, Silvia Figueiredo. Ensino de gramática: descrição e uso. São Paulo: Contexto, 2009.

Carga Horária:

36 horas
Tipo: Obrigatória
Vagas oferecidas: 40
 
Ministrantes: Aline de Lima Benevides
Ana Carolina Cortez Noronha
Júlia Sales Paez Fernandez
Leticia Evelyn Leite Santos
Lucas Takeo Shimoda
Luiz Fernando Ferreira
Marcos Rogério Martins Costa
Natalia Cipolaro Guirado
Priscila Lima Pirini
Wellington Santos da Silva


 
 voltar

Créditos
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP