Atividade

79650 - Arte e Cultura Armênia

Período:
Terça 14:00 às 16:30
 
Descrição: 1. Ementa

Armênia: arte e cultura.

2. Objetivos

Oferecer um panorama sobre a arte armênia em suas mais variadas formas de expressão analisando os traços culturais distintivos e dominantes presentes em cada campo artístico e período histórico.

3. Programa

• História
• Arquitetura
• Escultura
• Ornamentação
• Pintura
• Cerâmica e mosaico
• Metalurgia, numismática e livro
• Têxteis
• Língua e literatura
• Música
• Dança
• Teatro
• Cinema
• Festas e tradições
• Culinária

4. Método:

Aulas expositivas, projeções de imagens, reproduções de músicas e exibições de vídeos.

5. Avaliação:

Trabalho a respeito de quaisquer tópicos abordados durante o curso.

6. Bibliografia

ABEGHYAN, M. Armenian folk beliefs. Tradução de Robert Bedrosian. Nova Jersey: [s.n.], 2012.
ABRAHAMIAN, L. A Armênia e os armênios entre oriente e ocidente. In: CAVALIERE, A.; ARAÚJO, R. G. Linguagens do oriente: territórios e fronteiras. São Paulo: Targumim, 2012. p. 51-66.
ANANIKIAN, M. H. Armenian mythology. In: ______; WERNER, A. The mythology of all races. Boston: Marshall Jones Company, v. VII, 1925.
ANQUETIL, J. Le grand guide du tapis. Paris: Hachette, 1994.
AUFORT, S. Quel public pour le cinéma arménien à Paris ? [S.l.]: [s.n.].
AZATIAN, V. G. Armenian rugs. Ierevan: Hayastan, 1986.
BIER, C. Carpets for commerce: rug-weaving in the Caucasus. Textiles in trade. Proceedings of the Textile Society of America Biennial Symposium, Washington, p. 166-177, set. 1990.
BOETTIGER, L. A. Armenian legends and festivals. Minneapolis: University of Minnesota, 1920.
BORGES, A. R. Influência do helenismo na Armênia e o reinado de Tigran - O Grande. Cardenos de Cultura Armênia: Armenusp, São Palo, n. 1, p. 45-53, 2001.
CAMARGO, Y. M. A importância dos cantos de Goghten para a cultura armênia. Revista de Estudos Orientais, São Paulo, n. 1, p. 105-122, 1997.
COSTA, C. E. As manifestações artísticas armênias. Revista de Estudos Orientais, São Paulo, n. 1, p. 141-148, 1997.
______. Arquivo histórico: Matenadaran. Revista de Estudos Orientais, São Paulo, n. 2, p. 47-55, 1998.
CUNEO, P. Architettura armena dal quarto al diciannovesimo secolo. Roma: De Luca, v. I e II, 1988.
DINIZ, B. Os conventos armênios: sua história e seu papel cultural. São Paulo: Pannartz, 1993.
EKIZIAN, C. Martiros Sergueievitch Sarian, muito prazer! Revista de Estudos Orientais, São Paulo, n. 3, p. 61-78, 1999.
GIL, M. A. D. A. Os mekhitaristas. Cadernos de Cultura Armênia: Armenusp, São Paulo, n. 1, p. 35-41, 2001.
GOYAN, G. Two thousand years of the Armenian theater. Nova York: Armenian National Council of America, 1954.
HACIKYAN, A. J. The heritage of Armenian literature: from the oral tradition to the Golden Age. Detroit: Wayne State University Press, v. I, 2000.
______. The heritage of Armenian literature: from the sixth to the eighteenth century. Detroit: Wayne State University Press, v. II, 2002.
______. The heritage of Armenian literature: from the eighteenth century to Modern Times. Detroit: Wayne State University Press, v. III, 2005.
HALAJIAN, J. Armenian Church Architecture: from dormancy to revival. Mustang: Tate, 2006.
HAMPARIAN, A. Leitura na borra do café através dos símbolos: arte milenar da Armênia, interpretando passado, presente e futuro. São Paulo: Ed. do autor, 2009.
HEWSEN, R. H. Armenia: a historical atlas. Chicago: University of Chigaco Press, 2000.
IGITIAN, H. Armenian palette of the 20th century. Ierevan: Tigran Mets, 2004.
KARIBIAN, D. Ecos ressoantes: noções gerais sobre a história, festas e santos mais populares da Igreja Apostólica Armênia. São Paulo: Diocese da Igreja Apostólica Armênia do Brasil, 2008.
KEROUZIAN, Y. O. A nova poesia armênia. [S.l.]: [s.n.]. Série Armênia, nº 8.
______. Armênia e Roma, relações políticas nos anos de 190-a.C. – 387-d.C. São Paulo: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas.
KEROUZIAN, Y. O. A técnica nos antigos manuscritos armênios. In: Simpósio Nacional da Associação dos Professores Universitários de História, 9., 1977, Florianópolis. Anais do IX Simpósio Nacional da Associação dos Professores Universitários de História. O homem e a técnica. São Paulo: [ANPUH], 1979. v. 1, p. 207-249.
KHACHATURYAN, S. Armenian artists: 19th-20th centuries. Nova York: National Gallery of Armenia, 1993.
KOUYMJIAN, D. The arts of Armenia. Lisboa: Calouste Gulbenkian Foundation, 1992.
______. Filmmaking in the Armenian diaspora of America. [S.l.]. 1993.
______. Reflections on objects with Armenian inscriptions from the pre-twentieth century diaspora. Series Byzantina, Varsóvia, n. IX, p. 99-111. 2011, Varsóvia, n. IX, 2011.
LANG, D. M. Armenia: cradle of civilization. [S.l.]: George Allen & Unwin, 1968.
LANGLOIS, V. Numismatique générale de l'Arménie. Paris: C. Rollin, 1859.
LIEBETRAU, P. Caucasian rugs; Rugs in detail. In: ______ Oriental rugs in colour. [S.l.]: Macmillan, 1976. p. 31-33; 124-125.
MNATSAKANIAN, S. K. Aghtamar: the church of Holy Cross, 915-921. Tradução de K. H. Maksoudian. Erebuni, 1986.
MARCARIAN, M. N. Culinária armênia. USP. São Paulo. 2006.
______. Diáspora armênia no Brasil. Revista de Estudos Orientais, São Paulo, n. 6, p. 109-115, 2008.
MARCHESE, R. T.; BREU, M. R. Expressions in silk: embroidered miniatures on historic textiles from the Armenian Apostolic Churches of Istanbul. Silk roads, other roads: Textile Society of America 8th Biennial Symposium, Massachusetts, 2002.
______. Social cohesion and cultural expressions: the case of the sacred textiles in the Armenian Orthodox Churches of Istambul. Textile Society of America 11th Biennial Symposium: Textiles as Cultural Expressions, Lincoln, 2008.
NERCESSIAN, A.; MCCOLLUM, J. Armenian music: a comprehensive bibliography and discography. Oxford: Scarecrow Press, 2004.
NERSESSIAN, S. Os arménios. Lisboa: Verbo, 1973.
ORMANIAN, M. A igreja dos armênios. São Paulo: Edições O.L.M., 2003.
PALOMO, S. M. S. O oriental e o ocidental no idioma armênio. In: BEREZIN, R. Cultura oriental e cultura ocidental: projeções. São Paulo: [s.n.], 1990. p. 367-375.
______. Sobre a posição do armênio dentro do indo-europeu. Revista de Estudos Orientais, São Paulo, n. 1, p. 177-183, 1997.
PARLAKIAN, N. Armenian theater: an update. Council on National Literature World Report, v. VI, 1992.
______. Contemporany Armenian drama: an anthology of ancestral voices. Nova York: Columbia University, 2004.
______; COWE, S. P. Modern Armenian drama: an anthology. Nova York: Columbia University Press, 2000.
PATRIK, A. Armenian national costumes: from ancient times to our days. Ierevan: Sovetakan Grogh, 1983.
PEREIRA, D. C. O genocídio armênio e seus reflexos na literatura. Revista de Estudos Orientais, São Paulo, n. 8, p. 91-105, 2010.
______. A identidade cultural em história dos armênios de Moisés Khorenatsi. In: CAVALIERE, A.; ARAÚJO, R. G. Linguagens do oriente: territórios e fronteiras. São paulo: Targumim, 2012. p. 143-162.
RADVANYI, J.; ASMEKIAN, S. Le cinéma arménien. Paris: Centre Georges-Pompidou, 1993.
RAPHAELIAN, H. M. Rugs of Armenia: their history and art. Nova York: Anatol Sivas.
SAPSEZIAN, A. História da Armênia: drama e esperança de uma nação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988.
______. Literatura armênia: uma introdução. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1994.
______. Cristianismo armênio. São Paulo: Bentivegna, 1997.
SARIAN, H. História, arte e arqueologia da Armênia de Urartu a Etchmiadzin. In: II, K.; KHACHATRYAN, S.; SARIAN, H. Tesouros de Etchmiadzin: 17 séculos de cristianismo na Armênia. São Paulo: Pinacoteca do Estado de São Paulo, 2004.
SHAHNAZARIAN, A.; MKRTCHIAN, I. The State History Museum of Armenia. São Petersburgo: Alma, 1996.
TCHARKMAKTCHIAN, A.; STEPANIAN, N. L'art decoratif de l'Arménie medievale. Leningrado: Aurore, 1971.
THIERRY, J.-M.; DONABÉDIAN, P. Les arts arméniens. Paris: Mazenod, 1987.
TITONE, J. Armenian lace: a lost art rediscovered. The Spokesman-Review, Washington, 26 maio 1998. B1, B3.
UNDERWOOD, D.; PETROSIAN, I. Armenian food: fact, fiction & folklore. Raleigh: Lulu Press, 2006.
VARDANIAN, A. T. B. A brief history of Armenian theatre. In: ______ The translation and analysis of two major historical plays by Levon Shant. Los Angeles: University of Southern California, 1982.
YEGHIAZARYAN, L. O porquê da existência do khatchkar (cruz de pedra). Revista de Estudos Orientais, São Paulo, n. 4, p. 57-70, 2003.
______. O papel das traduções no desenvolvimento e estruturação da arte literária armênia. Revista de Estudos Orientais, São Paulo, n. 5, p. 185-194, 2006.
______. A peculiaridade da escrita armênia. In: CAVALIERE, A.; ARAÚJO, R. G. Linguagens do oriente: territórios e fronteiras. São Paulo: Targumim, 2012. p. 333-349.

Carga Horária:

37 horas
Tipo: Obrigatória
Vagas oferecidas: 80
 
Ministrantes: Sarkis Ampar Sarkissian


 
 voltar

Créditos
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP