Atividade

80174 - Psicanálise, rememoração e não-identidade na Estética de Adorno

Período:
Sexta 8:00 às 12:00
 
Descrição: I - Objetivos:

Apresentar ao aluno as principais tensões dialéticas entre natureza e história que estão presentes na obra de Theodor Adorno e que determinaram a formulação de uma identidade estética emancipatória alternativa à dominação social produzida pela racionalidade esclarecida. Indicar como alguns elementos psicanalíticos presentes na Teoria Estética permitem a Adorno esperar que as obras de arte produzam um mundo melhor, bem como mostrar como os conceitos de “rememoração da natureza no sujeito” e a experiência da não-identidade oferecem modos de resistência à compulsão à identidade que tudo iguala no capitalismo tardio. Finalmente mostrar como sua obra de maturidade combateu o conservadorismo estético de uma visão definitiva da arte em nome de uma visão constelatória capaz de resgatar possibilidades transformadoras latentes que foram impedidas de se realizar pelos processos crescentes de racionalização social.


II- Conteúdo:

- A dialética do esclarecimento e o combate da compulsão da identidade da racionalidade esclarecida pelo resgate da natureza do sujeito.

- O resgate da natureza interna em Adorno realizado com base na teoria freudiana das pulsões

- A crítica adorniana ao conservadorismo cultural em A arte e as artes.
- As obras de arte e a “historiografia inconsciente de si mesma de sua época.”
- As obras de arte como defesa do não-idêntico que a compulsão à identidade oprime na realidade


III – Método utilizado:

Aulas expositivas e discussão de textos indicados na bibliografia.

IV- Atividade discentes

Leitura dos textos, participação nas discussões

V – Critério de avaliação:
Presença mínima de 85% com nota mínima de 5,0 pontos.

VI – Bibliografia

ADORNO, T. W. Gesammelte Schriften. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 1986; Berlin: Directmedia, 2003. (Digitale Bibliothek Band 97).
____________. Ensaios sobre psicologia social e psicanálise. Trad. Verlaine Freitas. São Paulo: UNESP, 2015
____________. Dialética Negativa. Tradução Marco Antônio Casanova; Revisão técnica Eduardo Soares. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2009.
_____________. Teoria Estética. Tradução de Arthur Morão. Lisboa: Ed. 70, 2007.
_____________. Textos escolhidos. Seleção de Z. Loparic e O. F. Arantes. São Paulo: Abril, 1975. (Coleção Os Pensadores).
_____________. “A arte e as artes”. Tradução de Rodrigo Duarte. Manuscrito, 2008. Publicação Original: Die Kunst und die Künste In: Theodor Adorno Gesammelte Schriten. 10.1. Kulturkritik und gesellschaft I, Prismen, Ohne Leitbild. Frankfurt am Main: Suhrkamp Verlag, 1996. P. 432 – 453.
____________. “Sobre sujeito e objeto”. In: Palavras e Sinais. Petrópolis: Vozes, 1995


____________.Três estudos sobre Hegel. São Paulo: UNESP, 2013.

____________. The idea of Natural History. Oxford. Telos Press Publishing. 1984.

ADORNO, T.; HORKHEIMER, M. Dialética do esclarecimento. Tradução de Guido de Almeida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1985.
ALVES JÚNIOR, D. Dialética da vertigem: Adorno e a filosofia moral. 1. ed. São Paulo; Belo Horizonte: Escuta; Universidade FUMEC/FCH, 2005. v. 1500. 376p .

_________________. Depois de Auschwitz: a questão do anti-semitismo em Theodor W. Adorno. 1. ed. São Paulo: Annablume editora/FUMEC, 2003. v. 01. 182p .
________________. À semelhança do animal: mímesis e alteridade em Adorno. In: Remate de Males, v. 30, 2010. p. 87-98.
________________. Reconciliação e rememoração da natureza no sujeito: Adorno e a questão da possibilidade da filosofia. In: Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 15, n.30, 2001. P. 117-130,

BASSANI, Jason; VAZ, Alexandre. “Mímesis e rememoração da natureza no sujeito em Theodor W. Adorno: para pensar a educação do corpo na escola”. In: Pró-posições, Campinas, jan./abril.2011, vol.22, n.1


BOHLEBER, Werner. “Recordação, trauma e memória coletiva: a luta pela recordação em psicanálise”. In: Revista Brasileira de Psicanálise, São Paulo, 2007, vol.41, n.1.

CHIARELLO, Maurício. Natureza-morta: finitude e negatividade em T. W. Adorno. São Paulo: EDUSP, 2006.

DUARTE, R. Indústria cultural e meios de comunicação. 1. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2014a.
__________. Varia Aesthetica. Ensaios sobre arte e sociedade. 1. ed. Belo Horizonte: Relicário Edições, 2014b.

__________. Dizer o que não se deixa dizer. Para uma filosofia da expressão. 1. ed. Chapecó - SC: Editora Argos, 2008.

__________. Teoria crítica da indústria cultural. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003.
___________. Adornos: nove ensaios sobre o filósofo frankfurtiano. Belo Horizonte: UFMG, 1997.
___________. Mímesis e racionalidade: a concepção de domínio da natureza em Theodor W. Adorno. São Paulo: Loyola, 1993.
__________. "Expressão como fundamentação". In: Kriterion. Revista de Filosofia. Volume XXXV, número 91. Belo Horizonte: Departamento de Filosofia da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, 1995.
DUARTE, Rodrigo et al. (Orgs.). Theoria Aesthetica. Porto Alegre: Escritos, 2005.

FREITAS, V. Adorno e a arte contemporânea. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

_________. Sublimação e pornografia na Dialéctica do esclarecimento: um comentário crítico. In: Marta Nunes da Costa. (Org.). Teoria Crítica Revisitada. 1ed.Vila Nova de Famalicão: Húmus, 2014, v. 1, p. 91-112.

_________. A arte moderna como historicamente-sublime Um comentário sobre o conceito de sublime na Teoria estética de Th. Adorno. In: Kriterion (UFMG. Impresso), v. LIV, 2013. p. 157-156,

_________. Adorno e Horkheimer leitores de Freud. In: Remate de Males, v. 30.1, p. 123-146, 2010a.
_________. Sobre a mímesis na constituição psíquica. In: Simanke, Richard Th.; Menéndez, Ada J. G.; Caropreso, Fátima; Barbelli, Izabel; Bocchi, Josiane C.. (Org.). Filosofia da psicanálise. Autores, diálogos, problemas. São Carlos: EdUFSCAR, 2010b, v. , p. 111-122.
_________. Sublimação: à ruptura da inércia mimética do desejo. In: Duarte, Rodrigo; Kangussu, Imaculada. (Org.). Estéticas do Deslocamento. Belo Horizonte: ABRE - Associação Brasileira de Estética, 2008.
_________. Alteridade e transcendência: a dialética da arte moderna em Theodor Adorno. In: Rodrigo Duarte; Imaculada Kangussu; Virginia Figueiredo. (Org.). Theoria Aesthetica. Porto Alegre: Escritos, 2005a, p. 45-56.
_________.; Indústria cultural. O empobrecimento narcísico da subjetividade. In: Kriterion, Belo Horizonte, v. XLVI, n.112, p. 332-344, 2005b.
_________. A imanência do devir: a historicidade da arte na Teoria Estética de Th. Adorno. In: Rodrigo A. P. Duarte; Virginia A. Figueiredo. (Org.). As Luzes da Arte. 1ed.Belo Horizonte: Opera Prima, 1999, p. 327-338.
_________. A estética narcísica da sociedade de consumo. In: Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 17, n.34, 2003. p. 51-64,
FREUD, S. A interpretação dos sonhos. In: Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud, vols. IV e V, Rio de Janeiro: Imago Editora, 1987- 2a Edição.

_________. Além do princípio do prazer. In: Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud, vol. XVIII, Rio de Janeiro: Imago Editora, 1987- 2a Edição.

______________. Construções em análise. In: Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud, vol. XXIII, Rio de Janeiro: Imago Editora, 1987- 2a Edição.

______________. Lembranças encobridoras. In: Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud, vol. III, Rio de Janeiro: Imago Editora, 1987- 2a Edição.

______________. Recordar, repetir e elaborar. In: Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud, vol. XII, Rio de Janeiro: Imago Editora, 1987- 2a Edição.

_______________. Os instintos e suas vicissitudes. In: Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud, vol. XIV, Rio de Janeiro: Imago Editora, 1987- 2a Edição.


GAGNEBIN, J-M. Do conceito de mímesis no pensamento de Adorno e Benjamin”. Perspectivas, São Paulo, n. 16, 1993. p. 67-86,
GATTI, L. Constelações: crítica e verdade em Benjamin e Adorno. São Paulo. Ed. Loyola, 2009.
JAY, M. As idéias de Adorno. Trad. Adail U. Sobral. São Paulo: Cultrix; Ed. da USP, 1988.
LACAN, J. LACAN, J. Escritos. Tradução de Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1998.

_________. Outros escritos. Tradução de Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2003.

_________. O seminário, livro XI. Os quatro conceitos fundamentais da psicanálise. Tradução de M.D. Magno. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1988.

PONTALIS. Vocabulário da psicanálise. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

SAFATLE, V. O circuito dos afetos: corpos políticos, desamparo e o fim do indivíduo. São Paulo: Cosac Naify, 2015.
___________. Grande Hotel Abismo: por uma reconstrução da teoria do reconhecimento. São Paulo: Martins Fontes, 2012.
___________. A Paixão do negativo: Lacan e a dialética. São Paulo: Editora Unesp, 2006.
___________. Cinismo e falência da crítica. São Paulo: Boitempo Editorial, 2008.

__________. Fetichismo: colonizar o outro. In: Para ler Freud. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010.

__________. “Fetichismo e mímesis na filosofia da música adorniana”. In: Revista Discurso, São Paulo, 2007, n.37.

TÜRCKE, C. Sociedade Excitada: filosofia da sensação. Trad. Antônio Zuin [ et al.]. Campinas/SP: Editora da Unicamp, 2010a.
__________. Pronto Socorro para Adorno: fragmentos introdutórios à dialética negativa. In: Ensaios Frankfurtianos. SP: Cortez, 2004. p. 41 – 59.
WELLMER, A. The persistence of modernity: essays on aesthetics, ethics and postmodernism. Cambrigde: MIT, 1993.
____________. "Adorno, Modernity, and the Sublime". In: Max Pensky (edt.). The Actuality of Adorno. Critical Essays on Adorno and the Postmodern. New York: State of New York Press, 1997, pp.112-134.
____________. “Sobre a negatividade e a autonomia da arte: sobre a atualidade estética de Adorno”. In: Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro, 2003, n.155

WHITEBOOK, Joel. Perversion and utopia: a study in psychoanalysis and critical theory. Cambridge: MIT Press.

ZUIDERVAART, L. Adorno's Aesthetik Theory. The Redemption of Ilusion. Cambridge: MIT Press, 1991.

Carga Horária:

16 horas
Tipo: Obrigatória
Vagas oferecidas: 64
 
Ministrantes: Bruno Almeida Guimarães


 
 voltar

Créditos
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP