Atividade

84944 - Narrativas da literatura negra brasileira.

Período:
Sábado 09:00 às 14:00
 
Descrição: Curso de Atualização:
Narrativas da literatura negra brasileira
de 11/08 de agosto a 24 de novembro de 2018
aos sábados (quinzenalmente) das 9 às 14h –- 35 hs


EMENTA:
Este curso de atualização propõe a leitura de narrativas da literatura negra brasileira que permitem delinear um panorama desse campo em disputa. Os romances e contos contemplados refletem questões atinentes à experiência negra no Brasil e formas de elaboração literária que busquem dar conta de seus temas. Entre as leituras propostas, serão discutidas as produções de Machado de Assis, Maria Firmina dos Reis, Lima Barreto, Carolina Maria de Jesus, Joel Rufino dos Santos, Cuti, Jônatas Conceição, Cidinha da Silva, Nei Lopes e Conceição Evaristo.



PROGRAMA:

1ª aula – 11 de agosto de 2018
Panorama da literatura negra brasileira.
Ministrante: Profª Drª Rosangela Sarteschi

2ª aula – 25 de agosto de 2018
Uma leitura do conto “A escrava” (1887), de Maria Firmina dos Reis, e dos contos “O caso da vara” (1899) e “Pai contra mãe” (1906), de Machado de Assis.
Ministrantes: Nara Lasevicius Carreira e Tânia Cristina S. Borges

3ª aula – 15 de setembro de 2018
Uma leitura do romance Clara dos Anjos (1922), de Lima Barreto.
Ministrante: Fernanda Silva e Sousa

4ª aula – 29 de setembro de 2018
Uma leitura do diário Quarto de despejo (1960), de Carolina Maria de Jesus.
Ministrante: Igor Fernando Xanthopulo Carmo

5ª aula – 20 de outubro de 2018
Uma leitura do romance Claros sussurros de celestes ventos, de Joel Rufino dos Santos.
Ministrante: Maria Paula de Jesus Correa

6ª aula – 10 de novembro de 2018 | 09h às 14h
Uma leitura de uma seleção de contos.
Ministrante: Emily Cristina dos Ouros

7ª aula – 24 de novembro de 2018 | 09h às 14h
Uma leitura do romance Ponciá Vicêncio (2003), de Conceição Evaristo.
Comentários finais do curso
Ministrantes: Profª Drª Rosangela Sarteschi e Nara Lasevicius Carreira

BIBLIOGRAFIA

TEXTOS LITERÁRIOS:

ASSIS, Machado de. O caso da vara. Páginas recolhidas, 1899. Disponível em: www.machado.mec.gov.br. Acesso em: 14 maio 2018.
_______. Pai contra mãe. Relíquias da casa velha, 1906. Disponível em: www.machado.mec.gov.br. Acesso em: em 14 maio 2018.
BARRETO, Lima. Clara dos anjos (1922). Belo Horizonte: Autêntica, 2017.
CONCEIÇÃO, Jônatas. Nossas mães. In: QUILOMBHOJE. Cadernos Negros – Volume 32: Contos afro-brasileiros. São Paulo: Quilombhoje, 2010.
CUTI, Luís da Silva. Incidente na raiz. Contos crespos. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2008.
EVARISTO, Conceição. Ponciá Vicêncio. Rio de Janeiro: Pallas, 2017.
JESUS, Carolina Maria de. Quarto de despejo. São Paulo: Círculo do Livro, 1960.
LOPES, Nei. Manchete de jornal. 20 contos e uns trocados. Rio de Janeiro: Record, 2006.
REIS, Maria Firmina dos. A escrava. In: RUFFATO, Luiz (Org.) Questão de pele: contos sobre preconceito racial. Rio de Janeiro: Língua Geral, 2009.
SANTOS, Joel Rufino dos. Claros sussurros de celestes ventos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2012.
SILVA, Cidinha da. Dublê de ogum. Cada tridente em seu lugar. 2ª ed. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2007.


TEXTOS TEÓRICOS:

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. 6. ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2011
_____. Questões de Literatura e de Estética (A teoria do romance). São Paulo: HUCITEC EDITORA, 2010.
BARBOSA, Francisco de Assis. A vida de Lima Barreto, 1881-1922. 5ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1975.
BARBOSA, Maria José Somerlate. Posfácio. In: EVARISTO, Conceição. Ponciá Vicêncio. Rio de Janeiro: Pallas, 2017.
BROOKSHAW, David. Raça e cor na literatura brasileira. Porto Alegre: Editora Mercado Aberto, 1983.
BERND, Zilá. O que é literatura negra? In: Introdução à literatura negra. São Paulo: Brasiliense, s/d.
BOSI, Alfredo. O simbolismo. In História concisa da literatura brasileira. São Paulo: Editora Cultrix, 1976.
_____. Pré-Modernismo e Modernismo. In História concisa da literatura brasileira. São Paulo: Editora Cultrix, 1976.

CANDIDO, Antonio. O direito à literatura. Vários escritos. São Paulo: Duas cidades, 2011.
_____. Estrutura literária e função histórica. In Literatura e sociedade. São Paulo: Duas cidades, 2008.
_____. Quatro esferas. In O discurso e a cidade. São Paulo: Duas cidades, 2004.
CORTÁZAR, Julio. Alguns aspectos do conto. In: Valise de Cronópio. Trad. Davi Arrigucci e João Alexandre Barbosa. São Paulo: Perspectiva, 2011.
CUTI, Luiz Silva. A consciência do impacto nas obras de Cruz e Sousa e de Lima Barreto. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.
_____. O leitor e o texto afro-brasileiro. In: FIGUEIREDO, Maria do Carmo Lanna; FONSECA, Maria Nazareth Soares. Poéticas afro-brasileiras.
Belo Horizonte: PUC-MG/Mazza Edições, 2002.
_____. Lima Barreto. São Paulo: Selo Negro, 2011.
_____. Literatura negro-brasileira. São Paulo: Selo Negro, 2010.
DALCASTANGÈ, Regina. A personagem no romance brasileiro contemporâneo: 1990-2004. Tese (Doutorado) – Universidade de Brasília, 2013.
DUARTE, E. A. Por um conceito de literatura afro-brasileira. In: Literatura e Afrodescendência no Brasil: antologia crítica. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2011, v. 4.
FANON, Frantz. Pele negra, máscaras brancas. Salvador: UFBA, 2008.
FERNANDES, F. A integração do negro na sociedade de classes. v. 1. São Paulo: Dominus Editora, 1965.
FONSECA, Maria Nazareth Soares. Literatura negra: os sentidos e as ramificações. In: DUARTE, Eduardo de Assis & FONSECA, Maria Nazareth Soares (org) Literatura e afrodescendência no Brasil: antologia crítica - v.4: História, teoria,polêmica. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2011.
GATES JR., Henry Louis. Writing "race" and the difference it makes. In: _________ (Org.). “Race”, writing and difference. The University of Chicago Press, 1986.
GILROY, P. O atlântico negro: modernidade e dupla consciência. São Paulo: Ed. 34, 2001.
GONZALEZ, L. O movimento negro na última década. In: GONZALEZ, L.; HASENBALG, C. Lugar de negro. Rio de Janeiro: Marco Zero, 1982.
HALL, Stuart. Que negro é esse na cultura negra? In: Da diáspora: Identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2009.
________. Da diáspora: Identidade e mediações culturais. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2009.
HARTMAN, S. The time of slavery. The South Atlantic Quarterly, n. 101, v. 4, 2002, pp. 757-777.
HIDALGO, Luciana. Lima Barreto e a literatura da urgência: a escrita do extremo no domínio da loucura. 2007, 248pp. Tese de Doutorado - Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. 2007. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=198329. Acesso em: 14 maio 2018.
MBEMBE, Achille. Crítica da razão negra. Lisboa: Antígona, 2014.
MOURA, Clóvis. Sociologia do negro brasileiro. São Paulo: Ática, 1988.
POE, Edgar Allan. A filosofia da composição. Trad. Lea Viveiros de Castro. Rio de Janeiro: 7 letras, 2011.
PROENÇA FILHO, Domício. A trajetória do negro na Literatura Brasileira. In: Revista do Instituto de Estudos Avançados. São Paulo: IEB/USP, 2004, no. 50
RESENDE, Beatriz. Lima Barreto e o Rio de Janeiro em fragmentos. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1993.
SANTOS, Jaci Leal Pereira dos. A função da memória de/em Ponciá Vicêncio, de Conceição Evaristo: sua função na construção história e no contexto literário da narrativa negra. Anais do X Encontro Regional Nordeste de História Oral: História oral, educação e mídias. Salvador/BA: dez. 2015.
SCHWARCZ, Lilia Moritz. Lima Barreto: termômetro nervoso de uma frágil República. In: SCHWARCZ, Lilia Moritz (org). Contos completos de Lima Barreto. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.
SCHWARCZ, Lilia. Lima Barreto: triste visionário. São Paulo: Companhia das Letras, 2017.
SEVCENKO, Nicolau. Literatura como missão: tensões sociais e criação cultural na Primeira República. 2a. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.
SILVA, Cidinha da (Org.). Africanidades e relações raciais: insumos para políticas públicas na área do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas no Brasil. Brasília: Fundação Cultural Palmares, 2014.
SILVA, Denise Almeida. Espaço, memória e agência em Ponciá Vicêncio. UCS: ANTARES, v.3, n.6, jul./dez. 2011.
SILVA, Mário Augusto Medeiros da. A descoberta do insólito: literatura negra e literatura periférica no Brasil (1960-2000). Rio de Janeiro: Aeroplano, 2013.
VIEIRA, Ana Gabriela Lima. A representação feminina em Ponciá Vicêncio, de Conceição Evaristo. UFJF: Darandina Revisteletrônica, v.2, n.3, dez. 2009.

Carga Horária:

35 horas
Tipo: Obrigatória
Vagas oferecidas: 100
 
Ministrantes: Emily Cristina dos Ouros
Fernanda Silva e Sousa
Igor Fernando Xanthopulo Carmo
Maria Paula de Jesus Correa
Nara Lasevicius Carreira
Rosangela Sarteschi
Tânia Cristina Souza Borges


 
 voltar

Créditos
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP