Atividade

85968 - Fundamentos de economia para não economistas

Período da turma: 03/10/2018 a 31/10/2018

Selecione um horário para exibir no calendário:
 
 
Descrição: Ementa:
A proposta que norteia o curso é a de apresentar as principais vertentes do pensamento e do fazer econômico,- Teoria do valor, Keynesianismo e Monetarismo aos historiadores e demais estudantes da Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas. Aproximar os alunos da construção de questões chaves que permeiam a sociedade e decisões cotidianas, tais como: dinheiro, dívida pública, crédito, crise, política monetária, economia política, dentre outros.


Aulas:

i. primeira aula.

Contextualização e apresentação geral da economia tal como ciência social aplicada, trabalhando as perspectivas sócio-históricas envolvidas na elaboração dos diferentes níveis de análises e perspectivas interpretativas.

ii. segunda aula.

Apresentação da função do Estado para a reprodução da economia capitalista enquanto emissor da dívida pública, dos títulos públicos e da moeda. O funcionamento dos Bancos, do crédito e a criação monetária, acompanhados das concepções econômicas em torno do aparelho de Estado.

iii. terceira aula.

A contextualização histórica do dinheiro moderno, a trajetória do dólar e da economia norte-americana, - a passagem do lastro ouro para o lastro fiduciário. Historicização do Sistema Monetário Internacional.

iv. quarta aula.

Exposição do conceito de crise na Teoria do Valor, o desenvolvimento da economia internacional pós Bretton Woods, a operacionalização do sistema financeiro e suas crises contemporâneas.

v. quinta aula.

A economia brasileira vista em suas particularidades internas e no contexto internacional da economia. O papel do juros, - do Plano Real ao debate ao endividamento público atual.

Bibliografia básica:
CHANG, Ha Joon. Chutando a Escada.
HOBSBAWM, Eric. A era dos impérios.
LOCKE, J. Segundo Tratado sobre o Governo.
MARTIN, Felix. Dinheiro. Uma bibliografia não autorizada.

Bibliografia complementar:
BRENNER, R. O boom e a bolha: Os Estados Unidos na economia mundial. Tradução: Zaida Maldonado, Rio de Janeiro: Record, 2003.
__________. Novo Boom ou Nova Bolha? Acesso em 05 de Agosto de 2011, disponível em New Left Review: . 25 jan. 2011.
CASA DAS GARÇAS. A reforma do sistema financeiro americano. Instituto de estudos de política econômica.
DELEUZE e Guatarri. O Antiédipo e Mil Platôs vol. 5.
EICHENGREEN, B. A globalização do capital: uma história do sistema monetário internacional. Tradução: Sergio Blum, São Paulo: Editora 34, 2000.
GRESPAN, J. O Negativo do Capital: O conceito de crise na crítica de Marx à economia política. São Paulo: Hucitec, 1998.
KEYNES, J. Teoria Geral do Emprego, do Juro e da Moeda.
MARX, K. O Capital: Crítica da Economia Política. Tradução: Regis Barbosa e Flávio R. Kothe, São Paulo: Vol. I, II e III, Nova Cultural, Os Economistas, 1985.
SAYAD, J. Dinheiro, Dinheiro. Inflação, Desemprego, Crises Financeiras e Bancos.

Bibliografia de referência:

ADORNO, T. HORKHEIMER. Dialética do Esclarecimento.
BLANCHARD, O. Macroeconomia. Tradução: Cláudia Martins e Mônica Rosemberg, São Paulo, 2007, 4º ed., Personal Prentice Hall.
BOÉTIE, ETIENNE de la . Discurso da Servidão Voluntária.
CARVALHO, F. J. Bretton Woods aos 60 anos. Novos Estudos, CEBRAP, Nov. 2004, nº 70, p. 51-63.
CHAUÍ, Marilena. O que é Ideologia.
COELHO, J. Economia, poder e influência externa. O Banco Mundial e os anos de ajuste na América Latina.
EAGLETON, Terry. Ideologia.
FATTORELLI, M. Auditoria cidadã da dívida pública - Experiências e Métodos.
FILGUEIRAS, l. História do plano real: fundamentos, impactos e contradições. São Paulo: Boitempo, 2000.FIORI. Globalização, hegemonia e Império.
FERREIRA, Filho. Ajustamento estrutural e crescimento agrícola na década de 80: notas adicionais.
FURTADO, C. A invenção do subdesenvolvimento. Revista de Economia Política, São Paulo, v. 15, nº 2 (58), abr-jun. 1995.
______. Prebisch. Revista de Economia Política, São Paulo, v. 6, nº 3, jul-set. 1986.
GOWAN, P. A roleta global. Tradução: Regina Bhering. Rio de Janeiro: Record, 2003.
HEGEL, G. W. F, FIlosofia do Direito, tradução Marcos L. Müller.
MANKIW, Gregory. Introdução à economia
MARTINS, Carlos Benedito – O que é Sociologia.
MARX, K. Critica da filosofa do Direito de Hegel.
______. O 18 de Brumário de Luís Bonaparte.
______.O Capital: Crítica da Economia Política. Tradução: Regis Barbosa e Flávio R. Kothe, São Paulo: Vol. I, II e III, Nova Cultural, Os Economistas, 1985.
MOSELY, Fred. Marx’s Theory of Money
NAVES, Márcio Bilharinho. Marxismo e direito. Ed. Boitempo
NORFIELD, Tony. The City. London and the Global Power of finance.
OLIVEIRA, Francisco de. Crítica à razão dualista. O ornitorrinco.
PEREIRA, L. Ramos. BONECINI, R de Almeida. XXXIII -Encontro Nacional da Anpec. A Utopia Keynesiana, Princípios Políticos e Econômicos de J.M. Keynes. 2010.
PIRES, E. Deterioração os termos de troca e intercâmbio desigual. Revista de Economia Política, São Paulo, v. 1, nº 2, abr-jun. 1981
PREBISCH. R. Desigualdade e acumulação no capitalismo periférico. Revista de Economia Política, São Paulo, v. 7, nº 1, jan-mar. 1987.
PROUDHN. A propriedade é um roubo.
RAMOS L. Pereira e BONECINI, R de Almeida. A utopia keynesiana, princípios políticos e econômicos de J. M. Keynes.
SALVIATTI, A. P. A financeirização do meio ambiente: o caso do mercado de créditos de carbono. capítulo I e II. Dissertação, USP, 2013. Disponível em:
< http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8137/tde-12022014-122211/pt-br.php>.
______. A exuberância irracional do capital. Um estudo de história econômica dos últimos 60 anos de capitalismo e de sua dinâmica.. In: Encontro de Pós Graduandos - FFLCH-USP, VI., 2011, São Paulo.
SAMPAIO, Plínio jr. - Formação Nacional e Reversão Neocolonial.
SAYAD, João. Política Monetária. Disponível em: .
______. O dólar.
SCHINCARIOL, Vitor Eduardo. Ensaios sobre a Economia dos Estados Unidos
______. Economia e Política Econômica no Governo Dilma. 2011- 2014
SENNA, José Júlio. Política Monetária. Ideias, experiências e evolução.
SINGER, Paul. Curso de introdução à economia política
TAVARES, M, C. A retomada da hegemonia norte-americana, Revista de Economia Política, São Paulo, v. 5, nº 2, abr-jun. 1985.
TESOURO NACIONAL. Dívida Pública: A Experiência Brasileira. Disponível em: .
VARIAN. Hal R. Microeconomia: uma abordagem moderna. 7ºed, Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.
ŽIŽEK, S. Primeiro como tragédia, depois como farsa.
______. Um mapa da ideologia.
WEBER. Ética protestante e o Espírito capitalista.

Carga Horária:

15 horas
Tipo: Obrigatória
Vagas oferecidas: 60
 
Ministrantes: Ana Paula Salviatti Bonuccelli


 
 voltar

Créditos
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP