Atividade

88532 - A gramática e a linguística em sala de aula - Módulo I

Período:
Sábado 10:00 às 16:00
 
Descrição: O curso se organiza em cinco módulos temáticos, nos quais serão abordados os seguintes temas: semântica e pragmática aplicada à redação escolar, questões de escrita e pontuação, enunciação e gêneros na oralidade e na escrita, linguística textual e aspectos de ensino de português como segunda língua (L2). Obedecendo a equanimidade dessa divisão, os tópicos específicos abordados em cada encontro serão elegidos pelos ministrantes do curso, considerando as demandas da turma extraídas dos testemunhos coletados dos professores participantes.

Para cada módulo será dedicado um dia inteiro de aula (totalizando seis horas), o qual deverá alternar momentos de exposição teórica dos conceitos com atividades de aplicação prática e análises de produção linguística extraídos diretamente da experiência didática dos participantes. Na última aula do curso, os alunos deverão fazer uma breve apresentação de seu trabalho final, no qual debatem criticamente os benefícios e limites da incorporação das ferramentas de descrição e análise linguísticas no cotidiano de sua prática didática.

Segue abaixo a programação prevista para o curso, incluindo datas e temas abordados

Aula 1: Introdução ao curso; tópicos de semântica e pragmática aplicados à redação escolar.

Aula 2: Questões de escrita, ortografia e pontuação.

Aula 3: Aspectos do ensino de português como segunda língua.

Aula 4: Diálogos entre língua, texto e gramática na produção textual.

Aula 5: Semiótica discursiva e enunciação em textos verbais e não-verbais.

Aula 6: Encerramento do curso; apresentação e debates dos trabalhos finais.

Frequência mínima e critérios de aprovação:

Para a obtenção do certificado de extensão, o participante precisará ter, no mínimo, 75% de presença e nota 5,0. A avaliação será feita através da participação ativa nas discussões em sala de aula e através de texto-síntese redigido a partir das reflexões conjuntas feitas no decorrer do curso. Além disso, os participantes devem apresentar ao final do curso um trabalho final, que se constitui de uma proposta de plano de aulas ou de sequência didática, na qual é demonstrada a aplicação prática em sala de aula de um conceito linguístico ministrado ao longo do curso à livre escolha do participante.

Bibliografia básica:

ABAURRE, Maria Bernadete; FIAD, Raquel S.; MAYRINK-SABINSON, Maria Laura T. Cenas de Aquisição da Escrita: O sujeito e o trabalho com a escrita. Campinas: Mercado das Letras, 2002.

ALMEIDA FILHO, José Carlos Paes. Linguística Aplicada, Ensino de Línguas & Comunicação. 3ª. Ed. Campinas: Arte língua, Pontes, 2009.

BARROS, Diana Luz Pessoa de. Teoria semiótica do texto. São Paulo: Ática, 2001.

BARROS, Diana Luz Pessoa; FIORIN, José Luiz (org.). Dialogismo, polifonia, intertextualidade: em torno de Bakhtin. São Paulo: Edusp, 2003.

CAGLIARI, Luiz Carlos. Alfabetização & Lingüística. São Paulo: Editora Scipione,1995.

CORRÊA, Manoel Luiz Gonçalves. Pontuação: sobre seu ensino e concepção. Leitura. Teoria & Prática (Campinas). Campinas (SP), v. 24, p. 52-65, 1994.

DISCINI, Norma. A comunicação nos textos. São Paulo: Contexto, 2005.

DOLZ, Joaquim; SCHNEUWLY, Bernard et al. Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: Mercado das Letras, 2010.

ELS, Theo van et al. Applied Liguistics and the Learning and Teaching of Foreign Languages. Translated by R.R. van Oirsouw. Baltimore: Edward Arnold Ltd., 1986.

FARACO, Carlos Alberto (et al.). A relevância social da linguística: linguagem, teoria e ensino. São Paulo: Parábola Editorial; Ponta Grossa: UEPG, 2007.

FIORIN, José Luiz. (Org.). Linguística? Que é isso? São Paulo: Contexto, 2013.

_______________. Novos caminhos da Linguística. São Paulo: Contexto, 2017.

_______________. Elementos de análise do discurso. São Paulo: Contexto, 2011.

FRANCHI, Carlos; NEGRÃO, Esmeralda Vailati; MULLER, Ana Lúcia. O uso das relações semânticas na análise gramatical. In: POSSENTI, Sírio (Org.). Mas o que é mesmo "gramática"?. São Paulo: Parábola, 2006, p. 102-125.

GNERRE, Maurizio. Linguagem, escrita e poder. São Paulo: Martins Fontes, 1994.

GREIMAS, Algirdas Julien; COURTÉS, Joseph. Dicionário de semiótica. São Paulo: Contexto, 2012.

LEMLE, Miriam. Guia teórico do alfabetizador. São Paulo: Ática, 2009. 17 ed.

LITTLEWOOD, William. Communicative Language Teaching. Cambridge: Cambridge University Press, 2008 [1981].

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola editorial, 2008.


_______________. Gêneros textuais emergentes no contexto da tecnologia digital. Texto da Conferência pronunciada na 50a Reunião do GEL – Grupo de Estudos Lingüísticos do Estado de São Paulo, USP, São Paulo, 23-25 de maio de 2002.

MARTINS, Marco Antônio (org.). Gramática e Ensino. Coleção Ciências da Linguagem Aplicadas ao Ensino. Volume 1. Natal: EDUFRN, 2013.

NEVES, Maria Helena de Moura. Que gramática estudar na escola? Norma e uso na Língua Portuguesa. São Paulo: Contexto, 2003.

PILATI, Eloísa. Linguística, gramática e aprendizagem ativa. Campinas: Pontes, 2017.

PORTELA, Jean Cristtus; SCHWARTZMANN, Matheus Nogueira. “A noção de gênero em semiótica”. In: PORTELA, Jean Cristtus [et al.] (orgs.). Semiótica: identidades e diálogos. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012, p. 69-98.

POSSENTI, Sírio. Por que (não) ensinar gramática na escola. Campinas: Mercado de letras, 1996.

RAMOS, Jânia Maria. O espaço da oralidade na sala de aula. São Paulo: Martins Fontes 1997.

ROCHA, Cláudia Hilsdorf. “O ensino de línguas para crianças no contexto educacional brasileiro: breves reflexões e possíveis provisões”. D.E.L.T.A. 23:2, 2007 (273-319).

SARAIVA, José Américo Bezerra; LEITE, Ricardo Lopes. Exercícios de semiótica discursiva. Fortaleza: Imprensa Universitária, 2017.

SILVA, Thaïs Cristófaro. Fonética e fonologia do português: roteiro de estudos e guia de exercícios. São Paulo, Contexto, 2013.

TENANI, Luciani Ester, SONCIN, Geovana. O emprego de vírgulas: evidências de relação entre enunciados falados e escritos. In: II Simpósio Mundial de Lingua Portuguesa, 2009. Estudos de Língua Portuguesa: ultrapassar fronteiras, juntar culturas. Evora: Universidade de Évora, 2010. v.01. p.44-65. Disponível em: http://www.simelp2009.uevora.pt/pdf/slg11/05.pdf

______________. A grafia dos erros de segmentação não-convencional de palavras. Cadernos de Educação (UFPel), v. 35, p. 247 - 269, 2010. Disponível em: http://www.ufpel.edu.br/fae/caduc/downloads/n35/09.pdf

TRAVAGLIA, Luiz Carlos. Gramática e interação: uma proposta para o ensino de gramática. São Paulo: Cortez, 2009.

VIEIRA, Silvia Rodrigues; BRANDÃO, Silvia Figueiredo. Ensino de gramática: descrição e uso. São Paulo: Contexto, 2009.

VITRAL, Lorenzo. Ensino de gramática na contemporaneidade. Work. Pap. Linguíst., 18(2): 239-257, Florianópolis, ago./dez., 2017.

Carga Horária:

36 horas
Tipo: Obrigatória
Vagas oferecidas: 52
 
Ministrantes: Aline Santos Barreto
Eliane Soares de Lima
Juliana Barbosa
Kalyne Alves de Melo Silva
Lucas Takeo Shimoda
Luiz Fernando Ferreira
Maria Eugênia Martins Barcellos
Monique Amaral de Freitas
Olivia Yumi Nakaema


 
 voltar

Créditos
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP