Atividade

89813 - Sexualidade & gêneros

Período:
Terça 19:30 às 22:50
Quinta 19:30 às 22:50
 
Descrição: Síntese: Avaliação das consequências da diferença sexual na enunciação e no enunciado da posição simbólica no processo de sexuação.

a. A sexuação
b. Corpos & géneros
c. A virilidade
d. A feminilidade
e. As diversidades
f. Não há relação sexual

Desde sempre, a diferença genital norteou as posições & papeis dos machos & das fêmeas da espécie vivendo em sociedade, segundo variáveis culturais historicamente determinadas. Tido como uma constante natural, o real dos corpos deu base de sustentação para a distinção hierárquica entre homens & mulheres, ideologizando a dissimetria em termos de subordinação.

Na atualidade, mudanças substanciais, tanto no plano histórico como no tecnológico, não só oferecem alternativas nunca antes havidas, como colocam em questão tudo o que até agora foi considerado eterno. A distinção entre os sexos extrapola, hoje, os limites da anatomia, acarretando mudanças inéditas nos costumes & formas de vida, além de modificar nomenclaturas & funções simbólicas. No plano imaginário, enquanto construção social, a classificação das condutas por gênero apresenta-se como politicamente correta.



Referências bibliográficas
ANDRÉ, Serge. O que quer uma mulher? Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1987.
BADIOU, Alain & CASSIN, Barbara. Não há relação sexual. Rio de Janeiro: Zahar, 2013.
COSTA, Ana. Tatuagens & marcas corporais. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.
CUKIERT, Michele. O corpo em Freud, Reich & Lacan (Mestrado USP)
HISGAIL, Fani. Pedofilia. São Paulo: Iluminuras, 2007.
KARDOUS, Paul. Impotência sexual. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2007.
KEHL, Maria Rita. A mínima diferença. São Paulo: Imago, 1996.
FREUD, Sigmund. Sobre a sexualidade feminina., 1996
MARIA ESCOLÁSTICA. O gozo feminino. São Paulo: Iluminuras, 1995.
MONTOTO, Cláudio Cesar. Amor, metáfora eterna. São José do Rio Preto: Bluecom, 2012.
PAGLIA, Camille. Personas sexuais. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.
PERLONGHER, Nestor. O negócio do michê. São Paulo: Brasiliense, 1987.
QUINET, Antonio & COUTINHO JORGE, Marco Antonio. As
homossexualidades na psicanálise. São Paulo: Segmento Farma, 2013.
RODRIGUEZ, Sergio & STACOLCHNIK, Ricardo. Filhinhos de mamãe. Salvador: Ágalma, 2011.
SANTAELLA, Lucia. Corpo & comunicação. São Paulo: Paulus, 2004.
SOUZA LEITE, Márcio Peter. Deus é A Mulher. São Paulo: IMP, 2013.
SOLLER, Colette. O que Lacan dizia das mulheres. Rio de Janeiro, Zahar, 2005.
TREVISAN, João Silvério. Devassos no paraíso. Rio de Janeiro: Record, 2000.

Carga Horária:

20 horas
Tipo: Obrigatória
Vagas oferecidas: 50
 
Ministrantes: Christian Ingo Lenz Dunker
Fani Hisgail


 
 voltar

Créditos
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP