Atividade

94846 - Morfologia: panorama, interfaces e modelo não lexicalista

Período:
Segunda 14:00 às 18:00
Terça 14:00 às 18:00
Quarta 14:00 às 18:00
 
Descrição: Justificativa:
Este curso, voltado para iniciantes e iniciados no estudo da morfologia, pretende abordar alguns dos mecanismos que podem explicar a estruturação das palavras das línguas naturais, procurando comparar um modelo lexicalista com um modelo não lexicalista, propiciando-lhes condições para refletir sobre a natureza da interface entre a morfologia e a sintaxe, bem como sobre a necessidade ou não de se postular a existência de módulos gramaticais específicos e distintos para a formação de palavras e de sentenças. A discussão sobre o lugar da morfologia em relação aos outros componentes da gramática ocupa posição importante entre as questões em debate na teoria linguística atual. Em particular, sua relação com a sintaxe e a fonologia, bem como o tipo e o montante de informações que a morfologia pode fornecer sobre a sintaxe, vêm despertando o interesse de muitos pesquisadores.

Objetivo:
Neste curso, procura-se familiarizar o participante com os mecanismos da Morfologia. No detalhe, são discutidas questões sobre a identificação de morfemas nas línguas naturais, a noção de alomorfia contextual e o fenômeno do sincretismo.

Cronograma:

Aula 1: Morfologia: Panorama e Identificação dos Morfemas da Língua.
Questões Clássicas em Morfologia;
Estrutura Interna das Palavras e seus Constituintes Imediatos;
Morfemas, Morfes e Alomorfes;

Aula 2: Interfaces: Morfofonologia e Morfossintaxe.
A Interface entre Morfologia e Fonologia;
A interface entre Morfologia e Sintaxe.

Aula 3: Modelo Não Lexicalista: Morfologia Distribuída.
Modelos lexicalistas e não lexicalistas;
Estrutura da Gramática;
Operações Morfológicas;
Flexão Verbal e Sincretismo em Morfologia Distribuída.

BIBLIOGRAFIA POR AULA:
Aula 1:
ARONOFF, M. Word formation in generative grammar. Cambridge. MA. MIT Press,1976.
EMBICK, D. The morpheme: a theoretical introduction. De Gruyter Mouton, 2015.
LIEBER, R. Introducing Morphology. Cambridge: CUP, 2010.
ROSA, M. C. Introdução à Morfologia: Nova Edição. São Paulo: Contexto, 2018.
SIDDIQI, D. The morphology–syntax interface. In: CARNIE, A.; SIDDIQI, D.; SATO, Y. The Routledge Handbook of Syntax. London: Routledge, 2014, p. 345-365.
SILVA, M. C. F.; MEDEIROS, A. B. Para Conhecer Morfologia. São Paulo: Contexto, 2016.

Aula 2:
ACKEMA, P.; NEELEMAN, A. Morphology ≠ Syntax. In: RAMCHAND, G.; REISS, C. (eds.) The Oxford Handbook of Linguistic Interfaces. Oxford University Press, 2012, p. 289- 324.
EMBICK, D. The morpheme: a theoretical introduction. De Gruyter Mouton, 2015.
HALLE, M. Distributed Morphology and the Syntax/Morphology Interface. In: RAMCHAND, G.; REISS, C. (eds.) The Oxford Handbook of Linguistic Interfaces. Oxford University Press, 2012, p. 289- 324.
KEHDI, V. Formação de palavras em português. Editora Ática, 1992.
KIPARSKY, P. From Cyclic Phonology to Lexical Phonology. In: VAN DER HULST, H.; SMITH, H. & N. (eds.) The Structure of Phonological Representations, v.1. Foris: Dordrecht, 1982, p. 131-175.
LIEBER, R. Introducing Morphology. Cambridge: CUP, 2010.
MARRANTZ, A. No Escape From Syntax: don’t try morphological analysis in the privacy of your own lexicon. University of Pennsylvania Working Papers in Linguistics, v. 4, n. 2. 1997, p. 201-225.

Aula 3:
BONET, E. Morphology after syntax. (Doutorado em Linguística). Cambridge: MITWPL, 1991.
EMBICK, D. and NOYER, R. Movement operations after syntax. In: Linguistic Inquiry. v. 32, n. 4, p. 555-595, 2001.
HALLE, M.; MARANTZ, A. Distributed Morphology and the Pieces of /inflection. In: HALE, K. and KEYSER, S. J. (eds.) The view from building 20: essays in linguistics in honor of Sylvain Bromberger. Cambridge, Mass.: MIT Press, p. 111-176, 1993.
KIPARSKY, P. From Cyclic Phonology to Lexical Phonology. In: VAN DER HULST, H.; SMITH, H. & N. (eds.) The Structure of Phonological Representations, v.1. Foris: Dordrecht, 1982, p. 131-175.
LIEBER, R. Introducing Morphology. Cambridge: CUP, 2010.

BIBLIOGRAFIA DE APOIO
CHOMSKY, N. Remarks on Nominalization. In: JACOBS, R. A.; ROSENBAUM, P. S. (eds.) Readings in English Transformational Grammar. Waltham, MA: Ginn & Co, 1970, pp. 184-221.
FIORIN, J. L. (org.) Introdução à Linguística I: Objetos Teóricos. São Paulo: Contexto, 2008.
FIORIN, J. L. (org.) Introdução à Linguística II: Princípios de Análise. São Paulo: Contexto, 2008.
GONÇALVES, C. A. Iniciação aos Estudos Morfológicos: Flexão e Derivação em Português. São Paulo: Contexto, 2011.
LEMLE, M et al. A Morfologia Distribuída no Brasil: duas décadas de existência. In: Revista de Estudos da Linguagem, v. 20, n. 2, p. 141-182, Dez. 2012.
Disponível em: . Acesso em: 14/11/2019.
SCHER, A. P. ReVEL na Escola: Morfologia Distribuída. In: ReVEL, São Leopoldo, v. 13, n. 24, p. 1-7, Mar. 2015. Disponível em: . Acesso em: 14/11/2019.

Carga Horária:

12 horas
Tipo: Obrigatória
Vagas oferecidas: 60
 
Ministrantes: Cesar Elidio Marangoni Junior
Jorge Willian Pedroso
Mauricio Sartori Resende


 
 voltar

Créditos
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP