Disciplina Discipline GEN5711
Preparação à Docência de Graduação

Área de Concentração: 45131

Concentration area: 45131

Criação: 25/06/2019

Creation: 25/06/2019

Ativação: 25/06/2019

Activation: 25/06/2019

Nr. de Créditos: 4

Credits: 4

Carga Horária:

Workload:

Teórica

(por semana)

Theory

(weekly)

Prática

(por semana)

Practice

(weekly)

Estudos

(por semana)

Study

(weekly)

Duração Duration Total Total
2 1 2 12 semanas 12 weeks 60 horas 60 hours

Docente Responsável:

Professor:

Vera Helena Giusti de Souza

Objetivos:

O objetivo do curso é oferecer oportunidades de repensar o ensino/aprendizagem de matemática na graduação, dando subsídios teórico-práticos para ampliar os limites de formação dos alunos de pós-graduação. Assim, tal disciplina pretende definir questões pertinentes na área de Educação Matemática, bem como estudar as bases que sustentam as investigações em Educação Matemática no âmbito do ensino superior, assim como discutir questões relacionadas à formação de professores nesse nível.

Justificativa:

Após as duas grandes guerras, o processo de democratização começou a se intensificar nos paises desenvolvidos e em desenvolvimento, fazendo com que a educação se tornasse um direito. Nesse contexto, evidencia-se a não aprendizagem enquanto fator social e essa problemática torna-se objeto de pesquisa da educação matemática. Naturalmente, a Matemática é condição necessária, mas não suficiente para a compreensão do que se chama aprendizagem matemática, assunto que abarca ainda áreas como psicologia, psicanálise, filosofia, didática, pedagogia, história, sociologia, epistemologia, antropologia, etc. Tais reflexões corroboram a necessidade de se discutir em âmbito de pós-graduação em matemática questões concernentes ao ensino e aprendizagem de Matemática, Estatística e Computação em nível de graduação.

Conteúdo:

1.Discussão de temas como: teorias de aprendizagem, contrato didático e os papéis do aluno e do profesor no processo de ensino/aprendizagem, ensino por meio de metodologias dinâmicas e participativas dos alunos, planejamento educacional, avaliação; 2. Aulas/palestras sobre tópicos referentes aos ensino/apredizagem de Matemática, Estatística ou Computação; 3. Desenvolvimento de um projeto didático junto a uma disciplina de graduação.

Forma de Avaliação:

Seminários e reflexões escritas sobre artigos e textos pertinentes; desenvolvimento de um projeto didático junto a uma disciplina de graduação do IME.

Observação:

Bibliografia:

ABDOUNUR, O.J. matemática e música: o pensamento analógico na construção de significados, Ed. Escrituras, 1999. ARSAC, G. et al. La transposition didactique en mathématiques, en physique, en biologie. IREM de Lyon, Lirdis, 1989. BARUFI, M.C.B. A construção/negociação de significados no curso universitário inicial de Cálculo Diferencial e Integral. Tese de Doutorado, Universidade de São Paulo, 1999. BASSANEZI, R.C. Ensino-aprendizagem com Modelagem Matemática: uma nova estratégia. São Paulo: Contexto, 2002. BICUDO, M.A.V. (organizadora). Pesquisa em Educação Matemática: Concepções e perspectivas. São Paulo: Ed. UNESP, 1999. BICUDO, M.A.V. (organizadora). Pesquisa em Educação Matemática: Concepções e perspectivas. São Paulo: Ed. CORTEZ, 2004. CURCIO, F.R, (editor) Teaching and learning, a problem-solving focus, NCTM 1987 (USA) DAVIS P.J. e HERSH, R. A experiência matemática. Rio de Janeiro, Editora Francisco Alves, 1989. HARIKI, S. Analysis of Mathematical Discourse: Multiple Perspectives. Tese de Doutorado, University of Southampton, 1992. KLEIN, F. Development of Mathematics in The 19th Century. Translated by M. Ackerman. Massachusetts: Math SCI Press, 1979. (Translation of Vorlesungen uber die Entwicklung der Mathematik im 19 Jahrhundert. Teil I, Berlin, 1928). LERMAN, S. Surveying the fields of Mathematics Education Research. International Congress of mathematics Education. In International Congress on Mathematics Education (ICME),2004. LEVY, P. As tecnologias da inteligência. Rio de Janeiro, Editora 34, 1993. MACHADO, N.J. Cidadania e Educação. São Paulo, Escrituras Editora, 1997. PLATÃO. A república. 2.ed. Trad. J.Guinsburg. São Paulo : DIFEL, 1973. 2 v. SCHWARTZMAN, S. Formação da comunidade científica no Brasil. São Paulo : Nacional ; Rio de Janeiro: Financiadora de Estudos e Projetos, 1979. 481 p. WEBER, M. Ciência e política : duas vocações. Trad. Leonidas Hegenberg e Octany, 1978.