Disciplina Discipline VPS5730
Tópicos Selecionados no Estudo da Brucelose

Selected Topics in Brucellosis Study

Área de Concentração: 10134

Concentration area: 10134

Criação: 12/06/2024

Creation: 12/06/2024

Ativação: 12/06/2024

Activation: 12/06/2024

Nr. de Créditos: 4

Credits: 4

Carga Horária:

Workload:

Teórica

(por semana)

Theory

(weekly)

Prática

(por semana)

Practice

(weekly)

Estudos

(por semana)

Study

(weekly)

Duração Duration Total Total
4 0 2 10 semanas 10 weeks 60 horas 60 hours

Docente Responsável:

Professor:

Lara Borges Keid

Objetivos:

Apresentar e discutir conhecimentos atuais relacionados à etiologia, fisiopatologia, epidemiologia e profilaxia da brucelose animal, para que o estudante desenvolva a capacidade de análise crítica do tema.

Objectives:

Present and discuss current knowledge related to the etiology, pathophysiology, epidemiology and prophylaxis of animal brucellosis, so that the student develops the ability to critically analyze the topic.

Justificativa:

A brucelose é uma enfermidade infecciosa transmissível de caráter crônico e distribuição mundial que acomete os animais domésticos e também uma ampla variedade de hospedeiros silvestres. A brucelose tem importância econômica devido às perdas que acarreta nos sistemas pecuários, associadas ao comprometimento reprodutivo dos animais e às restrições ao comércio de animais e seus produtos. A infecção também é relevante para a saúde pública, por ser uma zoonose.

Rationale:

Brucellosis is a chronic, transmissible infectious disease with worldwide distribution that affects domestic animals and a wide variety of wild hosts. Brucellosis is economically important due to the losses it causes in livestock systems, associated with the reproductive impairment of animals and restrictions on the trade of animals and their products. The infection is also relevant to public health, as it is a zoonosis.

Conteúdo:

A disciplina será oferecida em 6 horas semanais (4 horas de aulas teóricas e 2 horas para estudo). Atividades teóricas serão intercaladas por períodos para estudo. A cada semana, num período de 4 horas serão ministradas aulas teóricas nas quais também haverá a discussão de artigos científicos e um período de 2 horas será disponibilizado para estudo (não presencial). Os períodos de aulas e estudos serão em diferentes dias da semana. No período de estudo, os estudantes devem estudar o tema que será abordado e discutido nas aulas seguintes. Na primeira aula será feita a apresentação da disciplina e abordados aspectos históricos e taxonômicos da brucelose. Na segunda aula, serão apresentadas e discutidas questões referentes à patogênese da infecção por Brucella nos diferentes hospedeiros. Na terceira aula será realizada uma revisão sobre os principais métodos de diagnóstico disponíveis na brucelose, suas aplicações, vantagens e desvantagens. Na quarta aula, serão abordados aspectos epidemiológicos e relacionados ao controle da brucelose bovina. A epidemiologia e o controle da brucelose canina e ovina serão tema, respectivamente, da quinta e sexta aula. A brucelose em hospedeiros silvestres será abordada em duas aulas, sendo que na sétima aula o tema será a brucelose em hospedeiros silvestres terrestres e na oitava, a brucelose especificamente nos mamíferos aquáticos. A nona aula será dedicada a discutir aspectos sobre a brucelose humana. Na décima aula, haverá uma discussão final sobre um tema a ser definido durante a disciplina.

Content:

The subject will be offered in 6 hours per week (4 hours of theoretical classes and 2 hours for study). Theoretical activities will be interspersed with study periods. Each week, theoretical classes will be taught over a period of 4 hours and scientific articles will be discussed in person/online/in a hybrid manner and a period of 2 hours will be available for study (not in person). Classes and study periods will be on different days of the week. During the study period, students must study the topic that will be addressed and discussed in the following classes. In the first class, the subject will be presented and historical and taxonomic aspects of brucellosis will be covered. In the second class, issues relating to the pathogenesis of Brucella infection in different hosts will be presented and discussed. In the third class, a review will be carried out on the main diagnostic methods available for brucellosis, their applications, advantages and disadvantages. In the fourth class, epidemiological aspects and aspects related to the control of bovine brucellosis will be covered. The epidemiology and control of canine and ovine brucellosis will be the theme, respectively, of the fifth and sixth classes. Brucellosis in wild hosts will be covered in two classes, with the seventh class focusing on brucellosis in terrestrial wild hosts and in the eighth, brucellosis specifically in aquatic mammals. The ninth class will be dedicated to discussing aspects of human brucellosis. In the tenth class, there will be a final discussion on a topic to be defined during the course.

Forma de Avaliação:

A avaliação será feita de maneira remota. Para a avaliação, serão utilizados os artigos científicos propostos para leitura referentes a cada tema abordado, e que deverão ser lidos nos períodos disponíveis para estudo. Os artigos serão discutidos em cada aula teórica subsequentemente ministrada de maneira remota (síncrona). A avaliação será baseada na participação e desempenho durante a discussão dos artigos propostos. Assim, é obrigatório o uso de áudio (microfone) durante as aulas. Para computar a nota final, serão usadas as maiores notas obtidas, considerando 70% dos artigos discutidos. Tod

Type of Assessment:

The assessment will be carried out remotely. For the evaluation, the scientific articles proposed for reading referring to each topic covered and which must be read during the periods available for study will be used. The articles will be discussed in each theoretical class subsequently taught remotely (synchronously). The evaluation will be based on participation and performance during the discussion of the proposed articles. Therefore, the use of audio (microphone) during classes is mandatory. To compute the final grade, the highest grades obtained will be used, considering 70% of the artic

Observação:

A disciplina será oferecida 100% em formato não presencial. Da carga horária de 60 horas, serão disponibilizadas 20 horas para estudo (2 horas semanais) e 40 horas para aulas teóricas e discussões (4 horas semanais). As aulas teóricas/discussões serão realizadas online, de maneira síncrona, utilizando a plataforma Google Meet. Durante as aulas online, a docente estará presente na universidade. O acesso ao Google Meet deverá ser feito exclusivamente por meio do email USP. Para os períodos de estudo, serão disponibilizados artigos científicos em formato pdf na plataforma e-disciplinas da USP, os quais serão posteriormente abordados e discutidos com os estudantes nas aulas teóricas/discussões online. Os materiais para estudo e os links para acesso às salas virtuais serão disponibilizados para cada aula, na plataforma E-disciplinas da USP. As interações entre os estudantes e a docente, fora do período das aulas teóricas online, poderão ser feitas a qualquer momento por meio de fóruns criados na plataforma E-disciplinas ou por meio de videoconferências previamente agendadas, também na plataforma Google-meet. O controle da frequência nas aulas teóricas será feito pela presença dos estudantes na sala virtual utilizada para as aulas teóricas/discussões e pelos relatórios de frequência gerados pelo Google Meet. O uso de câmeras é desejável, e a utilização de áudio (microfone) é obrigatória pelos alunos durante as aulas teóricas, pois nestas serão realizadas discussões sobre os artigos científicos previamente disponibilizados e que serão abordados em cada aula online. A avaliação será feita de forma remota (online). Para a avaliação, serão utilizados os artigos científicos propostos para leitura (a ser feita nos horários de estudo), os quais serão discutidos em cada aula teórica online. A avaliação será baseada no desempenho dos alunos durante a discussão dos artigos. Para computar a nota final, serão usadas as maiores notas obtidas, considerando 70% dos artigos discutidos. Todos os artigos discutidos terão pesos idênticos. Os artigos científicos e as questões referentes a cada um estarão disponíveis na plataforma e-disciplinas. Serão empregados recursos computacionais básicos (plataforma Google Meet e plataforma e-disciplinas) para facilitar o acesso dos estudantes por computadores pessoais ou disponíveis em seus locais de trabalho. Contudo, caso necessário, nos campi da Universidade de São Paulo, os alunos também poderão ter acesso a salas de computadores. O oferecimento da disciplina em formato não presencial poderá permitir o acesso a um maior número de estudantes de pós-graduação, provenientes de vários programas de pós-graduação da Universidade de São Paulo. Por se tratar de disciplina com conteúdo teórico e estudo, o oferecimento à distância não trará prejuízos ao ensino.

Notes/Remarks:

The subject will be offered 100% in a non-presencial format. Of the 60-hour workload, 20 hours will be available for study (2 hours per week) and 40 hours for theoretical classes and discussions (4 hours per week). Theoretical classes/discussions will be held online, synchronously, using the Google Meet platform. During online classes, the teacher will be present at the university. Access to Google Meet must be done exclusively via USP email. For study periods, scientific articles will be made available in PDF format on the USP e-Disciplines platform, which will later be addressed and discussed with students in theoretical classes/online discussions. Study materials and links to access virtual rooms will be made available for each class, on the E-disciplinas platform. Interactions between students and the teacher, outside the period of online theoretical classes, can be done any time through forums created on the e-disciplinas platform or through previously scheduled video conferences, also on the Google-meet platform Attendance in theoretical classes will be controlled by the presence of students in the virtual room used for theoretical classes and by attendance reports generated by Google Meet. The use of cameras is occasional, and the use of audio (microphone) is mandatory by students during theoretical classes, as discussions will be held on the scientific articles. The assessment will be done remotely (online). For assessment, the scientific articles proposed for reading will be used (to be done during study hours), which will be discussed in each online theoretical class. Assessment will be based on students' performance during the discussion of the articles. To compute the final grade, the highest grades obtained will be used, considering 70% of the articles discussed. All articles discussed will have identical weights. The scientific articles and questions relating to each one will be available on the e-disciplinas platform. Basic computing resources will be used (Google Meet platform and e-disciplines platform) to facilitate student access via personal computers or those available at their workplace. However, if necessary, on the University of São Paulo campuses, students may also have access to computer rooms. Offering the course in a non-presencial format may allow access to a greater number of postgraduate students, coming from various postgraduate programs at the University of São Paulo. As it is a subject with theoretical content and study, offering it remotely will not harm teaching.

Bibliografia:

Alton, G.G., Jones, L.M. Pietz, D.E. Laboratory Techniques in Brucellosis. 2. ed. Genebra: World Health Organization, 1975. 1063 p. (Monography Series, 55). Carmichael, LE, Greene CE. Canine brucellosis. In: Greene, C. E. Infectious diseases of dog and cat. St. Louis, Mo.: Elsevier/Saunders, 2012, 1354 p. Corbel, M.J. Brucellosis in humans and animals. World Health Organization in collaboration with the Food and Agriculture Organization of the United Nations and World Organisation for Animal Health, 2006, 102 p. Disponível em: https://www.who.int/csr/resources/publications/Brucellosis.pdf Jolley KA, Bray JE, Maiden MCJ. Open-access bacterial population genomics: BIGSdb software, the PubMLST.org website and their applications. Wellcome Open Res. 2018 Sep 24;3:124. Disponível em: https://pubmlst.org/organisms/brucella-spp Paraná. Secretaria de Estado da Saúde do Paraná. Superintendência de Vigilância em Saúde. Protocolo de manejo clínico e vigilância em saúde para brucelose humana no Estado do Paraná. Curitiba: SESA/SVS/CEVA, 2018. 70 p. Disponível em: https://www.saude.pr.gov.br/sites/default/arquivos_restritos/files/documento/2020-04/protocolobrucelose2018.pdf Santa Catarina. Secretaria de Estado de Santa Catarina. Superintendência de Vigilância em Saúde. Diretoria de Vigilância Epidemiológica. Gerência de Vigilância de Zoonoses, Acidentes por Animais Peçonhentos e Doenças Transmitidas por Vetores. Laboratório Central de Saúde Pública. Diretoria de Vigilância Sanitária. Protocolo Estadual de Brucelose Humana. Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE), 2019. 38 p. Disponível em: http://lacen.saude.sc.gov.br/arquivos/manual_brucelose.pdf PNCEBT. Progama Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Disponível em: https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/sanidade-animal-e-vegetal/saude-animal/programas-de-saude-animal/pncebt WOAH. World Organisation for Animal Health. Brucellosis (Brucella abortus, B. melitensis and B. suis). In: Manual of Diagnostic Tests and Vaccines for Terrestrial Animals, Paris, 2019. Disponível em: https://www.oie.int/fileadmin/Home/eng/Health_standards/tahm/3.01.04_BRUCELLOSIS.pdf WOAH. World Organisation for Animal Health. Infection with Brucella abortus, B. melitensis and B. suis. In: Terrestrial Animal Health Code 2019. Paris, France, 2019. Disponível em https://www.oie.int/en/what-we-do/standards/codes-and-manuals/terrestrial-code-online-access/?id=169&L=1&htmfile=chapitre_bovine_brucellosis.htm WOAH. World Organisation for Animal Health. Ovine epididymitis (Brucella ovis). In: Manual of Diagnostic Tests Vaccines Terrestrial Animal 2019. Paris, France, 2019. Disponível em: https://www.oie.int/fileadmin/Home/eng/Health_standards/tahm/3.07.07_OVINE_EPID.pdf WOAH. World Organisation for Animal Health. Ovine epididymitis (Brucella ovis). In: Terrestrial Animal Health Code 2019. Paris, France, 2019. Disponível em https://www.oie.int/en/what-we-do/standards/codes-and-manuals/terrestrial-code-online-access/?id=169&L=1&htmfile=chapitre_ovine_epididymitis.htm Trabalhos científicos relacionados ao conteúdo da disciplina, publicados em revistas científicas indexadas

Bibliography:

Alton, G.G., Jones, L.M. Pietz, D.E. Laboratory Techniques in Brucellosis. 2. ed. Genebra: World Health Organization, 1975. 1063 p. (Monography Series, 55). Carmichael, LE, Greene CE. Canine brucellosis. In: Greene, C. E. Infectious diseases of dog and cat. St. Louis, Mo.: Elsevier/Saunders, 2012, 1354 p. Corbel, M.J. Brucellosis in humans and animals. World Health Organization in collaboration with the Food and Agriculture Organization of the United Nations and World Organisation for Animal Health, 2006, 102 p. Disponível em: https://www.who.int/csr/resources/publications/Brucellosis.pdf Jolley KA, Bray JE, Maiden MCJ. Open-access bacterial population genomics: BIGSdb software, the PubMLST.org website and their applications. Wellcome Open Res. 2018 Sep 24;3:124. Disponível em: https://pubmlst.org/organisms/brucella-spp Paraná. Secretaria de Estado da Saúde do Paraná. Superintendência de Vigilância em Saúde. Protocolo de manejo clínico e vigilância em saúde para brucelose humana no Estado do Paraná. Curitiba: SESA/SVS/CEVA, 2018. 70 p. Disponível em: https://www.saude.pr.gov.br/sites/default/arquivos_restritos/files/documento/2020-04/protocolobrucelose2018.pdf Santa Catarina. Secretaria de Estado de Santa Catarina. Superintendência de Vigilância em Saúde. Diretoria de Vigilância Epidemiológica. Gerência de Vigilância de Zoonoses, Acidentes por Animais Peçonhentos e Doenças Transmitidas por Vetores. Laboratório Central de Saúde Pública. Diretoria de Vigilância Sanitária. Protocolo Estadual de Brucelose Humana. Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE), 2019. 38 p. Disponível em: http://lacen.saude.sc.gov.br/arquivos/manual_brucelose.pdf PNCEBT. Progama Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Disponível em: https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/sanidade-animal-e-vegetal/saude-animal/programas-de-saude-animal/pncebt WOAH. World Organisation for Animal Health. Brucellosis (Brucella abortus, B. melitensis and B. suis). In: Manual of Diagnostic Tests and Vaccines for Terrestrial Animals, Paris, 2019. Disponível em: https://www.oie.int/fileadmin/Home/eng/Health_standards/tahm/3.01.04_BRUCELLOSIS.pdf WOAH. World Organisation for Animal Health. Infection with Brucella abortus, B. melitensis and B. suis. In: Terrestrial Animal Health Code 2019. Paris, France, 2019. Disponível em https://www.oie.int/en/what-we-do/standards/codes-and-manuals/terrestrial-code-online-access/?id=169&L=1&htmfile=chapitre_bovine_brucellosis.htm WOAH. World Organisation for Animal Health. Ovine epididymitis (Brucella ovis). In: Manual of Diagnostic Tests Vaccines Terrestrial Animal 2019. Paris, France, 2019. Disponível em: https://www.oie.int/fileadmin/Home/eng/Health_standards/tahm/3.07.07_OVINE_EPID.pdf WOAH. World Organisation for Animal Health. Ovine epididymitis (Brucella ovis). In: Terrestrial Animal Health Code 2019. Paris, France, 2019. Disponível em https://www.oie.int/en/what-we-do/standards/codes-and-manuals/terrestrial-code-online-access/?id=169&L=1&htmfile=chapitre_ovine_epididymitis.htm Trabalhos científicos relacionados ao conteúdo da disciplina, publicados em revistas científicas indexadas

Idiomas ministrados:

Português

Languages taught:

Portuguese

Tipo de oferecimento da disciplina:

Não-Presencial

Class type:

Não-Presencial

Informações adicionais do oferecimento da disciplina:

A disciplina será oferecida 100% em formato não presencial. As aulas teóricas/discussões serão realizadas online, de maneira síncrona, utilizando a plataforma Google Meet.

Additional class type information:

A disciplina será oferecida 100% em formato não presencial. As aulas teóricas/discussões serão realizadas online, de maneira síncrona, utilizando a plataforma Google Meet.