Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Instituto de Estudos Brasileiros
 
Instituto de Estudos Brasileiros
 
Disciplina: IEB0270 - Campanhas do Modernismo: Música Brasileira dos Séculos XIX/XX
Modernism Campaigns: Brazilian music in the 19th and 20th Centuries

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 75 h
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2020 Desativação:

Objetivos
Introduzir para o aluno alguns conceitos da Musicologia para o estudo da música brasileira, desde os antecedentes do modernismo, em torno da proclamação da República, até o momento imediatamente posterior à II Guerra. Serão discutidos temas como Modernismo, Nacionalismo, Vanguarda, entre outros. De outro lado, também introduzir o aluno no pensamento musical de Mário de Andrade, bem como apresentar algumas obras musicais da primeira metade do século XX.
 
To introduce the students to main concepts of Musicology in the study of Brazilian music, from the historical background to Modernism, surrounding the proclamation of the Republic, to the period immediately after the Second World War. Among others, themes like Modernism, Nationalism, and vanguards will be discussed. Furthermore, students will be introduced to Mário de Andrade’s musical thinking, besides some of the most important musical works of the first half of the 20th Century.
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
52412 - Flávia Camargo Toni
 
Programa Resumido
A música brasileira da transição do século XIX para o século XX através das tensões geradas em torno da Grande Guerra, da celebração do centenário da Independência e do Modernismo com destaques para a obra de Villa-Lobos e o pensamento musical de Mário de Andrade.
 
Brazilian music from the 19th to 20th Century transitional period, through tensions around the World War, the celebration of Brazil’s 100th Independence anniversary, and Modernism, highlighting Villa-Lobos’s work and Mário de Andrade’s musicology
 
 
Programa
Símbolos da República Música francesa e carioca Villa Lobos na Semana de Arte Moderna Fonografia e música popular na década de 1920 Um musicólogo aprendiz: as viagens de Mário de Andrade em 1927 e em 1928/29 O Ensaio sobre música brasileira (1928) de Mário de Andrade Etnografias de Mário de Andrade: Na Pancada do Ganzá A música no Departamento de Cultura (1935/1938) Para mapear as músicas do Brasil: o Sphan e a imaterialidade (1936) A Missão de Pesquisas Folclóricas e o patrimônio intangível (1938) A música de batalha: a) O Mundo Musical – rodapé da Folha da Manhã b) O Grupo Música Viva c) Carta Aberta aos músicos e compositores, de Camargo Guarnieri
 
Symbols of the Republic French and carioca music Villa Lobos at the Modern Art Week Phonography and popular music in the ‘20s An apprentice musicologist: Mário de Andrade’s travels in 1927 and 1928/29 Mário de Andrade’s Essay on Brazilian Music (Ensaio sobre a música brasileira), 1928 Mário de Andrade’s etnographies: “Na Pancada do Ganzá” Music in the Department of Culture (1935/1938) Mapping Brazilian music: Sphan and immateriality (1936) The Mission of Folkloric Research and intangible heritage (1938) Battle music: a) Musical World – “Folha da Manhã”’s footnote b) The Música Viva Group c) Open letter to musicians and composers from Camargo Guarnieri
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, leitura e discussão de textos mediante fichamentos, audição e análise de obras.
Critério
Frequência, participação nas aulas, debates e seminários, realização de exercícios na sala de aula, individuais ou em grupo.
Norma de Recuperação
Aprovação com média igual ou superior a 5 e recuperação para os alunos que alcançarem média entre 4 e 4,9, mediante prova escrita.
 
Bibliografia
     
ABDANUR, Elizabeth França. Os "ilustrados" e a política cultural em São Paulo: o departamento de cultura na gestão Mário de Andrade (1935-1938) Elizabeth França Abdanur ; orientador Jorge Coli. São Paulo, s.n., 1992. 178 p. ANDRADE, Mário de, O Banquete, São Paulo, Duas Cidades, 1977. ANDRADE, Mário de, Danças Dramáticas do Brasil (3 tomos) - Belo Horizonte, Editora Itatiaia, Brasília, Instituto Nacional do Livro, Fundação Nacional Pró-Memória, 1982. ANDRADE, Mário de. Ensaio sobre Música Brasileira. São Paulo: Itatiaia, 1962. ANDRADE, Mário de. Pequena História da Música, São Paulo, Martins Editora, 1980, 9ª edição. ANDRADE, Mário de. O Turista Aprendiz. Organização, Introdução e Notas de Telê Porto Ancona Lopez. Brasília: IPHAN, 2015. (online) BARBATO JUNIOR, Roberto. Missionários de uma utopia nacional-popular: os intelectuais e o Departamento de Cultura de São Paulo. São Paulo, Annablume, 2004 BRITO, Mário da Silva. História do modernismo brasileiro: I – antecedentes da semana de arte moderna. 5.ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978. 322 p. (Coleção Vera Cruz. Literatura brasileira, v. 63) COLI. Jorge. Música Final. Campinas: Ed. Da Unicamp, 1998 CORREA DO LAGO, Manoel Aranha. O círculo Veloso-Guerra e Darius Milhaud no Brasil: Modernismo musical no Rio de Janeiro antes da Semana. Rio de Janeiro: Reler, 2010. CORREA DO LAGO, Manoel Aranha (org,). O boi no telhado. Darius Milhaud e a musica brasileira no modernismo Frances. São Paulo, Instituto Moreira Salles, 2012. DUARTE, Paulo. Mário de Andrade por ele mesmo. 2ª. ed. S Paulo, HUCITEC, SCET, 1977. GUÉRIOS, Paulo Renato. Heitor Villa-Lobos e o ambiente artístico parisiense: convertendo-se em um músico brasileiro. Mana, 9(1): 81-108, 2003. Disponível em: www.scielo.br/pdf/mana/v9n1/a05v09n1.pdf LOPEZ, Telê Porto Ancona. Mário de Andrade: ramais e caminho. São Paulo: Duas Cidades, 1972. MAMMÍ, Lorenzo. Carlos Gomes. São Paulo: Publifolha, 2001. MARIZ, Vasco. Três musicólogos brasileiros. Rio de Janeiro: Civ. Brasileira; Brasília: INL, 1983. MORAES, José Geraldo Vinci de. História e Música. São Paulo: IDEM. Sonoridades paulistanas. Rio de Janeiro: Bienal; Funarte, 1997. NEVES, José Maria. Música Brasileira Contemporânea. 2a ed. Rio de Janeiro: Contracapa, 2008. PARASKEVAÍDIS, Graciela. Quatro Manifestos Brasileiros, In: http://www.latinoamerica-musica.net. Montevideo, marzo 2004. RAFFAINI, Patrícia Tavares. Esculpindo a cultura na forma Brasil. São Paulo: Humanitas, 2001. ROMERO, Avelino. Hino Nacional Brasileiro: Que história é esta? São Paulo: Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, n. 38, 1995, p. 21-42. SILVA, Flávio (org.). Camargo Guarnieri: o homem e seu tempo. São Paulo; Rio de Janeiro: Imprensa Oficial; Funarte, 200. TINHORÃO, José Ramos. Pequena História da Música Popular. Petrópolis. Editora Vozes. 1974. TONI, Flávia Camargo. Mário de Andrade e Villa-Lobos. São Paulo, Centro Cultural S Paulo, 1987, 120 p. IDEM. A Missão de Pesquisa Folclóricas do Departamento de Cultura. S Paulo, CCSP, (1985). 51 p. TRAVASSOS, Elizabeth. Os mandarins milagrosos: arte e etnografia em Mário de Andrade e Bela Bartok. Rio de Janeiro: Funarte, Jorge Zahar, 1997 TRAVASSOS, Elisabeth. Modernismo e Música Brasileira. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2000. WISNICK, José Miguel. Coro dos Contrários: A Música em torno da Semana de 22. São Paulo, Duas Cidades, 1974. WISNICK, José Miguel e Squeff, Ênio - O nacional e o popular da Cultura Brasileira: Música. São Paulo. Brasiliense, 1982
 

Clique para consultar os requisitos para IEB0270

Clique para consultar o oferecimento para IEB0270

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP