Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Instituto de Biociências
 
Disciplinas Interdepartamentais do Instituto de Biociências
 
Disciplina: 0410111 - Estratégias e Instrumentos Educacionais para o Ensino de Ciências e Biologia
Educational strategies and resources for science and biological teaching

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 120 h ( Práticas como Componentes Curriculares = 45 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2019 Desativação:

Objetivos
Promover reflexões sobre temas pertinentes à formação do educador que atuará em Ciências e Biologia para diferentes contextos educacionais. Fortalecer habilidades como criatividade, organização e senso crítico para planejamento, execução e avaliação de práticas educativas extensionistas, utilizando instrumentos socioculturais, em atividades de campo apropriadas para cada contexto educacional.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
176390 - Alessandra Fernandes Bizerra
52645 - Maria Aparecida Visconti
1944096 - Suzana Ursi
 
Programa Resumido
Introdução às estratégias didáticas e à elaboração de projetos no ensino. Elaboração de material educomunicativo em diferentes contextos. Planejamento de atividades de campo extensionistas. Planejamento e elaboração de instrumentos avaliativos. Realização de intervenções em espaços não formais de ensino. Aprendizagem Baseada em Problemas (PBL) e aprendizagem por projetos. Cultura e historicidade para promover inovações em comunicação e educação em Ciências e Biologia.
 
 
 
Programa
Programa Teórico - Introdução às estratégias didáticas - Introdução a práticas educativas na interface Ciência e Arte. - Produção e utilização de material educomunicativo. - Direitos autorais e criação de instrumentos didáticos. - Planejamento de atividades de campo extensionistas. - Planejamento e elaboração de instrumentos avaliativos. - Museus e outros espaços de educação não formal e suas possibilidades no ensino de Ciências Programa Prático - Planejamento e elaboração de instrumentos didáticos. - Realização de projetos socioculturais utilizando tais instrumentos. - Elaboração de roteiros explicativos. - Realização de avaliações críticas sobre tais projetos.
 
 
 
Avaliação
     
Método
1.Participação em aulas expositivas dialogadas e em discussões sobre estratégias e instrumentos educacionais desenvolvidos pelos alunos. 2.Elaboração e apresentação por parte dos alunos de estratégias e instrumentos educacionais. 3.Interação estudantes-instituições parceiras.
Critério
1.Espera-se que o aluno contribua com as discussões desenvolvidas em sala de aula, realizando análises críticas do trabalho desenvolvido por colegas, de seu próprio trabalho e sobre os referenciais teóricos abordados na disciplina. 2.Espera-se que o aluno: incorpore os subsídios referentes aos referenciais teóricos abordados na disciplina no processo de elaboração de estratégias e recursos didáticos; desenvolva estratégias com coerência entre objetivo, instrumento e avaliação; elabore roteiros claros e completos que descrevam as estratégias desenvolvidas; 3.Espera-se que o aluno realize as atividades propostas, seguindo os objetivos propostos.
Norma de Recuperação
Não há.
 
Bibliografia
     
Básica: ANASTASIOU, L.G.C., ALVES L. Processos de Ensinagem na Universidade – pressupostos para as estratégias de trabalho em aula. Joinville: UNIVILLE, 2009. BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: ciências da natureza. Brasília: MEC/SEMTEC, 1999. BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio. Brasília: MEC/SEMTEC, 1999 BRASIL. PCN + Ensino Médio: orientações educacionais complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais, Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologia. Brasília: MEX/SEMTEC, 2002. CACHAPUZ, A, GIL-PEREZ, D., CARVALHO, AM.P., PRAIA, J, VILCHES, A. A necessária renovação do ensino das ciências. São Paulo: Cortez. 2005. PERRENOUD P. Avaliação: da excelência à regulação das aprendizagens, entre duas lógicas. Porto Alegre: Artmed, 1999. KRASILCHIK M. Práticas de Ensino de Biologia, Editora UFMG. 2004. Complementar CHASSOT, A. Alfabetização científica: uma possibilidade para a inclusão social. Revista Brasileira de Educação, v. 23, p. 9-100, 2003. SANTOS, W.L.P. D. Educação científica na perspectiva de letramento como prática social: funções, princípios e desafios. Revista Brasileira de Educação, v. 12, n.36, p.474-491. 2007 SASSERON, L.H. E CARVALHO, A.M.P.D. Almejando a alfabetização científica no ensino fundamental: a proposição e a procura de indicadores do processo. Investigações em Ensino de Ciências, v. 13, p. 333-353. 2008. URSI, S. Elaboração de relatórios científicos: informações básicas para jovens investigadores dos ensinos fundamental e médio. São Paulo: Departamento de Botânica, Instituto de Biociências, Universidade de São Paulo, 2008.
 

Clique para consultar os requisitos para 0410111

Clique para consultar o oferecimento para 0410111

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP