Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Instituto de Biociências
 
Disciplinas Interdepartamentais do Instituto de Biociências
 
Disciplina: 0410405 - Educação Inclusiva e Ensino de Ciências
Inclusive Education and Science Education

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 120 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2017 Desativação:

Objetivos
Promover reflexões sobre Educação Inclusiva, tema pertinente à formação do professor que atuará em Ciências para o Ensino Fundamental II e/ou Biologia para o Ensino Médio, bem como de educadores de diferentes espaços de ensino. Promover reflexões sobre questões conceituais relativas à Educação Inclusiva, no contexto do Ensino de Ciências. Propiciar o desenvolvimento de habilidades como organização e senso crítico para planejamento, execução e avaliação de estratégias didáticas voltados para o Ensino de Ciências mais inclusivo. Oferecer um espaço para debates a respeito dos fundamentos, políticas governamentais e práticas da Educação Inclusiva.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
176390 - Alessandra Fernandes Bizerra
463504 - Celi Rodrigues Chaves Dominguez
501489 - Daniela Lopes Scarpa
52645 - Maria Aparecida Visconti
1944096 - Suzana Ursi
 
Programa Resumido
- Introdução a fundamentos e documentos oficiais relativos à Educação Inclusiva. - Reflexões sobre pesquisas e ações educativas desenvolvidas na interface entre Ensino de Ciências e Educação Inclusiva. - Desenvolvimento de projetos educativos para o Ensino de Ciências, em uma perspectiva inclusiva.
 
 
 
Programa
- Introdução a fundamentos e documentos oficiais relativos à Educação Inclusiva. - Diferentes dimensões da Educação Inclusiva, com foco na Educação Especial e Inclusão Social. - Tensões e polêmicas sobre políticas, programas e ações inclusivas. - Educação de surdos e Língua Brasileira de Sinais e suas interfaces com Ensino de Ciências. - O Ensino de Ciências para cegos e pessoas com diferentes graus de deficiência visual. - Processos educativos voltados para pessoas com deficiência intelectual, transtornos do desenvolvimento e altas habilidades. - Projetos educativos de Inclusão Social em espaços de Educação Formal e Não Formal. - Planejamento, elaboração e avaliação de instrumentos educacionais voltados para o Ensino de Ciências e Educação Inclusiva.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Avaliação processual, considerando i) a participação dos alunos em aulas expositivas dialogadas, seminários e projetos; e ii) elaboração, apresentação e avaliação de estratégias e/ou instrumentos educacionais.
Critério
1. Contribuição com as discussões desenvolvidas em sala de aula, realizando análises críticas do trabalho desenvolvido por colegas, de seu próprio trabalho e sobre os referenciais teóricos abordados na disciplina. 2. Apropriação dos subsídios referentes aos referenciais teóricos abordados na disciplina no processo de elaboração das ações educativas; desenvolvimento de estratégias com coerência entre objetivo, instrumento e avaliação; elaboração de roteiros claros e completos que descrevam as estratégias desenvolvidas.
Norma de Recuperação
Não há.
 
Bibliografia
     
BLANCO, R. A atenção à diversidade na sala de aula e as adaptações do currículo. In: COLL, C.; MARCHESI, A.; PALACIOS, J. (Orgs.). Desenvolvimento psicológico e educação: transtornos de desenvolvimento e necessidades educativas especiais. Porto Alegre: Artmed. 2004. BRASIL. Declaração de Salamanca: sobre princípios, políticas e práticas na área das necessidades educativas especiais. Brasília: CORDE, 1994. BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Política Nacional da educação especial na perspectiva da educação inclusiva. MEC, 2008. CAPOVILLA, F. C. Filosofias educacionais em relação ao surdo: do oralismo à comunicação total ao bilinguismo. Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, Revista Brasileira de Educação Especial, v.6, n.1, 2000. CARVALHO, R. Educação inclusiva: com os pingos nos “is”. Porto Alegre: Mediação, 2004. GOLDFELD, M. A criança Surda: Linguagem e Cognição numa perspectiva sociointeracionista. São Paulo: Plexus, 2001. p. 34. LEITE, L. P.; MARTINS, S. Fundamentos e Estratégias Pedagógicas Inclusivas. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012. MAZZOTTA, M. Educação Especial no Brasil: história e políticas públicas. São Paulo: Cortez, 1996. RODRIGUES, D. (Org.). Inclusão e educação: doze olhares sobre educação inclusiva. São Paulo: Summus, 2006. STAINBACK, S.; STAINBACK, W. Inclusão: um guia para educadores. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1999. UNESCO. Declaração da Guatemala, 2001 (Decreto nº. 3.956 de 2001). Convenção Interamericana para a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Pessoas Portadoras de Deficiência. Brasília, 2001.
 

Clique para consultar os requisitos para 0410405

Clique para consultar o oferecimento para 0410405

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP