Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Odontologia de Bauru
 
Interdepartamental
 
Disciplina: 2500020 - Saúde Coletiva: Ações da USP em Rondônia II
Community Health: USP's actions in Rondônia II

Créditos Aula: 5
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 75 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2018 Desativação:

Objetivos
- Integrar ações de saúde coletiva em equipe interdisciplinar (odontologia e fonoaudiologia) para ser aplicada na realidade do processo saúde-doença de localidades desfavorecidas;
- Formular hipóteses de novos cenários de práticas relacionados às diversidades socioculturais do estado de Rondônia para o desenvolvimento de trabalhos educativos e preventivos, com o propósito de enfatizar a integração entre as áreas da saúde e educação;
- Aplicar conceitos de epidemiologia para planejamento de atividades específicas, próprias da Nova Promoção de Saúde, para a região amazônica e localidades inóspitas do Brasil;
- Após completar o desenvolvimento das atividades práticas propostas, o aluno deverá ser capaz de atuar em programas clínicos em apoio às atividades de promoção de saúde.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1609484 - Magali de Lourdes Caldana
3208636 - Roosevelt da Silva Bastos
 
Programa Resumido
A disciplina apresenta um elenco de práticas de promoção da saúde, que acontecerá no estado de Rondônia, integrando conceitos de saúde entre estudantes de odontologia e fonoaudiologia, em condições práticas dentro de equipes de saúde.
 
 
 
Programa
- Prática de saúde coletiva;
- Atendimento clínico de especialidades odontológicas e fonoaudiológicas de acordo com a realidade local;
- Atividades educativas e preventivas para Promoção da Saúde em escolas de zona urbana e rural;
- O trabalho em equipe multidisciplinar: relevância da odontologia e fonoaudiologia na prática diária;
- Planejamento e atuação preventivo-educativa em programas de saúde;
- Atuação interdisciplinar na área da saúde: agentes comunitários e o seu papel social;
- Realização de atividades epidemiológicas para reconhecimento das condições básicas de saúde da comunidade local em zona urbana e rural.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Freqüência às atividades propostas e relatório das atividades práticas.
Critério
Provas teóricas e práticas; seminários e relatórios das atividades práticas.
Norma de Recuperação
Realização de prova teórica com conteúdo das ações práticas executadas no decorrer desta disciplina.
 
Bibliografia
     
Bibliografia Básica VIEIRA, R. M.; VIEIRA, M. M.; AVILA, C. R. B.; PEREIRA, L. D. Fonoaudiologia e saúde pública. Carapicuíba: Pró-fono, 2000;Projeto SB Brasil 2003: condições de saúde bucal da população brasileira 2002-2003: resultados principais / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – Brasília: Ministério da Saúde, 2004. Bibliografia Complementar 1. BITAR, M. L. et AL. Caracterização da saúde de crianças atendidas em creches e prevenção dos distúrbios de comunicação. Rev. Saúde Pública, vol. 28, n. 1, p. 46-58, 1994; 2. CARVALHO, M. P. A fonoaudiologia e suas relações com a odontopediatria. In: GUEDES-PINTO, A. C. Odontopediatria. SP: Editora Santos, 1997, 6 edição, p. 855-73, capítulo 46; 3. PADOVAN, B. A. E. Correlação entre fonoaudilogia e odontologia. Curitiba: J. Bras Ortodont Ortop Max, vol. 1, n 5, p. 73-6, 1996; 4. BEZERRA, V. M. L. Alfabetização, relação professor/aluno e o fracasso seletivo nas escolas públicas: uma perspectiva psicogenética. USP, São Paulo, 1989. (Tese de doutorado); 5. FREIRE, P. & MACEDO, D. Alfabetização, leitura do mundo, leitura da palavra. Paz e Terra, Rio de Janeiro, 1990; 6. MESSIAS, E. Income inequality, illiteracy rate, and life expectancy in Brazil. AM. J. Public Health, 2003 Aug;93(8):1294-6; 7. OMPAD, D. C.; GALEA, S.; CAIAFFA, W. T.; VLAHOV, D. Social determinants of the health of urban populations: methodologic considerations. J Urban Health. 2007 May;84(3 Suppl):i42-53. 8. PEARCE, N.; SMITH, G. D. Is social capital the key to inequalities in health? Am J Public Health. 2003 Jan;93(1):122-9. 9. Petersen PE. Sociobehavioural risk factors in dental caries – international perspectives. Community Dent Oral Epidemiol 2005; 33: 274–9. 10. JUNG-WEI CHEN, D.D.S., M.S.; MARTIN H. HOBDELL, B.D.S., M.A., Ph.D.; KIM DUNN, M.D., Ph.D.; KATHY A. JOHNSON, Ph.D.; JIAJIE ZHANG, Ph.D. Teledentistry and its use in dental education. JADA, Vol. 134, March 2003. 11. WORLD HEALTH ORGANIZATION. Oral health surveys: basic methods. 4. ed. Geneva: ORH; EPID, 1997. 12. MENEGHIM, M. C.; KOZLOWSKI, F. C.; PEREIRA, A. C.; AMBROSANO, G. M. B.; MENEGHIM, Z. M. de A. Classificação socioeconômica e sua discussão em relação à prevalência de cárie e fluorose dentária. Ciência & Saúde Coletiva, 12(2): 523-529, 2007. 13. HOBDELL, M. H.; MYBURGH, N. G.; KELMAN, M.; HAUSEN, H. Setting global goals for oral health for the year 2010. Int Dent J. 2000 Oct;50(5):245-9. 14. HOBDELL, M.; PETERSEN, P. E.; CLARCKSON, J; JOHNSON, N. Global goals for oral health 2020. Int Dent J. 2003 Oct;53(5):285-8. 15. HOBDELL, M.; OLIVEIRA, E. R.; BAUTISTA, R.; MYBURGH, N. G.; LALLO, R. NARENDRAN, S.; JOHNSON, N. W. Oral diseases and socio-economic status (SES). Br Dent J. 2003 Jan 25;194(2):91-6.
 

Clique para consultar os requisitos para 2500020

Clique para consultar o oferecimento para 2500020

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP