Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Instituto de Psicologia
 
Disciplinas Interdepartamentais do Instituto de Psicologia
 
Disciplina: 4702896 - Técnicas Projetivas em Avaliação Psicológica
Projective Techniques in Psychological Assessment

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2020 Desativação:

Objetivos
Apresentar os modos de aplicação e avaliação das várias técnicas projetivas utilizadas na área do psicodiagnóstico compreensivo e interventivo. Apresentar as noções introdutórias relativas à interpretação dos resultados obtidos com as mesmas, considerando a finalidade, o contexto e as variáveis biopsicossociais do indivíduo no processo de avaliação psicológica. Informar e discutir acerca das implicações éticas decorrentes do uso destas técnicas.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
791212 - Helena Rinaldi Rosa
774870 - Leila Salomao de La Plata Cury Tardivo
 
Programa Resumido
1. As Técnicas Projetivas verbais, gráficas e de completamento. 2. O Teste do Desenho da Pessoa na chuva: fundamentação, aplicação e análise. 3. O teste das Fábulas de Düss: fundamentação, aplicação e interpretação. 4. O Questionário Desiderativo: fundamentação - o conceito de força do ego. 5. Aplicação e Interpretação. 6. O Teste das Pirâmides Coloridas de Max Pfister: fundamentação, aplicação e análise. 7. A elaboração de relatório - a integração dos dados.
 
 
 
Programa
1. As Técnicas Projetivas verbais, gráficas e de completamento 1A - Classificações das Técnicas Projetivas. 1B - Técnicas gráficas: o Teste do Desenho da Pessoa na Chuva. 1C - Verbais: Questionário Desiderativo. 1D - Técnicas de completamento como: o Teste das Fábulas de Düss. 2. O Teste do Desenho da Pessoa na chuva: fundamentação, aplicação e análise 2A - Fundamentação teórica e as condições de aplicação. 2B - A interpretação do teste do Desenho da Pessoa na Chuva: aos aspectos adaptativos; expressivos e de conteúdo. 2C - Os elementos "chuva" e "guarda-chuva" adicionais. 3. O teste das Fábulas de Düss: fundamentação, aplicação e interpretação 3A - Fundamentação teórica e Técnica de aplicação. 3B - Análise para do Teste das Fábulas de Düss - itens de conteúdo. 4. O Questionário Desiderativo: fundamentação - o conceito de força do ego 4A - Fundamentação teórica - Ansiedades e defesas e a forma como o sujeito capta o enquadre. 5. Aplicação e Interpretação 5A - Técnica de aplicação. 5B - Avaliação do Questionário Desiderativo; o referencial de análise: os mecanismos de defesa e os tipos de vínculos. 6. O Teste das Pirâmides Coloridas de Max Pfister: fundamentação, aplicação e análise 6A - Fundamentação teórica e histórico. 6B - Técnica de aplicação do teste e registro. 6C - Correção e interpretação do teste. 7. A elaboração de relatório - a integração dos dados: desenvolvimento do raciocínio clínica e estudos de caso
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aplicação e análise do Questionário Desiderativo, Fábulas de Düss e Teste das Pirâmides Coloridas de Max Pfister e o respectivo relatório. Levantamento bibliográfico sobre as publicações relativas às técnicas. Trabalhos em grupo em sala de aula.
Critério
Relatórios em grupo - 2 (média).
Norma de Recuperação
Trabalho escrito.
 
Bibliografia
     
Anzieu, D. (1979). Os Métodos Projetivos. Rio de Janeiro, Campos. Grassano, E. - Indicadores Psicopatológicos nas Técnicas Projetivas. São Paulo, Casa do Psicólogo, 1996. Villemor-Amaral, A. E. (2005). As Pirâmides Coloridas de Pfister. CETEPP. Villemor-Amaral, A. E., Farah, F. H. Z. &Primi, R. (2004). O Teste das Pirâmides Coloridas e o transtorno do pânico. Psicologia em Estudo, 9(2), p. 301-307. Villemor-Amaral, A. E., Primi, R., Farah, F. H. Z., Cardoso, L. M. & Franco, R. R. C. (2003). Revisão das expectativas no Pfister para uma amostra normativa. Avaliação Psicológica, 2(2), p. 185-188. Villemor-Amaral, A. E., Primi, R., Franco, R. R. C., Farah, F. H. Z., Cardoso, L. M. & Silva, T. C. (2005). O Teste de Pfister e sua contribuição para diagnóstico da esquizofrenia. Revista do Departamento de Psicologia - UFF, 17(2), p. 89-98. Villemor-Amaral, A. E., Silva, T. C. & Primi, R. (2003). Indicadores de alcoolismo no Teste das Pirâmides Coloridas de Max Pfister. PsicoUSF, 8(1), p. 33-38. Tardivo, LPC. O Teste da apercepção infantil e o teste das Fábulas de Düss: Respostas típicas na população brasileira e aplicações no contexto das técnicas projetivas, São Paulo: Vetor, 1998. AA Pinto Junior, LS Tardivo. Estudio del funcionamiento psicodinamico de agresores sexuales con el cuestionario desiderativo- 2015. GC Nijamkin, MG Braude, L Tardivo. O questionário desiderativo. São Paulo: Vetor, 2000. Pinto Jr. A; ROSA, H.R.; CHAVES, G.; TARDIVO, LEILA SALOMÃO DE LA PLATA CURY. O Questionário Desiderativo: fundamentos psicanalíticos e revisão da literatura. pepscic, v. 70, p. 274-287, 2018. AA Pinto Junior, LS Tardivo. Aspectos psicodinamicos de agressores sexuales domesticos de niños y adolescentes: consideraciones a partir del cuestionario desiderativo – Modernidad, tecnología y sintomas contemporáneos: perspectivas clínicas, políticas, sociales y filosóficas, Buenos Aires (2008). Vagostello, L. ; Pinto Junior, A.A. ; Esteves, C. ; Tardivo, L. S. L. P. C. . Dibujo de la persona bajo la lluvia en niños victimas de malos tratos en Brasil. Contextos y Diversidad Cultural, v. 1, p. 156-159, 2007. Tardivo, L. S. L. P. C.; Pinto Junior, A.A. ; Santos, M.R. . Avaliação psicológica de crianças vítimas de violência doméstica por meio do teste das fábulas de Düss. Psic (São Paulo), v. 6, p. 59-66, 2003.
 

Clique para consultar os requisitos para 4702896

Clique para consultar o oferecimento para 4702896

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP