Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
 
Psicologia
 
Disciplina: 5940164 - Psicologia da Educação
Psychology of Education

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 120 h ( Estágio: 60 h , Práticas como Componentes Curriculares = 20 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2014 Desativação:

Objetivos
8.1 Caracterizar a Psicologia da Educação como uma disciplina que visa contribuir, juntamente com outras disciplinas, para uma melhor compreensão e explicação dos fenômenos educativos.
8.2 Analisar as dimensões teórica, conceitual, técnica e prática da psicologia no campo educacional e escolar.
8.3 Propiciar uma visão ampla e crítica dos temas e problemas presentes nas agendas científicas e profissionais relacionados com a Psicologia da Educação.
8.4 Analisar os alcances e as limitações da Psicologia da Educação na compreensão da educação escolar.
8.4 Situar as proposições da Psicologia da Educação no marco de uma aproximação com outras áreas do saber, especialmente a Filosofia, a História, a Sociologia e a Antropologia.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1075420 - Luciana Carla dos Santos Elias
 
Programa Resumido
A disciplina caracteriza dimensões teóricas e práticas no campo educacional e escolar, buscando desenvolver visão ampla dos problemas e limites relacionados a psicologia da educação, na compreensão da educação.
 
 
 
Programa
1. Desenvolvimento físico, psicológico, cognitivo e social: da primeira infância à adolescência.
1.1 Os anos pré-escolares: processos cognitivos básicos; aquisição da linguagem; desenvolvimento social e da personalidade; desenvolvimento da função simbólica.
1.2 Dos 6 aos 12 anos: processos cognitivos básicos, desenvolvimento social e moral; relações sociais na escola;
1.3 Adolescência: desenvolvimento cognitivo e aprendizagem, desenvolvimento psico-social e psico-sexual; relações sociais na adolescência.
1.4 Relações entre desenvolvimento e educação.
2. As "teorias da aprendizagem": processos e princípios básicos para explicar a aprendizagem
2.1 As teorias de Pavlov, Watson e Skinner
2.2 A aprendizagem verbal significativa
2.3 O processamento da informação e a aprendizagem escolar
3. As fontes teóricas da concepção construtivista:
3.1 A teoria genética do desenvolvimento intelectual.
3.2 A teoria da assimilação e as condições para uma aprendizagem significativa.
3.3 Significado e sentido na aprendizagem escolar.
3.4 A teoria sociocultural do desenvolvimento e da aprendizagem.
3.5 A associação entre erro e fracasso escolar.
3.6 Possibilidades e limites da transposição do conhecimento psicológico para a prática educativa.
4. As aprendizagens escolares fundamentais:
4.1 A aprendizagem de conteúdos escolares: características, ampliação e diferenciação.
4.2 A aprendizagem de fatos, conceitos e princípios.
4.3 A aprendizagem de procedimentos.
4.4 A aprendizagem de valores, normas e atitudes.
4.5 O caráter integrado das aprendizagens escolares.
5. Fatores psicossociais, relacionais e contextuais implicados na aprendizagem escolar:
5.1 O papel das representações e expectativas na aprendizagem escolar.
5.2 A interação professor-aluno.
5.3 A interação entre alunos.
5.4 (In) disciplina na escola: diferentes perspectivas de análise.
5.5 Os processos de socialização e a relação família-escola.
 
 
 
Avaliação
     
Método
O programa será desenvolvido por meio de exposições dialogadas, seminários, elaboração de resenhas e discussões em pequenos e grandes grupos.
Critério
Realização de prova escrita, seminários e relatórios de estágio. Todas avaliações variarão de zero a dez e a nota final será a média aritmética das mesmas.
Norma de Recuperação
Realização de uma prova escrita abordando todo o conteúdo programático da disciplina.
 
Bibliografia
     
Aquino JG. Confrontos na sala de aula: uma leitura institucional da relação professor-aluno. São Paulo, Summus, 1996.
_______.(org.) Indisciplina da escola: alternativas teóricos práticas. São Paulo, Summus, 1996.
_______.(org.) Erro e fracasso na escola: alternativas teóricas e práticas. São Paulo, Summus, 1997.
Carretero, M. Construtivismo e Educação. Porto Alegre, Artes Médicas, 1997.
Carvalho, JSF. Construtivismo: uma pedagogia esquecida da escola. Porto Alegre, Artes Médicas, 2001.
Coll C, Palácios J, Marchesi A (orgs). Desenvolvimento Psicológico e Educação (vols 1 e 2). Porto Alegre, Artes Médicas, 1996.
Coll C et al. Psicologia do Ensino. Porto Alegre, Artes Médicas, 2000.
Cunha, MV.Psicologia da Educação. Rio de Janeiro, DP&A, 2001
Foulin JN, Mouchon S. Psychologie de l´education. Paris, Éditions Nathan, 1998.
La Taille Y, Oliveira MK, Dantas H. Piaget, Vygotsky, Wallon: teorias psicogenéticas em discussão. São Paulo, Summus, 1992.
_______. Limites: três dimensões educacionais. São Paulo, Editora Ática, 2000.
Macedo L. Ensaios construtivistas. São Paulo, Casa do Psicólogo, 1994.
Patto MHS. A produção do fracasso escolar: histórias de submissão e rebeldia. São Paulo, Casa do Psicólogo, 2000.
Pérez Gómez, AI. A cultura escolar na sociedade neoliberal. Porto Alegre, Artes Médicas, 2001.
Perrenoud P. Ofício de aluno e sentido do trabalho escolar. Porto, Porto Editora, 1995.
Tedesco JC. O novo pacto educativo: educação, competitividade e cidadania na sociedade moderna. São Paulo, Ática, 2001.
Vygotski L. A formação social da mente. São Paulo, Martins Fontes, 1984.
 

Clique para consultar os requisitos para 5940164

Clique para consultar o oferecimento para 5940164

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP