Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
 
Psicologia
 
Disciplina: 5940218 - Etologia e Genética
Ethology and Genetics

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 90 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2014 Desativação:

Objetivos
8. Objetivos:
Geral: Compreensão e aplicação da abordagem evolucionista ao estudo do comportamento, particularmente, do pressuposto de que o comportamento está sujeito a algum nível de determinação genética.

Específico: Ao final da disciplina, os alunos deverão ser capazes de descrever, quantificar e interpretar dados de observação direta e experimental do comportamento animal, incluindo humano; elaborar questões e experimentos para testá-las em termos dos conceitos etológicos básicos; compreender os conceitos básicos da genética e explicar de que maneira os genes influenciam o comportamento e outras características biológicas; discutir as contribuições dos componentes genéticos e ambientais do comportamento; ler e interpretar artigos que utilizem conceitos de etologia e genética.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2987029 - Patricia Ferreira Monticelli
 
Programa Resumido
 
 
 
Programa
A natureza humana. Etologia: fundadores e fundamentos. A Etologia no Brasil. As quatro questões de Tinbergen: os aspectos causais e distais do comportamento. Psicologia Evolucionista: origem, pressupostos e novas vertentes. Ambiente de Adaptação Evolutiva: diferentes visões. Métodos de pesquisa em Etologia: da pergunta à avaliação dos resultados. Do genótipo ao fenótipo: genética e epigenética
Sistemas de herança epigenéticos e comportamento. Estudos quantitativos e qualitativos em genética do comportamento. Psicopatalogia evolucionista. Evolução e Desenvolvimento Humano. Comportamento Parental. Brincadeira e Empatia. Comportamento reprodutivo. Comportamento agonístico. Comportamento alimentar. Comportamento social: moralidade, cooperação e trapaça. As sociedades humanas. Arquitetura da mente, cognição e emoção. Evolução da inteligencia e a Cognição social. Evolução da linguagem simbólica
 
 
 
Avaliação
     
Método
Atividades Didáticas: aulas teóricas expositivas com discussão sobre a bibliografia sugerida para a aula.
O aluno deverá: ler os textos obrigatórios de cada aula e participar ativamente das discussões sobre os textos durante as aulas, oralmente ou por escrito, como lhe for solicitado.
Aula prática: observação, descrição e elaboração de etograma
Aula prática: registro com base no etograma atraves do programa EthoLog.
Critério
Aplicação de duas provas (P1 e P3) e avaliação de desempenho na atividade prática (AP). A média final corresponde a media aritmética dessas três avaliações: P1+P2+AT/3
Norma de Recuperação
O aluno que tiver obtido nota final inferior à mínima para aprovação, poderá fazer uma prova escrita de recuperação versando sobre todo o conteúdo do semestre, na qual deverá obter a mínima para aprovação.
 
Bibliografia
     
Básica:

Textos escritos para esta disciplina ou adaptados a partir dos periódicos: Ciência Hoje, Biotemas, Anais dos Encontros Anuais de Etologia, Natural History, Scientific American, American Scientist e outros.

ALCOCK, J. (2011). Comportamento Animal: uma abordagem evolutiva. Grupo A.

.

JABLONKA, E., & LAMB, M. J. (2010). Evolução em quatro dimensões: DNA, comportamento e a história da vida (511 pp.). São Paulo: Companhia das Letras. São Paulo.


RIDLEY, M. (2004). O Que nos Faz Humanos (R. Vinagre, trad.). Rio de Janeiro: Record, p. 399.

YAMAMOTO, M. E., OTTA, E. (2009). Psicologia Evolucionista. Guanabara-Koogan, RJ.

• Bibliografia Recomendada:

BARKOW, J. H., Cosmides, L, & Tooby, J. (1992). The Adapted Mind. New York: Oxford University Press.

BUSS, D. M. (1999). Evolutionary Psychology: The New Science of The Mind. Boston: Allyn and Bacon.

DAMÁSIO, A. R. (1994). O Erro de Descartes das Letras. SP: Companhia das Letras.

EIBL-EIBESFELDT, I. (1989). Human Ethology. Nova York: Aldine de Gruyter.

GOODALL, J. (1991). Uma Janela para a Vida: 30 anos com os Chipanzés da Tanzânia. Rio de Janeiro: Zahar.

GOULD, J. L. (1982). Ethology: the mechanisms and evolution of behavior. New York: Norton.

HINDE, R. A. (1987). Individuals , relationships and culture – links Between Ethology and the Social Sciences. Cambridge: Cambridge University Press.

OTTA, E. (1994). O Sorriso e seus Significados. Petrópolis. Vozes.

PINKER, S.( 1994). O Instinto da Linguagem. São Paulo: Martins Fontes.

PINKER, S. (2004). Tabula Rasa. São Paulo: Companhia das Letras.

PINKER, S . (2009). My genome, my self. New York Times, acessado em 11 de Janeiro de 2011, http://www.nytimes.com/2009/01/11/health/11iht-11genomet.19254167.html



SOUZA, L., M. de F. Q. de Freitas (1998). Psicologia: Reflexões (im)pertinentes. São Paulo: Casa do Psicólogo.


TINBERGEN, N. (1972-1973). An animal and its world: explorations of an ethologist. London: Allen & Unwin.

DE WAAL, F. & TYACK, P. (eds.)(2003). Animal social complexity. New York: Harvard University Press
 

Clique para consultar os requisitos para 5940218

Clique para consultar o oferecimento para 5940218

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP