Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
 
Psicologia
 
Disciplina: 5940404 - Psicometria
Psychometrics

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/1986 Desativação:

Objetivos
Geral: Os alunos, no final do curso, deverão ser capazes de identificar em diferentes índices psicometricos.
- Os alunos no final do curso deverão ser capazes de distinguir as diferentes aplicações dos índices psicométricos na pesquisa e nos diversos domínios da Psicologia Aplicada.
- Os alunos no final do curso deverão ser capazes de escolher um modelo psicométrico que se adapte melhor a um problema concreto.
- Os alunos no final do curso deverão ser capazes de interpretar os resultados obtidos de maneira crítica, levando em consideração as restrições implicadas no modelo escolhido.
- Os alunos no final do curso deverão ser capazes de identificar e conceituar os diversos elementos psicométrico inseridos em qualquer testes psicológicos.

Específicos:

Da Unidade I
- Os alunos deverão ser capazes de identificar os vários critérios que caracterizam a medida em Psicologia.
- Os alunos deverão ser capazes de distinguir as diversas posições teóricas sobre o desenvolvimento da metrologia nas ciências.
- Os alunos deverão ser capazes de identificar os problemas fundamentais inseridos nas medidas em Psicologia.
- Os alunos deverão ser capazes de caracterizar as tendências que deram a origem e o desenvolvimento da Psicometria.
- Os alunos deverão ser capazes de caracterizar e diferenciar as contribuições de diversos autores no que diz respeito à Psicometria inspirada na metodologia dos testes mentais.
- Os alunos deverão ser capazes de caracterizar e diferenciar as contribuições de diversos autores no que diz respeito à Psicometria inspirada na Psicofísica.

Da Unidade II
- Os alunos deverão ser capazes de identificar a posição de S. S. Stevens sobre o problema da mensurtaçäo nas ciências.
- Os alunos deverão ser capazes de discutir por escrito a afirmação de que: "A matemática é uma invenção do homem e não uma descoberta.
- Os alunos deverão ser capazes de identificar os elementos envolvidos na teoria clássica de medidas e que distinguem a operação de medir.
- Os alunos deverão ser capazes de discutir por escrito a posição de S. S. Stevens sobre a operação de medir.
- Os alunos deverão ser capazes de caracterizar a condição fundamental da medida em Psicologia. Identificar as operações admissíveis das diversas escalas (níveis de medida).
- Os alunos deverão ser capazes de identificar as diferenças principais entre os diversos níveis de mensuração.

Da Unidade III
- Os alunos deverão ser capazes de identificar os elementos fundamentais que estão inseridos na definição de Anastasi de um Teste Psicológico.
- Os alunos deverão ser capazes de identificar os elementos fundamentais que estão inseridos na definição de Pichet de um teste Psicológico.
- Os alunos deverão ser capazes de identificar as semelhanças e diferenças entre as definições de Anastasi e Pichot de um teste psicológico.
- Os alunos deveräo ser capazes de identificar e conceituar os diferentes elementos que caracterizam um teste, tais como: padronização, normalização, fidedignidade, sensibilidade ou capacidade discriminativa e validade.
- Os alunos deverão ser capazes de classificar e caracterizar os testes psicológicos, baseados nas colocações de Cronbach e Van Kolck.

Da Unidade IV
- Os alunos deverão ser capazes de caracterizar o que consiste uma população normativa e discutir o valor do resultado bruto obtido por um examinando num dado teste.
- Os alunos deverão identificar e conceituar os tipos de erros possíveis de serem cometidos na escolha de uma amostra.
- Os alunos deverão ser capazes de deduzir matematicamente e interpretar a formula matemática utilizada para correção das notas obtidas através de testes compostos de itens com alternativas de múltiplas escolha.
- Os alunos deverão ser capazes de utilizar e interpretar em dados concretos de testes, as diferentes escalas de medidas padronizadas.
- Os alunos deverão ser capazes de enumerar as vantagens e desvantagens dos dois em relação à nota reduzida "z".
- Os alunos deverão ser capazes de deduzir e mostrar a redução de uma nota "z" à uma transformação linear.

Da Unidade V
- Os alunos deverão ser capazes de conceituar os diferentes coeficientes de fidedignidade e utilizá-los em dados concretos de um teste, em exercícios práticos que serão apresentados em sala de aula.
- Os alunos deverão ser capazes de distinguir e caracterizar a importância dos diferentes coeficientes de fidedignidade e validade na escolha de um teste para futura aplicação.

Da Unidade VI
- Os alunos deverão ser capazes de conceituar os diferentes tipos de validade.
- Os alunos deverão ser capazes de descrever a importância dos critérios referentes à estimulação da validade de um teste.
- os alunos deverão ser capazes de diferenciar e utilizar as diferentes formulas de correção de validade.

Da Unidade VII
- Os alunos deverão ser capazes de interpretar e analisar o modelo proposto para análise das perdas e benefícios da seleção.
- Os alunos deverão ser capazes de interpretar o modelo matemático proposto por Faverge sobre o efeito da razão de seleção sobre a validade.

Da Unidade VIII
- Os alunos deverão ser capazes de interpretar e utilizar o coeficiente de correlação múltipla.
- Os alunos deverão ser capazes de caracterizar a importância e o significado da variável supressora de Horst.

Da Unidade IX
- Os alunos deverão ser capazes de caracterizar os elementos referentes à análise dos itens contidos nos teste psicológico, tais como: variância, desvio padrão, fidedignidade e validade.
- Os alunos deverão ser capazes de descrever por escrito alguns princípios gerais utilizados na seleção de itens de um teste.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
69629 - Jose Aparecido Da Silva
 
Programa Resumido
 
 
 
Programa
Unidade 1

1. O problema da medida nas Ciências.
1.1. O desenvolvimento da metrologia em função da
evolução das Ciências.
1.2. O problema da medida em Psicologia.

1.3. Diferenças individuais e processos psicológicos

2. A origem e o desenvolvimento da Psicometria
2.1. Psicometria inspirada pela metodologia dos testes
mentais
2.2. Psicometria de inspiração psicofísica
2.3. Escalas psicométricas na Psicologia Social

Unidade 2

3. Teoria geral da medida
3.1. consideraçöes gerais sobre os modelos matemáticos da Psicometria
3.2. Níveis de mensuração
3.3. Transformações admissíveis sobre as escalas
Níveis de mensuração
3.4.1. generalização da teoria clássica de medidas
3.4.2. Escala nominal
3.4.3. Escala ordinária
3.4.4. Escala de intervalo
3.4.5. Escala de razão

Unidade 3

4. Características metrológicas dos testes psicológicos
5. Classificação dos testes psicológicos
5.1. testes de performance
5.2. testes de comportamento habitual

Unidade 4

6. Técnicas de padronização
6.1. população normativa
6.2. escalas de medidas padronizadas
6.2.1. normas de idade
6.2.2. percentis e decis
6.2.3. Resultados padrão: lineares e não lineares

Unidade 5

7. Fidedignidade das medidas psicológicas
7.1. equação fundamental da fidedignidade
7.2. estimação da fidedignidade das medidas
7.3. coeficientes de estabilidade e equivalência
7.4. consistência interna dos itens

Unidade 6

8. Validade das medidas psicológicas
8.1. validade de conteúdo
8.2. validade concorrente
8.3. validade produtiva
8.4. validade estrutural
8.5. relação entre os diversos tipos de validade
8.6. estimação de validade
8.7. correção da validade (fórmulas para atenuação)

Unidade 7

9. Validade e eficiência
9.1. Interpretação do coeficiente de validade
9.2. Benefícios e perdas na seleção
9.3. O efeito da razão de seleção sobre validade: modelo
matemático de Faverge

Unidade 8

10. Prognóstico múltiplo
10.1. coeficiente de determinação e a correlação múltipla
10.2. regressão múltipla e a variável supressora de Horst

Unidade 9

11. Construção dos itens de um teste
11.1. Elaboração de material destinado à construção de itens de um teste
11.2. Análise de itens
11.2.1. objetivos e aplicação da análise de itens
11.2.2. índice de dificuldade dos itens
11.2.3. curva característica dos itens
11.2.4. índice de fidedignidade dos itens
11.2.5. índice de validade dos itens
11.2.6. consideraçöes gerais a respeito da seleção dos itens
11.3. Procedimento específicos


Conteúdo das aulas práticas

1. Exercícios de cálculos de aplicações de Psicometria em casos concretos;
2. Elaboração e construção simulada de um teste psicológico;
3. Uso de computadores para construção e elaboração de normas.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas e exercícios práticos
Critério
Primeira prova escrita: Peso 4
Segunda prova escrita: Peso 4
Roteiros e exercícios: Peso 2
NOTA FINAL = (4*PROVA + 4*PROVA2 + 2*R/E)/10
Se (NOTA FINAL> = 5,0) APROVADO senão RECUPERAÇÃO
Se (RECUPERAÇÃO> = 5,0), APROVADO senão REPROVADO
Norma de Recuperação
Realização de uma prova escrita e/ou uma prova oral, e/ou sínteses de leitura, e/ou seminários, e/ou trabalhos escritos sobre o conteúdo da disciplina, no prazo previsto pela regulamentação.
 
Bibliografia
     
Referências Bibliográficas (Específica):

Anastasi,A. & Urbina,, S. (2000). Testagem Psicológica. Hrtmed Editora.
Pasquali, L. (1988). Psicometria: Teoria e Aplicações, Brasília: Editora da UnB.
Pasquali, L. (1999). Instrumentos Psicológicos: Manual Prático de Elaboração. Brasília: Prático Gráfica e Editora Ltda.

Referências Bibliográficas (Geral):
Anastasi, A. (1965). Psicologia Diferencial. São Paulo: Herder-EPU.
Anastasi, A. (1975) Testes Psicológicos. São Paulo: Herder-EPU
Baird, J.C. e Noma, E. (1978) Fundamental of Scaling and Psychophysics. New York:
Wiley.
Cerdá, E. (1972) Psicometria General. Barcelona: Herder.
Cronbach,L.JJ. (1960) Essentials of Psychological Testing. New York: Harper.
Dawes,R.M.J (1975) Fundamentos y Técnicas de Medicion de Actitudes. México: Editorial Limusa.
Erthal, T. C. (1987). Manual de Psicometria. RJ: Zahar.
Freeman,F.S. (1974) Teoria e Prática dos testes Psicológicos. Lisboa: Calouste Gulbekian.
Guilford,J.P. (1954) Psychometric Methods. New York: McCraw-Hill.
Gulfor,J.P. (1965) Fundamentals Ststistics in Psuchology and Education. New York: McCraw-Hill.
Gulliksen,H. (1967) Theory of Mental Tests. New York: Wiley
Magnusson,D. (1978) Teoria de Los Testes. México: Trillas.
Medeiros,E.B. (1976) Medida Psicológica: Princípios e Prática. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas.
Nick, E. (1963) Estatística e Psicometria. RJ: J. Ozon Editor.
Nunally,J.C. (1959) Tests and Measurement. New York: McCraw-Hill.
Oetting,E.R. e Thornton,G.C. (1978). Práticas de Psicometria. México: Trillas.
Reuchlin,M. (1962) Les Methodes Quantitatives en Psychologie. Paris: PUF.
Summers,G.F. (1976) Medicion de Actitudes. México: Trillas
Tatsuoka, M. M. (1988) Multivariate Analysis, 2nd, edition, NY: Macmillan.
Tavella,N.M. (1978) Analises de los itemes en la construccion de instrumentos psicometricos. México: Trillas.
Torgerson,W.S. (1967) Theory and Methods of Scaling. New York:Wiley.
Tyler,L.E. (1966) Testes e medidas. Rio de Janeiro: Zahar Editores.
Van Kolck,O.L. (1975) Técnicas de Exame Psicológico: Rio de Janeiro: Editora Vozes (Vol.I e II)
 

Clique para consultar os requisitos para 5940404

Clique para consultar o oferecimento para 5940404

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP