Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
 
Psicologia
 
Disciplina: 5940643 - Psicologia Escolar
SCHOOL PSYCHOLOGY

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 75 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2018 Desativação:

Objetivos
Geral: Levar aos alunos uma visão abrangente e crítica da atuação do Psicólogo em Instituições Educacionais, discutir as novas perspectivas de atuação e propiciar uma experiência prática numa Instituição Escolar, a partir de uma concepção da Psicologia como Ciência Humana e Social. Específicos: Levar os alunos a: - Caracterizar o campo de atuação do Psicólogo Escolar; - Discutir a posição do Psicólogo Escolar na Instituição; - Mostrar as contribuições que tal profissional pode dar, discutindo exemplos de atuação.; - Discutir as expectativas com relação ao trabalho do psicólogo na Instituição Escolar; - Analisar uma situação escolar utilizando-se dos novos referenciais trazidos pelo estudo do cotidiano escolar e suas práticas.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1075420 - Luciana Carla dos Santos Elias
2054050 - Sylvia Domingos Barrera
 
Programa Resumido
A disciplina apresenta o campo da Psicologia Escolar em termos históricos e, principalmente, em sua vertente atual, com destaque para as estratégias de investigação no cotidiano escolar, como referencial preponderante para as práticas e atuações que dela decorrem.
 
 
 
Programa
I. Temas Introdutórios: 1. Relação escola x sociedade; 2. História da Psicologia Escolar no Brasil; 3. A queixa escolar e a atuação do psicólogo. II. Estratégias de investigação no cotidiano escolar: 1. Etnografia e prática escolar; 2. Contribuições da etnografia educacional para compreensão do cotidiano escolar; 3. Análise Institucional e suas contribuições para a Psicologia Escolar; III. Modelos de avaliação e intervenção em Psicologia Escolar: 1. Práticas grupais com alunos; 2. Práticas grupais com professores e gestores; 3. Práticas grupais com familiares; 4. A Psicopedagogia Institucional.
 
 
 
Avaliação
     
Método
- aulas expositivas dialogadas; - discussão de textos em grupos em pequenos grupos; - discussões gerais com todos os alunos em grupo; - estudo dirigido; - seminários.
Critério
Seminários: realizados em grupos; - Trabalho final da disciplina; - Participação nas atividades de sala de aula.
Norma de Recuperação
Realização de uma prova escrita sobre o conteúdo teórico da disciplina
 
Bibliografia
     
ABRAMOVAY,M. (2003). Escolas inovadoras: experiências bem sucedidas em escolas públicas. Brasília: UNESCO, 2003. ABRAMOWICZ, A.; SILVÉRIO, V. R. (Org.) (2005) Afirmando diferenças: montando o quebra-cabeça da diversidade na escola. Campinas, SP: Papirus. ALMEIDA, S.F.C. (2003) (Org.) Psicologia Escolar: ética e competências na formação e atuação profissional. Campinas, SP: Editora Átomo. ANDRÉ, M.E.D.A. (1995) Etnografia da Prática Escolar. Campinas, SP: Papirus. BOSSA, N. A. (Org.) (2000) A Psicopedagogia no Brasil: contribuições a partir da prática. Porto Alegre, ArtMed. Conselho Federal de Psicologia (2013). Referências técnicas para Atuação de Psicólogas(os) na Educação Básica / Conselho Federal de Psicologia. - Brasília: CFP, 2013 DEL PRETTE, Z.A.P. (2001) Psicologia Escolar e Educacional: Saúde e Qualidade de Vida. Campinas, SP, Editora Alínea. FACCI, M.; MEIRA, M. e TULESKI, S. (2011). A exclusão dos “incluídos”: Uma crítica da Psicologia da Educação à patologização e medicalização dos processos educativos. Maringa: Eduem, (pp. 61-90) FLEURY, H.J.; MARRA, M.M. (2005) Intervenções Grupais na Educação. São Paulo: Agora. GUZZO, R.S.L.; MARINHO-ARAÚJO, C.M. 2011) Psicologia Escolar: identificando e superando barreiras. Campinas, SP: Alínea. GUZZO, R. S. L. (Org.) (1999) Psicologia Escolar: LDB e Educação Hoje.Campinas, SP: Alínea. LAPASSADE, G. (1977) Grupos, Organizações e instituições. Rio de Janeiro: Francisco Alves.. MACHADO, A. M.; SOUZA, M.P.R. (1997) Psicologia Escolar: em busca de novos rumos. São Paulo: Casa do Psicólogo. MEIRA, M. E. M. e ANTUNES, M. A. M. (2003) Psicologia Escolar: teorias críticas. São Paulo: Casa do Psicólogo. _________________________ (2003) Psicologia Escolar: práticas críticas. São Paulo: Casa do Psicólogo. MARCONDES, A.; FERNANDES, A.; ROCHA, M. (2007) Novos possíveis no encontro da Psicologia com a Educação. São Paulo: Casa do Psicólogo. MARTINEZ, A. M. (2007). Inclusão escolar: desafios para o psicólogo. In: MARTINEZ, A. M. (Org.). Psicologia Escolar e Compromisso Social. Campinas: Alínea, p. 95-114. MORAIS, M.L.S.; SOUZA, B. de P. (2000) Saúde e Educação: muito prazer!: novos rumos no atendimento a queixa escolar. São Paulo: Casa do Psicólogo. PATTO, M. H. S. (2000). A produção do fracasso escolar: histórias de submissão e rebeldia. São Paulo: Casa do Psicólogo. RIBEIRO, D. F.; ANDRADE, A. S. (2006) A assimetria na relação entre Família e Escola Pública. Paidéia – Cadernos de Psicologia e Educação, set./dez. 2006, vol. 16, no. 35, pp. 385-394. SOUZA, B. de P. (2007). Orientação à Queixa Escolar. São Paulo: Casa do Psicólogo. SOUZA, M. P. R. de; TEIXEIRA, D. C. da S.; SILVA, M. C. Y. G.. (2003).Conselho Tutelar: um novo instrumento social contra o fracasso escolar? Psicologia em Estudo , Maringá, v. 8, n. 2. TANAMACHI,E.; PROENÇA,M; ROCHA, M. (2000) Psicologia e Educação: desafios teórico-práticos. São Paulo: Casa do Psicólogo.
 

Clique para consultar os requisitos para 5940643

Clique para consultar o oferecimento para 5940643

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP