Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
 
Educação, Informação e Comunicação
 
Disciplina: 5960124 - Prática de Ensino de Biologia I
Methodology of Biology Education I

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 120 h ( Estágio: 60 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2021 Desativação:

Objetivos
Geral:  Subsidiar e preparar os licenciandos na elaboração de Programas de Curso de Biologia e promover junto a eles a vivência da prática docente.
Específicos:
Conhecer as condições em que se realiza o ensino de Biologia, para desenvolver programas de curso adequados às condições reais de ensino.
Conhecer a realidade do aluno, para desenvolver programas de curso voltados para o seu cotidiano.
. Conhecer as características de aprendizagem do aluno, para desenvolver programas de curso adequados ao seu desenvolvimento intelectual.
. Conhecer as concepções prévias dos alunos, para desenvolver programas de curso que tenham como ponto de partida o conhecimento inicial que os alunos possuem sobre um tema escolar.
. Caracterizar o conhecimento científico, diferenciando-o de outras formas de conhecimento e discutir o(s) método(s) científico(s).
. Identificar as diferentes áreas das Ciências Naturais - Biologia, Química, Física e Geologia e seus diferentes objetos de estudo; destacar a Ciência Biológica neste contexto - sua natureza e estrutura.
. Conhecer e experimentar os diferentes métodos científicos usados na área de Biologia, tais como: experimentação, trabalho de campo, herborização, preparação de lâminas, insetário, etc. 
. Aprofundar o conhecimento biológico: da produção à transmissão.
. Discutir as relações entre Ciência e Sociedade, como pressuposto para programar o ensino de Biologia.	
. Conhecer as diferentes etapas do processo de ensino-aprendizagem em Biologia, para definir objetivos, conteúdos, métodos de ensino e avaliação adequados às 	condições da realidade escolar e dos alunos.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
65820 - Clarice Sumi Kawasaki
 
Programa Resumido
Oferecer subsídios teóricos e práticos para que os licenciandos, futuros professores de Biologia, possam elaborar planos de ensino, a partir de uma investigação sobre a realidade escolar, quanto às condições educacionais da escola, dos professores e dos alunos.
 
 
 
Programa
a) A produção da Ciência e o Ensino da Ciência. 
. A Ciência e o(s) método(s) científico(s): os processos de investigação na produção do conhecimento científico e os tipos de raciocínio envolvidos: a Biologia em destaque.
. A produção do conhecimento biológico: principais teorias biológicas e influência de atores 	sociais em sua produção.
. História e Filosofia da Biologia: do pensamento teleológico ao evolucionista. 
. O ensino e a aprendizagem dos conceitos científicos: fundamentos teóricos e aplicações práticas.

b) Concepção geral do ensino de Biologia.
. História do Ensino de Biologia na escola brasileira: o discurso oficial e a prática docente.
. As relações entre Ciência e Sociedade: o papel da Biologia na questão da cidadania.
. Diretrizes metodológicas para o ensino de Biologia: a Proposta Curricular de Biologia (SP) e os Parâmetros Curriculares Nacionais.

c) A Pesquisa Educacional: o professor como co-autor das propostas curriculares.
. A área que pesquisa as concepções dos estudantes e as diferentes propostas de  	ensino de Biologia.

d) Os programas de Ensino de Biologia. 
. O professor como programador de cursos.
. A evolução dos objetivos no Ensino de Biologia e as tendências pedagógicas.
. Os conteúdos significativos.
. Fundamentos filosóficos, psicológicos e pedagógicos dos métodos de ensino.
. O papel da avaliação no Ensino de Biologia.
. A avaliação nacional dos livros didáticos (pelo MEC) e o papel dos recursos didáticos disponíveis: livro didático, laboratório, materiais audiovisuais e outros.

e) O contexto escolar.
. Formação inicial e continuada do professor.
. Características do aluno e de sua realidade.
. Os reflexos da organização da escola sobre o desenvolvimento adequado da prática docente.
 
 
 
Avaliação
     
Método
1. Apresentação dos temas, mediante exposição oral e/ou escrita, acompanhada de discussões abertas com a classe.
2. Revisão bibliográfica.
3. Seminários, pain
Critério
Instrumentos Peso
Produções escritas (ind. ou coletiva). 2.0
Projeto de Estágio 1.0
Supervisões 1.0
Produção de materiais didáticos 1.0
Pesquisa de Campo (observação, entrevistas, questionários etc). 1.0
Seminário 0.5
Prova escrita 0.5
Relatório de Estágio 2.0
Painéis e apresentação 1.0
Norma de Recuperação
1. A recuperação procurará ocorrer durante todo o processo.
2. Entretanto se isto não for possível, não há recuperação pois trata-se de uma disciplina-estágio na qual todo o enfoque é dado ao processo.
 
Bibliografia
     
ALMEIDA, M. A. Mediações da Cultura e da Informação: perspectivas sociais, políticas e epistemológicas. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, 1(1), 2008.
BARWIN, C. A origem das espécies.  São Paulo, Hemus, 1982.
BIZZO, N.M.V. Ciências: fácil ou difícil? São Paulo, Editora Ática, 1998.
BIZZO, N.M.V. O que é darwinismo? São Paulo, Brasiliense, 1987 (Primeiros Passos).
FAZENDA, I.C.A. Interdisciplinaridade: história, teoria e prática. Editora Papirus, Campinas, 1994.
FRACALANZA, H. O ensino de Ciências no 1 grau. São Paulo, Atual, 1987.
FREITAS, O. Didática da História Natural. MEC, s.d.
GOULD, S.J. A galinha e seus dentes. 
GOULD, S.J. Darwin e os grandes enigmas da vida. Trad. Maria Elizabeth, São Paulo, Martins Fontes, 1987.
INEP. RELATÓRIO DO SEGUNDO CICLO DE MONITORAMENTO DAS METAS DO PNE 2018. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/publicacoes
INEP. RELATÓRIO SAEB-ANA 2016 PANORAMA DO BRASIL E DOS ESTADOS. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/publicacoes
KRASILCHIK, M. O professor e o currículo das Ciências. São Paulo, EPU, 1987.
KRASILCHIK, M. Prática de Ensino de Biologia. São Paulo, Editora Harper & Row do Brasil Ltda, 2a ed., 1986.
MARINHO, J.C.B; CALCAGNO, S.C. e SILVA, J.A. Estado da Arte sobre avaliação no Ensino de Ciências. Revista Thema, (15), 2: 653-671, 2018.
SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas. Proposta Curricular para o Ensino de Biologia - 2 grau. São Paulo, SE/CENP, 2a ed., 1988.
SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas. Ensino de Biologia: dos fundamentos à prática.  São Paulo, SE/CENP, 1988.
SONCINI, M.I.; CASTILHO JR, M.  Biologia. São Paulo, Cortez, 1991.
SORDI, M.R.L. e LUDKE, M. Da avaliação da aprendizagem à avaliação institucional: aprendizagens necessárias. Avaliação, (14) 2: 313-336, 2009.
THÉODORIDÈS, J.  História da Biologia. Trad. Joaquim C. da Rosa. Lisboa, Edições 70, 1984.	

SÃO PAULO. Conselho Estadual de Educação – CEE/SP. Deliberação CEE 155/2017, de 28 de junho de 2017 e a Indicação 161/2017, de 05 de julho de 2017, que Dispõe sobre avaliação de alunos da Educação Básica, nos níveis fundamental e médio, no Sistema Estadual de Ensino de São Paulo e dá providências correlatas.  Disponível em: http://iage.fclar.unesp.br/ceesp/textos/2017/673-88-Delib-155-17-Indic-161-17-alt-Del-161-18.pdf
 

Clique para consultar os requisitos para 5960124

Clique para consultar o oferecimento para 5960124

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP