Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
 
Educação, Informação e Comunicação
 
Disciplina: 5961012 - Didática I
Didactics I

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h ( Práticas como Componentes Curriculares = 20 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2015 Desativação:

Objetivos
A Didática, como área da Pedagogia, estuda o ensino como fenômeno social complexo. Como campo de conhecimento em construção, assume as questões pedagógicas como base para a sua produção, inserindo a questão política como determinante das questões pedagógicas. Sua base teórica delineia-se na perspectiva da Didática Fundamental, crítico-reflexiva, opondo-se à Didática Instrumental. No atual curso de Pedagogia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras a área da Didática está desdobrada pela oferta de duas disciplinas, Didática I e Didática II. A disciplina Didática I pretende contribuir para a formação do pedagogo mediante a análise e reflexão acerca da especificidade do objeto da didática – as relações entre aprendizagem e ensino - assegurando seu papel de disciplina imprescindível à formação profissional de professores e do campo investigativo com caraterísticas próprias. Essa análise pressupõe a compreensão do trabalho docente em suas relações com os saberes relacionados ao ensino, à função social da escola e ao trabalho do professor considerando-se os contextos em que realiza a docência face às exigências e desafios contemporâneos da Educação Básica. Por conseguinte, os objetivos são delineados a partir dessa concepção de Didática, a qual compreende:
a) A reflexão a respeito do processo didático, concentrando-se no ensino, tal como se revela na escola, nas interações entre professores e alunos e nas suas relações com a aprendizagem, contemplando tanto a materialidade espaço-tempo, quanto os processos que operam na formação do conhecimento dos alunos, enfim os condicionantes que influenciam as práticas escolares.
b) A percepção reflexiva e crítica do campo da didática, no seu contexto histórico e social.
c) A análise dos elementos que compõem a identidade do professor da Educação Básica.
d) A compreensão do Projeto Pedagógico da escola como espaço de materialização das práticas educacionais.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2917757 - Noeli Prestes Padilha Rivas
 
Programa Resumido
O campo das Teorias Pedagógicas e os Fundamentos Epistemológicos da Didática. Didática e Formação de Professores: referenciais, saberes pedagógicos e ética. A relação com o conhecimento e a organização do processo de ensino
 
 
 
Programa
UNIDADE I – O campo das Teorias Pedagógicas e os Fundamentos Epistemológicos da Didática
O campo epistemológico da Didática: o ensino como fenômeno social complexo
A Didática e as teorias pedagógicas: percursos históricos
UNIDADE II -
Didática e Formação de Professores: referenciais, saberes pedagógicos e ética.
Profissão professor: saberes e identidade.
Relações professor/ensino/aluno.
O trabalho docente e o processo de ensino
Unidade III- A relação com o conhecimento e a organização do processo de ensino:
Projeto Político Pedagógico
A contribuição da Didática na organização do trabalho, do espaço e do tempo de ensinar e aprender: indícios de pesquisa.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas dialogadas, discussões de textos, seminários, filmes, análise de relatórios dos temas investigados e de produções individuais dos alunos.
Atividades Práticas: Elaboração escrita, a partir de um roteiro pré-estabelecido, sobre a trajetória histórica da Didática, enfocando seu objeto e suas especificidades;
Leitura de textos sobre a mulher no Magistério e sua situação no mercado de trabalho. O bom professor na memória, em filmes e na literatura pedagógica. Seminários sobre a teorização sobre educação e a produção de estudos sobre ensino.
Critério
Avaliação contínua por meio de prova, registros escritos e outras atividades propostas para a disciplina.
a) Prova escrita: Peso 3
b) Atividades de leitura, produção de cinco textos e três atividades coletivas e demais atividades propostas para a disciplina: Peso 4
c) Elaboração de um texto crítico (trabalho final) sobre a contribuição da disciplina para a formação do pedagogo - Peso 3.
Norma de Recuperação
Os alunos que não conseguirem aprovação devem fazer uma nova avaliação escrita, sobre todo o conteúdo visto no curso, e obter nesta, nota igual ou superior a 5 (cinco).
 
Bibliografia
     
CANDAU, Vera M. Da didática fundamental ao fundamental da didática. In: OLIVEIRA (org). Alternativas do ensino de didática. Campinas, Papirus. 1997. p.71-95
CANDAU, Vera M. (org) Reinventar a Escola. Rio de Janeiro. Vozes. 2000.
CHARLOT, Bernard. O professor na sociedade contemporânea: um trabalhador da contradição. Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 17, n. 30, p. 17-31, jul./dez. 2008.
GAUTHIER, Clermont. Da pedagogia tradicional à pedagogia nova. In: GAUTHIER, Clermont; TARDIF, Maurice. A Pedagogia: teorias e práticas da antiguidade aos nossos dias. Petrópolis, RJ: Editora Vozes, 2010. (p. 175 a 202)-
CUNHA, Maria Isabel da. O bom professor e sua prática. Campinas. Papirus. 1989, p. 75-129.
FARIAS, Isabel Maria Sabino; FRANÇA, Maria do Socorro Lima Marques et al. Fundamentos da Prática Docente: elementos quase invisíveis. In: FARIAS, Isabel Maria Sabino; FRANÇA, Maria do Socorro Lima Marques et al. Didática e Docência: Aprendendo a profissão. Fortaleza: Liber Livro, 2008. (p.31 a 54)
FREIRE, P. Papel da educação na humanização. In: Uma Educação para a liberdade. Porto: Textos Marginais, 1974 (7-21).
LIBÂNEO, J.C. Didática. São Paulo. Cortez. 1990.
NÓVOA, António. Formação de Professores e Trabalho Pedagógico. Lisboa: EDUCA, 2002.
NÓVOA, António. Professores: Imagens do futuro presente. Lisboa: EDUCA, 2009.
PERRENOUD, Phillipe. Novas didáticas e estratégias dos alunos face ao trabalho escolar. In: Práticas pedagógicas, profissão docente e formação. Lisboa, Public. Dom Quixote, 1993, p. 73-90
PIMENTA, S. G. & FRANCO, M. A. (orgs.). Didática: embates contemporâneos. São Paulo. Ed. Loyola. 2010.
PIMENTA, S. G. De professores, Pesquisa e Didática. Campinas. Papirus. 2002.
PIMENTA, S. G. (org) Didática e Formação de Professores. São Paulo. Cortez Ed. 2008 (5a. ed.).
PIMENTA, S. G. & GHEDIN, E. (orgs). Professor Reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo. Cortez Ed. 2008. 5a. ed.
PIMENTA, S. G. & ANASTASIOU. Docência no Ensino Superior. São Paulo. Cortez Ed. 2010. 4a. ed.
PIMENTA, Selma Garrido. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In: PIMENTA, Selma Garrido. (Org). Saberes pedagógicos e atividade docente. São Paulo: Cortez Editora, 1999. (p.15-34)
SAVIANI, Dermeval. O neoprodutivismo e suas variantes: neo-escolanovismo, neoconstrutivismo, neotecnicismo (1991-2001). In: SAVIANI, Dermeval.História das ideias pedagógicas no Brasil. Campinas, SP: Autores Associados, 2009. (p.423-449)
SAVIANI, Demerval. Os saberes implicados na formação do educador. In: BICUDO, Maria Aparecida; SILVA JUNIOR, Celestino Alves (Orgs.). Formação do educador: dever do Estado, tarefa da Universidade. São Paulo: Unesp, 1996.
SEVERINO, A. J. Educação, Sujeito e História. Ed. Olho d’Água, 2001, p. 67-81.
TARDIF, Maurice. Os professores diante do saber: esboço de uma problemática do saber docente. In: TARDIF, Maurice. Saberes Docentes e Formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002. (p.31 a 55)
VEIGA, Ilma Passos Alencastro. Projeto Político-Pedagógico na escola: uma construção coletiva. In: VEIGA, Ilma Passos Alencastro. Educação Básica: Projeto Político-pedagógico. 3ª ed. Campinas, SP: Papirus, 2008. (p.13-58)
 

Clique para consultar os requisitos para 5961012

Clique para consultar o oferecimento para 5961012

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP