Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
 
Música
 
Disciplina: 5970513 - Percepção Musical II
Ear Training II

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 90 h ( Práticas como Componentes Curriculares = 20 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2019 Desativação:

Objetivos
As aulas de Percepção no Curso de Música da FFCLRP compreendem quatro semestres, correspondendo a Percepção I, II, III e IV. Na Percepção I e II são trabalhados os aspectos rítmicos e na Percepção III e IV são trabalhados os aspectos melódicos e harmônicos. A Percepção Musical I visa ampliar o universo rítmico do aluno através do aprimoramento da leitura rítmica musical e da percepção de estruturas musicais rítmicas, do desenvolvimento da escuta de padrões rítmicos e da melhoria da capacidade de coordenação motora.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
535192 - Cássia Carrascoza Bomfim
3566758 - Eliana Cecília Maggioni Guglielmetti Sulpicio
4973639 - Fátima Graça Monteiro Corvisier
 
Programa Resumido
1. Execuções práticas e de ditados rítmicos/melódicos/harmônicos: Gramani, Pozzolli, Alonso, Lacerda, Benward/Kolosick. 2. Criação de material didático. 3. Uso de softwares na aula de percepção musical. 4. Atividades complementares como escuta de repertório, trabalhos de execução em grupo de peças e exercícios melódico/harmônicos e de percussão corporal.
 
 
 
Programa
O treino da percepção é desenvolvido através de execuções práticas e de ditados rítmicos/melódicos/harmônicos, com conteúdos variados. A base destes estudos é extraída de métodos de solfejo de autores diversos tais quais Gramani, Pozzolli, Alonso, Lacerda, Benward/Kolosick, dentre outros. Criação de material didático com o uso de software de notação musical. Orientações sobre o uso de softwares específicos e sua utilização em aulas de percepção musical. Atividades complementares como escuta de repertório, trabalhos de execução em grupo de peças e exercícios melódico/harmônicos e de percussão corporal são adicionados ao conteúdo da disciplina. Práticas como Componentes Curriculares: 20 horas – situações simuladas de aula de percepção entre os alunos; uso de TIC’s para estudo/prática de fundamentos da percepção e notação musical no desenvolvimento de material didático.
 
 
 
Avaliação
     
Método
A metodologia inclui: aulas expositivas; execução conjunta e individual de exercícios com ou sem acompanhamento ao piano; leituras programadas, leituras à primeira vista; execução de exercícios com instrumentos de percussão, ao piano e com o uso de percussão corporal; ditados de estruturas rítmicas/melódicas/harmônicas e escuta de peças de repertório apresentadas pelo professor ou através do uso de CDs e DVDs. Desenvolvimento de material didático para percepção e aplicação em simulações de aula.
Critério
A média final do aluno será dada através de: – Prova escrita com ditados musicais. – Prova individual e/ou em grupo de solfejo melódico, rítmico ou harmônico, que poderá ser com banca. – Avaliação do material didático desenvolvido. – Participação em classe.
Norma de Recuperação
Não haverá prova de recuperação.
 
Bibliografia
     
 Bibliografia principal: ALONSO, A. M. Manual de Rítmica. São Paulo: Novas Metas, sem data. BARBOSA, Maria Flavia Silveira Percepção musical como compreensão da obra musical: contribuições a partir da perspectiva histórico-cutural. 2009. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-graduação em Educação, Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. BERNARDES, Virginia Helena. A música nas escolas de música: a linguagem musical sob a ótica da percepção. 2000. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-graduação em educação, Universidade Federal de Minas Gerais. BENWAR/KOLOSICK. Percepção Musical. Prática auditiva para músicos. GRAMANI, G. C. / GRAMANI, J. E. Apostila de Rítmica. Níveis 1 a 2. São Caetano do Sul, SP: Editora da Fundação das Artes de S. Caetano do Sul, 1977. BHERING, Cristina. Repensando a percepção musical: uma proposta através da música popular brasileira. 2003. Dissertação (Mestrado em Música) – Programa de Pós-graduação em música, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. GRAMANI, J. E. Rítmica. Campinas, SP: Minaz Produtora de Arte, sem data. __________. Rítmica Viva. A Consciência Musical do Ritmo. Campinas, S.P: Editora da UNICAMP, 1996. KARPINSKI, Gary. Aural skills acquisition: the development of listening, reading and performing skills in college level musicians. Oxford University Press, 2000. MARINHO e QUEIROZ. Novas perspectivas para a formação de professores de música: reflexões acerca do projeto Político Pedagógico da Licenciatura em Música da Universidade Federal da Paraíba. ABEM, n° 13, 2005. OTTMAN/ROGERS. Music for Sight Singing. Prentci Hall, 2007. OTUTUMI, Cristiane Hatsue Vital. Percepção musical: situação atual da disciplina nos cursos superiores de música. 2008. Dissertação (Mestrado em Música) – Programa de Pós-graduação em Música, Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Artes. POZZOLI. Guia Teórico-Prático – Partes I, II, III e IV. São Paulo: Ricordi, 1977.  Bibliografia complementar: LACERDA, O. Curso preparatório de Solfejo e Ditado Musical. Ricordi, s. d. VILLA-LOBOS. Canto Orfeônico. Irmãos Vitale. WILLEMS, E. Solfejo. Curso Elementar. Fermata. http://www.contemplus.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=102:alguns-programas-e-sites-para-treinamento-de-teoria-e-percepcao-musical&catid=40&Itemid=165
 

Clique para consultar os requisitos para 5970513

Clique para consultar o oferecimento para 5970513

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP