Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
 
Música
 
Disciplina: 5970586 - Atividades Acadêmico-Científico-Culturais V
Academic-Scientific-Cultural Activities V

Créditos Aula: 1
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 45 h ( Atividades Acadêmicos-Científico-Culturais = 45 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2016 Desativação:

Objetivos
A disciplina tem por finalidade o cumprimento de 40 horas de um total de 200 horas em atividades acadêmicas, científicas e culturais, conforme exigido pelo Programa de Formação de Professores da USP e pela Resolução CNE/CP2 de 19/02/2002. São elencadas atividades que contribuam na formação de futuros professores, estimulem a autonomia intelectual e a prática de estudos independentes, através de um conjunto aberto de atividades formativas em um amplo sentido. Especificamente objetiva-se: (1) motivar o aluno a conhecer melhor o universo artístico, científico, acadêmico e cultural além das disciplinas do curso e de seus estudos individuais; (2) orientar e estimular a participação em atividades de caráter formativo, que propiciem a ampliação de seu universo cultural e o compartilhamento de experiências; (3) estimular o aluno a participar de cursos, workshops, concertos, festivais, congressos, grupos e projetos artísticos e de pesquisa, atividades de extensão, desenvolvimento e inovação; e (4) despertar o espírito de pesquisador e empreendedor no aluno.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1875968 - Regis Rossi Alves Faria
 
Programa Resumido
1. Orientações gerais.
2. Participação em atividades acadêmicas, científicas e culturais regulamentadas, como cursos, oficinas, concertos, festivais, eventos, palestras, visitas extracurriculares, viagens didáticas, monitorias, participação em órgãos colegiados, grupos e programas de pesquisa, atividades de cultura e extensão, e estágios de atualização.
3. Relatório de atividades documentado.
 
 
 
Programa
1. Orientação geral sobre normas, objetivos, atividades regulamentadas e forma de avaliação.
2. Cumprimento de no mínimo 40 horas em atividades de livre escolha dentre os seguintes tipos de atividades regulamentadas:
 Iniciação científica, tecnológica, participação em programas especiais de pesquisa, desenvolvimento, inovação ou extensão;
 Participação em eventos, congressos, palestras e seminários;
 Participação em oficinas e cursos relativos à formação de licenciado;
 Atividades de extensão cultural como recitais, concertos, festivais de música, debates e espetáculos;
 Visitas a museus, escolas, parques temáticos e outras instituições de cunho cultural, educacional ou científico;
 Viagens didáticas ou científicas em atividades extracurriculares coordenadas por docentes da USP;
 Participação em grupos musicais e corpos artísticos reconhecidos, com apresentações;
 Cursos extracurriculares que contribuam para a formação cultural e capacitação do aluno em amplo sentido;
 Monitoria em atividades de extensão e disciplinas de graduação;
 Participação em representação discente em órgão colegiado da USP;
 Estágios de atualização em laboratório ou instituição de ensino, pesquisa ou extensão;
 Atividades didáticas em cursos de instituição de ensino formais e reconhecidas.
3. Registro das atividades e respectivas cargas horárias em formulário específico.
4. Elaboração de relatório documentado das atividades realizadas.
 
 
 
Avaliação
     
Método
1. Introdução metodológica e apresentação das normas de AACC, disponíveis na secretaria do departamento e online no ambiente digital de apoio às disciplinas da USP (Stoa).
2. Realização no semestre de no mínimo 40 horas em atividades regulamentadas.
3. Elaboração de relatório documentado e preenchimento de formulário específico listando as atividades realizadas.
Critério
1. Avaliação do formulário e relatório individual documentado do aluno, de acordo com as normas de AACC.
2. Deverão estar comprovadas nos relatórios no mínimo 40 horas de atividades realizadas no semestre, conforme as normas de AACC.
Norma de Recuperação
Face à natureza da disciplina, não há possibilidade de recuperação.
 
Bibliografia
     
Zeichner, K. M. (1993) A formação reflexiva de professores: ideias e práticas. Lisboa: Educa.
Severino, A. J. (2003). Metodologia do trabalho científico. São Paulo: Cortez.
Amaral, K. (1991). Pesquisa em Música e Educação. São Paulo: Loyola.
Loureiro, A. M. A. (2003). O Desenvolvimento da Pesquisa em Educação Musical no Brasil. São Paulo: Papirus.
 

Clique para consultar os requisitos para 5970586

Clique para consultar o oferecimento para 5970586

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP