Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Medicina, Instituto de Ciências Biomédicas, Instituto de Química e Instituto de Biociências
 
Disciplinas Interunidades FM, ICB, IQ e IB
 
Disciplina: 6700014 - Moléstias Transmissíveis
Infectious diseases

Créditos Aula: 11
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 165 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2024 Desativação:

Objetivos
Conhecimentos: Como se trata de um curso de carater introdutório às Moléstias Transmissíveis o foco principal é centrado na aquisição de conhecimento.

Microbiologia Médica: visa apresentar os agentes etiológicos de maior importância médica, justificar a diversidade em sua virulência. Pretende-se também ensinar o diagnóstico microbiológico das doenças e princípios microbiológicos na profilaxia das doenças transmissíveis. – Parasitologia Médica: tem por objetivo discutir conhecimentos fundamentais sobre morfologia, biologia e, em especial, ciclo evolutivo dos parasitos de importância médica no Brasil, para que os estudantes compreendam os mecanismos de diagnóstico e controle. – Imunologia Médica: a finalidade principal é capacitar os estudantes a compreenderem o papel dos fenômenos imunológicos na etiopatogenia das moléstias infecciosas e nos mecanismos envolvidos na relação parasito/hospedeiro. – Patologia das Moléstias Infecciosas: objetivo de apresentar aos estudantes as alterações anátomo-patológicas características das diversas doenças infecciosas, os mecanismos patogênicos responsáveis pelas lesões, e aperfeiçoar a capacidade dedutiva/prospectiva a partir de preparados histológicos e quadro clínico sobre a etiologia infecciosa das doenças. – Clínica de Moléstias Infecciosas: objetivo de permitir que os estudantes possam reconhecer e diferenciar, por meio de características clínicas e epidemiológicas, as doenças transmissíveis mais frequentes e importantes em nosso meio. Além disso, conhecer seus mecanismos fisiopatogênicos, adquirir conhecimentos de diagnóstico e desenvolver de forma ética o relacionamento alunos/pacientes com doenças infecciosas.  – Bases do Controle de Prevenção de Moléstias Infecciosas: objetiva proporcionar aos estudantes oportunidade de análise de algumas doenças infecciosas do ponto de vista dos mecanismos da transmissão, distribuição populacional e seus determinantes, e as estratégias e ações de prevenção e controle utilizadas. Existe a participação dos departamentos de dermatologia e neurologia em temas específicos.

Habilidades:  Nas atividades práticas da disciplina de Patologia são desenvolvidas habilidades para o diagnóstico de algumas síndromes infecciosas.

Atitudes: Sempre, nas atividades presenciais, que envolvam a discussão de casos clínicos atitudes a serem adotadas pelos discentes são sublinhadas.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
9061374 - Daniel Youssef Bargieri
2537402 - Evandro Sobroza de Mello
438951 - Expedito José de Albuquerque Luna
2174850 - Gerusa Maria Figueiredo
2089855 - Heitor Franco de Andrade Junior
2089751 - Jorge Timenetsky
63672 - Marcelo Urbano Ferreira
71410 - Mirian Nacagami Sotto
85684 - Ronaldo Cesar Borges Gryschek
60658 - Silvia Reni Bortolin Uliana
 
Programa Resumido
Estreptococcia e Estafilococcia; tuberculose; micoses sistêmicas; repercussões sistêmicas das infecções graves; vírus respiratórios; doenças exantemáticas; síndrome mononucleose símile; infecções entéricas virais e bacterianas; doença de Chagas; malária; leishmaniose visceral; esquistossomose; helmintiase intestinais e protozooses; leptospirose; febre amarela; dengue; chikungunya; zika; hepatites virais; meningites agudas; aids;  infecções sexualmente transmissíveis; princípios de infecções relacionadas à assistência à saúde; imunizações; acidentes com animais peçonhentos
 
 
 
Programa
Microbiologia Médica: visa apresentar os agentes etiológicos de maior importância médica, justificar a diversidade em sua virulência. Pretende-se também ensinar o diagnóstico microbiológico das doenças e princípios microbiológicos na profilaxia das doenças transmissíveis. – Parasitologia Médica: tem por objetivo discutir conhecimentos fundamentais sobre morfologia, biologia e, em especial, ciclo evolutivo dos parasitos de importância médica no Brasil, para que os estudantes compreendam os mecanismos de diagnóstico e controle. – Imunologia Médica: a finalidade principal é capacitar os estudantes a compreenderem o papel dos fenômenos imunológicos na etiopatogenia das moléstias infecciosas e nos mecanismos envolvidos na relação parasito/hospedeiro. – Patologia das Moléstias Infecciosas: objetivo de apresentar aos estudantes as alterações anátomo-patológicas características das diversas doenças infecciosas, os mecanismos patogênicos responsáveis pelas lesões, e aperfeiçoar a capacidade dedutiva/prospectiva a partir de preparados histológicos e quadro clínico sobre a etiologia infecciosa das doenças. – Clínica de Moléstias Infecciosas: objetivo de permitir que os estudantes possam reconhecer e diferenciar, por meio de características clínicas e epidemiológicas, as doenças transmissíveis mais frequentes e importantes em nosso meio. Além disso, conhecer seus mecanismos fisiopatogênicos, adquirir conhecimentos de diagnóstico e desenvolver de forma ética o relacionamento alunos/pacientes com doenças infecciosas.  – Bases do Controle de Prevenção de Moléstias Infecciosas: objetiva proporcionar aos estudantes oportunidade de análise de algumas doenças infecciosas do ponto de vista dos mecanismos da transmissão, distribuição populacional e seus determinantes, e as estratégias e ações de prevenção e controle utilizadas. Existe a participação dos departamentos de dermatologia e neurologia em temas específicos.

Programa/Cronograma: 
https://drive.google.com/open?id=1F4pluMWJ-uPQm24GY3q7ej22WFqq5bZJ, https://drive.google.com/open?id=1CNiw8WbZ3XkLIJMCkYxS_p1CQPE846H-
https://drive.google.com/open?id=1cFVTPYWdQrZvUE3oJXT-v3Q5OzAryQXm

Programa educacional: https://docs.google.com/document/d/1xCIlYhciUdH_j9S4rYdcifv3e8qezr7w0moYpwOM5qc/edit?usp=drive_link
 
 
 
Avaliação
     
Método
Prova dissertativa, Prova prática (em laboratório) Controle de frequência: Lista de assinatura
Critério
Serão considerados aprovados os estudantes que obtiverem média final igual ou superior a cinco (5,0); 2. Serão considerados reprovados, sem direito à recuperação, os estudantes que obtiverem média final inferior a três (3,0) Cálculo da média final: Média das: - duas (2) provas globais, cumulativas com peso 3 ; - provas práticas de Parasitologia Médica e Patologia das Moléstias Infecciosas com peso
Norma de Recuperação
Alunos que obtiveram média final entre 3 e 4,9
 
Bibliografia
     
Microbiologia Médica Mims- Goering, Richards V.; Dockrell, Hazel M.; Zuckerman, Mark; Roitt, Ivan; Chiodini, Peter – 5 ed.; Rio de Jameiro, Elsevier, 2014. Brooks, G. F.; Caroll, Karen C.; Butel, Janet S.; Morse, Stephan A.; Mietzner, Timothy A. Microbiologia Médica de Jawetz, Melnick e Adelberg, 26º ed. Porto Alegre, Mac Graw Hill – Artmed, 2014. Ryan KJ, Ray CG. Sherris Medical Microbiology. 4th ed. New York: McGraw Hill-Medical; 2010. Trabulsi LR, Aterthum F. Microbiologia. 5ª ed. Rio de Janeiro: Atheneu; 2008. Parasitologia Médica: Ferreira, MU, Parasitologia Contemporânea, Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan; 2012. Ferreira, MU, Foronda A.S, Schumaker TTS. Fundamentos Biológicos da Parasitologia Humana. São Paulo: Manole; 2003. www.icb.usp.br/~livropar senha: bmp213 – imagens adicionais e contato direto com os autores) Rey L. Parasitologia. 4ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan; 2008. Rey, L. Bases da Parasitologia Médica. 3ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan; 2009. http://www.dpd.cdc.gov/dpdx/HTML/Image_Library.htm (imagens de boa qualidade de parasitas de importância médica). Imunologia Médica Abbas AK, Lichtman AH. Imunologia celular e molecular. 7ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier; 2012. Janeway C A, Travers P, Walport M, Shlomchik M. Imunologia: sistema imune na saúde e na doença 6ª ed. Porto Alegre: Artmed; 2007. Artigos e revisões do assunto na aula Patologia de Moléstias Infecciosas Bogliolo C. Patologia. 7ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan; 2011. Robbins SL, Kumar V. Bases Patológicas das Doenças. 7ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier; 2010. Rubin E. Bases Clínico-Patológicas da Medicina. 4ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan; 2006. Saxena R, Practical hepatic pathology: a diagnostic approach. Elsevier Saunders, 2011 Clínica de Moléstias Infecciosas Goldman L, Ausiello D. Cecil: Tratado de medicina interna, 23ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier; 2009. 2v. Kasper DL, Branwald E, Fauci AS e etc. Harrison: Medicina interna. 17ª ed. Rio de Janeiro: Mc Graw-Hill Brasil; 2009. Mandell GT, Bennett JE, Dolin R. Mandell, Douglas and Bennett’s principles and practice of infections diseases. 7th ed. Churchill Livingston, Inc: Elsevier; 2010. 2v. Martins MA, Carilho FJ, Alves VAF, Cerri GG, Wen CL. Clínica Médica, Volume 7, São Paulo: Manole; 2009. Veronesi R. Tratado de infectologia. 4a ed. Rio de Janeiro: Atheneu; 2010. Bases do Controle e Prevenção de Moléstias Infecciosas Ayres, JRCM; Calazans, GJ; Salletti, HC; França Jr., I. Risco, vulnerabilidade e práticas de prevenção e promoção da saúde. In: Campos, GWS; Minayo, MCS; Akerman, M; Drumond Júnior, M; Carvalho, MY (Org.). Tratado de Saúde Coletiva. São Paulo, Rio de Janeiro: Editora Hucitec, Editora Fiocruz; 2006. Medronho RA, Bloch KV, Luiz RR, Werneck GL. Epidemiologia. Ed. Atheneu, 2ª edição, Rio de Janeiro, 2010. Pereira, MG. Epidemiologia, teoria e prática. Rio de Janeiro. Guanabara-Koogan, 1995. Ministério da Saúde. Guia de Vigilância Epidemiológica, 7ª edição. Ed. Ministério da Saúde, Brasília, 2010, 810 pp. Download disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/guia_vigilancia_epidemio_2010_web.pdf Ministério da Saúde. Guia de Bolso – Doenças Infecciosas e Parasitárias, 8ª edição. Ed. Ministério da Saúde, Brasília, 2010, 454 pp. Download disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/doen_infecciosas_guia_bolso_8ed.pdf
 

Clique para consultar os requisitos para 6700014

Clique para consultar o oferecimento para 6700014

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2024 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP