Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Instituto de Química de São Carlos
 
Disciplinas Interdepartamentais do IQSC
 
Disciplina: 7500008 - Materiais Cerâmicos e Vítreos
Glassy and Ceramic Materials

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 45 h
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2017 Desativação:

Objetivos
Apresentar os materiais cerâmicos do tipo lamelares, silicatos e aluminosilicatos, polímeros de coordenação, redes metalo-orgânicas (MOFs). Apresentar materiais vitrocerâmicos e vítreos..Introduzir aspectos de caracterização dos materiais cerâmicos e seu uso como materiais adsorventes e catalisadores heterogêneos. Introduzir aspectos de seleção de matérias-primas e síntese de pó cerâmico. Apresentar aspectos relacionados aos Processos Industriais Cerâmicos. Ensinar aos estudantes a correlacionar conceitos aprendidos em outras disciplinas e na disciplina de Materiais Cerâmicos e Vítreos a identificar e resolver problemas relacionados à estes materiais com foco na Indústria Nacional e Internacional.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
79141 - Germano Tremiliosi Filho
3034470 - Ubirajara Pereira Rodrigues Filho
 
Programa Resumido
1.Cerâmicas Lamelares, Gigantes, Mesoporosas e Aerogéis. 2. Microestrutura de Materiais Cerâmicos. 3. Sinterização. 4. Processos Industriais de Produção de Materiais Cerâmicos. 5. Materiais Vítreos. 6. Materiais Vitro-Cerâmicos. 7. Superfícies de Materiais Cerâmicos. 8. Materiais Cerâmicos e Vítreos: Economia e Mercado.
 
 
 
Programa
1.Cerâmicas Lamelares e Gigantes. 1.1. Cerâmicas Lamelares: Síntese, Estrutura, Caracterização. 1.1.1. Química Hóspede-Hospedeiro em Materiais Lamelares. 1.2. Cerâmicas Gigantes. 1.2.1. Síntese, Estrutura e Caracterização de Silicatos, Aluminossilicatos (Argilas e Zeólitas). 1.2.2. Síntese, Estrutura e Caracterização de Germanatos e Boratos. 1.2.3. Síntese, Estrutura e Caracterização de Fosfatos e Aluminofosfatos. 1.3. Materiais Mesoporosos e Aerogéis. 1.3.1. Síntese, Estrutura e Caracterização de Materiais Mesoporosos Inorgânicos. 1.3.1.2. Eletrosíntese de Materiais Cerâmicos Mesoporosos. 1.3.2. Síntese, Estrutura e Caracterização de Aerogéis Cerâmicos e Metálicos. 1.3.3. Polímeros de Coordenação e Redes Metalo-orgânicas. 1.3.4. Adsorção de Gases e Caracterização Textural de Cerâmicas Porosas. 2. Microestrutura de Materiais Cerâmicos. 2.1. Capilaridade. 2.2. Crescimento de Grão e Coalescimento. 2.3. Deposição de Filmes Cerâmicos. 2.3.1. Processo Sol-Gel. 2.3.2. Deposição a Partir de Fase Vapor. 2.3.3. Eletrodeposição de Cerâmicas. 3. Sinterização. 3.1. Porosidade e Densidade de Materiais Cerâmicos. 4. Processos Industriais de Produção de Materiais Cerâmicos. 4.1. Conformação de Materiais Cerâmicos. 5. Materiais Vítreos. 5.1. Estrutura do Vidro. 5.2. Formação da Fase Vítrea e Temperatura de Transição Vítrea. 5.3. Tipos de Materiais Vítreos Inorgânicos: Silicatos, Boratos, Fosfatos, Fluoretos e Metálicos. 6. Materiais Vitro-Cerâmicos. 6.1. Preparação de Vitrocerâmicas. 6.2. Processo Sol-Gel e Materiais Vítreos, Vitrocerâmicos e Cerâmicos. 6.2. 7. Superfícies de Materiais Cerâmicos e Vítreos. 7.1. Estrutura e Morfologia. 7.2. Preparação e Caracterização de Filmes Vítreos e Vitrocerâmicos. 7.2. Materiais Cerâmicos e Sorção. 7.2.1. Membranas Cerâmicas e Vítreas. 7.3. Materiais Cerâmicos e Catálise Heterogênea. 8. Materiais Cerâmicos e Vítreos: Economia e Mercado.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, debates, seminários, aulas de exercícios e 2 aulas práticas. Recomenda-se aplicar metodologias ativas de ensino-aprendizagem.
Critério
70% de presença e média menor do que 5,0 e maior ou igual a 3,0; a nota da segunda avalação é igual a nota da prova de recuperação.
Norma de Recuperação
70% de presença e média menor do que 5,0 e maior ou igual a 3,0; a nota da segunda avalação é igual a nota da prova de recuperação.
 
Bibliografia
     
1. REED, J.S. - Introduction to the Principles of Ceramic Processing - 2nd Ed., John Wiley. Nova York. 1995. 2. NORTON, F.H. - Introdução à Tecnologia Cerâmica. Edgard Blücher/EDUSP. São PAulo. 1973. 3. KINGERY,, W.D. ; BOWEN, H.K. e UHLMANN, D.R. - Introduction to Ceramics. 2ª ed. John Wiley. Nova York. 1976. 4. RICHERSON, D. W. - Modern Ceramic Engineering: properties, processing, and use in design, 2nd Ed. - Marcel Decker, Inc., New York, 1992. 5. CHIANG YET-MING ; BIRNIE III, DUNBAR; KINGERY, W. DAVID. Physical Ceramics - Principles for Ceramic Science and Engineering, Ed. by John Wiley & Sons Inc, New York, 1997 6. Freiman, Stephen. Global roadmap for ceramics and glass technology. Hoboken, N.J. : : Wiley ;, 2007. Chichester : : John Wiley. 2007. 7. James E. Shelby. Introduction to glass science and technology. 2nd ed. Cambridge : Royal Society of Chemistry, 2005. 8. Höland, Wolfram, Westerville, OH :Glass-Ceramic Technology. : American Ceramic Society, c2002. 9. Chemical processing of ceramics. 2nd ed. edited by Burtrand Lee and Sridhar Komarneni. Boca Raton : Taylor & Francis, 2005. 10. The chemistry of ceramics / Hiroaki Yanagida, Kunihiko [sic] Koumoto, Masaru Miyayama ; translated by Hisao Yamada. Chichester : Wiley, 1996 New York 11. Barbara Elvers et al. Ullmann's Encyclopedia of Industrial Chemistry. John Wiley and Sons. 12. John D. Wright and Nico A.J.M. Sommerdijk. Sol-gel materials chemistry and applications. London : : Taylor & Francis,, 2001 13. Neusi Aparecida Navas Berbel, As metodologias ativas e a promoção da autonomia de estudantes. Semina: Ciências Sociais e Humanas, Londrina, 32, 1, 25-40, 2011. DOI: 10.5433/1679-0359.2011v32n1p25. 14. Catherine H. Crouch, Jessica Watkins, Adam P. Fagen, Eric Mazur ; Peer Instruction: Engaging Students One-on-One, All at Once Documents. n: E. F. Redish & Cooney, P. (Ed). Reviews in Physics, Education Research. Disponível em: Acesso em: 12 de maio de 2016. 15. José Moran, Mudando a educação com metodologias ativas. Coleção Mídias Contemporâneas. Convergências Midiáticas, Educação e Cidadania: aproximações jovens. Vol. II, Carlos Alberto de Souza e Ofelia Elisa Torres Morales (orgs.). PG: Foca Foto-PROEX/UEPG, 2015. 16. Fritz A. Fischbach, Nancy J. Sell. A structures approach to teaching applied problem solving through technology assessment. Journal of Chemical Education, 1986, 63 (6), 522 17. Artigos em Revistas especializadas.
 

Clique para consultar os requisitos para 7500008

Clique para consultar o oferecimento para 7500008

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP