Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto
 
Estomatologia, Saúde Coletiva e Odontologia Legal
 
Disciplina: 8021226 - Atenção à Saúde Bucal em Populações Indígenas I
Oral Health Care to Indigenous Populations I

Créditos Aula: 1
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 15 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2021 Desativação:

Objetivos
Esta disciplina caracterizada por optativa livre tem por objetivo geral oferecer as condições necessárias ao desenvolvimento de competências e habilidades para a práxis de saúde no subsistema de Saúde Indígena -SUS.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2086320 - Wilson Mestriner Junior
 
Programa Resumido
- Capacitar os futuros profissionais a atuarem na área da saúde indígena para lidarem com o contexto intercultural a partir do campo de conhecimento antropológico; - Reconhecer as principais enfermidades bucais que atingem a população indígena; - Capacitar o estudante para utilizar a Epidemiologia com vistas à intervenção preventiva na atenção à saúde individual e coletiva; - Construir um diagnóstico de situação de saúde bucal local com dados primários; - Usar indicadores de saúde para distinguir demandas de necessidades em saúde; - Conhecer a História Natural dos agravos à saúde como um modelo explicativo do processo saúde-doença; - Analisar as estratégias preventivas “de alto risco” e “populacional”; - Avaliar o efeito potencial de intervenções preventivas por meio da vigilância da saúde; - Conhecer e discutir a construção das políticas publicas no contexto do setor saúde no Brasil enfocando a política de saúde indígena e a organização do sistema de saúde específico; - Conhecer e discutir o desenvolvimento da política indigenista no Brasil e suas repercussões no processo de trabalho em saúde indígena;
 
 
 
Programa
Esquema do Módulo I. Projeto Huka Katu a FORP-USP no parque indígena do Xingu. Tópico 01: Sociedades e sociologia aplicada Nenhum homem é uma ilha Grupos humanos e grupos sociais Agir e interagir na sociedade – o ser social Contato social Cultura nas diferentes sociedades Processos culturais Controle social Sociedades, culturas, globalização e neoliberalismo Tópico 02: Do homo sapiens à “humanização” O conceito de raça aplicada à espécie humana A variabilidade da espécie humana Os troncos raciais no Brasil Tópico 03: Cidadania e política Política? Cidadania? Tópico 04: Saúde e doença: práxis social O que é saúde? O processo saúde-doença Promoção de saúde A promoção de saúde como movimento social Tópico 05: Políticas de saúde pública Políticas sociais Políticas públicas O sistema único de saúde (SUS) Atenção básica em saúde Política nacional de saúde bucal Tópico 06: Humanização serviços de saúde Relações interpessoais Acolhimento e acesso Humanização dos serviços de saúde (SUS) Tópico 07: Saúde indígena A população indígena no Brasil Um breve histórico sobre indigenismo A política de saúde indígena – SESAI/MS Distritos sanitários especiais indígenas (DSEIS) O subsistema de saúde indígena no DSEI/Xingu Tópico 8: Saúde Bucal Indígena Atenção à saúde bucal indígena Contextualização da cultura indígena no Xingu Controle social na cultura indígena Levantamentos em saúde bucal indígena
 
 
 
Avaliação
     
Método
Opta-se pela utilização de metodologias ativas de aprendizado.
Critério
A disciplina será composta por encontros temáticos, com freqüência quinzenal, em horário extra curricular não concorrente com a grade horária das disciplinas presentes na estrutura curricular obrigatória,apresentadas com o uso de recursos de ensino como textos, imagens e animações. O material complementar ao estudo, sugerido pela equipe de docentes, será listado previamente ao encontro. Credito aula - Como uma das etapas de preparação os estudantes será utilizada a ferramenta E-disciplinas, que disponibiliza conteúdos de forma que todos os estudantes tenham acesso a produção presente na literatura (saúde bucal coletiva, política e cultura indígena), gerando possibilidades para solução mais adequadas para o enfrentamento dos problemas ao novo contexto em que irão atuar, permitindo com isto também o estimulo à discussão, utilizando os encontros temáticos como rodas de cultura. Ao longo desta, os estudantes também deverão realizar atividades individuais ou colaborativas, para apresentação no ambiente de discussão Serão utilizadas as seguintes notas/conceitos para classificar o desempenho dos estudantes: 0,0 – 2,9: insuficiente (Reprovado) 3,0 – 4,9: insatisfatório (Recuperação) 5,0 – 7,9: satisfatório (Aprovado) 8,0 – 10,0: bom (Aprovado)
Norma de Recuperação
No período a ser definido pela Comissão de Graduação, será submetido a trabalho programado.
 
Bibliografia
     
Baruzzi, R.; Junqueira, C. (org). Parque Indígena do Xingu: Saúde, cultura e história. Ed, Terra Virgem, 2005. BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Projeto SB Brasil 2003: Condições de Saúde Bucal da População Brasileira 2002-2003: Resultados Principais. Brasília: Ministério da Saúde, 2004a. 68p. ______. MINISTÉRIO DA SAÚDE . Cadernos da Atenção Básica nº 17: Saúde Bucal;2006 ______. MINISTÉRIO DA SAÚDE . Política Nacional da Atenção Básica – Série Pactos pela Saúde. Volume 4. 2006. OLIVEIRA, C.; PACAGNELLA, R.C.; CHIARELLO, M.G.M; BREGAGNOLO, J.C.; WATANABE, MESTRINER JÚNIOR, W “Projeto Huka Katu: a FORP – USP no Parque Indígena do Xingu” Revista da ABENO - Associação Brasileira de Ensino Odontológico, 5(2), jul/dez, 2005. ______. Secretaria de Assistência à Saúde. Departamento de Assistência e Promoção à Saúde. Coordenação de Saúde Bucal. Levantamento Epidemiológico em Saúde bucal: - Projeto - SB Brasil 2000. Brasília, 2003. ______. Secretária Nacional de Programas Especiais de Saúde. Divisão Nacional de Saúde Bucal. Política Nacional de Saúde Bucal: princípios, objetivos, prioridades. Brasília (DF); 2003 [2003 jun]. Disponível em: URL: http://www. saude.gov.br/programas/bucal/politica/politica.htm. CAMPOS, G.W.S; MINAYO, M.C.S.; AKERMAN, M; DRUMOND JUNIOR, M.; CARVALHO, Y.M.; organizadores Tratado de Saúde Coletivo. São Paulo (SP)/Rio de Janeiro (RJ): hucitec/Fiocruz; 2007. p.375-417. PEREIRA, A. C. et al. Odontologia em saúde coletiva: Planejando ações e promovendo saúde. Porto Alegre: Artmed, 2003. 440p. PINTO, V.G. Saúde bucal coletiva. São Paulo: Santos, 2000. STARFIELD, B. Atenção Primária: equilíbrio entre necessidades de saúde,serviços e tecnologia. Brasília: UNESCO/Ministério da Saúde, 2002. WORLD HEALTH ORGANIZATION. Oral health global indicators for 2.000: DMFT - 3 at 12 years. Genebra, WHO, 1985. WORLD HEALTH ORGANIZATION. Oral health surveys: basic methods. 4 ed. Geneva: ORH/EPID, 1997.
 

Clique para consultar os requisitos para 8021226

Clique para consultar o oferecimento para 8021226

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP