Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas
 
Ciências Atmosféricas
 
Disciplina: ACA0326 - Meteorologia Física II
Physical Meteorology II

Créditos Aula: 6
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 90 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2019 Desativação:

Objetivos
Fornecer ao estudante bases fundamentais para análise dos principais processos radiativos relevantes à meteorologia, à climatologia e ao sensoriamento remoto.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1618605 - Márcia Akemi Yamasoe
57122 - Maria de Fatima Andrade
 
Programa Resumido
(a inserir)
 
 
 
Programa
Quantidades radiométricas básicas. Posição do disco solar acima do horizonte local. Irradiância solar recebida no topo da atmosfera, sua distribuição espectral e o ciclo anual. Radiação de corpo negro e leis de radiação. Medição de radiação: instrumentos, princípios físicos e aplicações e calibração de um fotômetro, posteriormente utilizado para estimar a profundidade óptica do aerossol. Absorção gasosa. Espalhamento molecular. Espalhamento e absorção por partículas de aerossol e gotículas de nuvem. Principais fenômenos ópticos na atmosfera. O papel das nuvens nos processos radiativos. Equação de transferência radiativa. Balanço de radiação na atmosfera: taxas de aquecimento/resfriamento radiativo. Balanço de energia no nível do solo. Para fins científicos, a calibração de um fotômetro deve ser efetuada em topo de montanha, em dias com atmosfera estável, utilizando a radiação solar direta como fonte. Na aula prática de campo, busca-se instruir os alunos com relação aos procedimentos necessários para se obter uma calibração de qualidade. Para reproduzir o melhor possível as condições ideais, essa atividade, em anos anteriores, foi realizada no monumento da Pedra Grande, localizado no Parque Estadual do Itapetinga, em Atibaia, SP. Como a atividade depende essencialmente das condições meteorológicas do dia, em caso de chuva, mesmo na véspera da atividade, sua realização se torna inviável. No dia, porque é fundamental ter o disco solar descoberto por nuvens e na véspera por questões de segurança. Esta é uma atividade complementar, que busca demonstrar ao aluno, a importância de se ter equipamentos calibrados.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas. Resolução de exercícios. Discussão em grupo. Aula prática em campo.
Critério
Provas, seminários e listas de exercícios.
Norma de Recuperação
Prova única a ser realizada no início do semestre seguinte.
 
Bibliografia
     
YAMASOE, M. A. & CORRÊA, M. P. – Processos Radiativos na Atmosfera – Fundamentos. Oficina de Textos, 2016, 142p. PETTY, G. W. - A First Course in Atmospheric Radiation. Sundog Publishing, 2006. Zdunkowski, W., Trautmann, T. e Bott, A. - Radiation in the Atmosphere - A Course in Theoretical Meteorology, Cambridge University Press, 2007. LIOU, K.N. - An Introduction to Atmospheric Radiation. Academic Press, 2002, 583p. PALTRIDGE, G.W. e PLATT, C.M.R. - Radiative Processes in Meteorology and Climatology. Elsevier, 1976, 318p. WALLACE, J. e HOBBS, P.V. - Atmospheric Sciences: An Introductory Survey. Academic Press, 1977, 467p. IQBAL, M. - An Introduction to Solar Radiation. Academic Press, 1983, 390p. COULSON, K.L. - Solar and Terrestrial Radiation: Methods and Measurements. Academic Press, 1975, 322p. HOUGHTON, H.G. - Physical Meteorology, MIT Press, 1985, 442p. THOMAS, G.E. e STAMNES, K. – Radiative Transfer in the Atmospheric and Ocean, Cambridge University Press, 1999, 517p.
 

Clique para consultar os requisitos para ACA0326

Clique para consultar o oferecimento para ACA0326

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP