Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Escola de Artes, Ciências e Humanidades
 
Artes, Ciências e Humanidades
 
Disciplina: ACH0022 - Sociedade, Meio Ambiente e Cidadania
Society, Environment and Citizenship

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 30 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2009 Desativação:

Objetivos
Ampliar a compreensão dos alunos sobre as relações entre Sociedade e Natureza, ampliando sua capacidade analítica sobre os impactos socioambientais decorrentes dos processos produtivos e de ocupação do território, incluindo as desigualdades sociais associadas. Contribuir para a formação de profissionais e cidadãos capacitados e comprometidos eticamente com a problemática socioambiental.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
3223582 - Ana Paula Fracalanza
138953 - Carla Morsello
5347458 - Cristiano Luis Lenzi
358969 - Cristina Adams
918601 - Luiz Carlos Beduschi Filho
1292579 - Mauro de Mello Leonel Junior
 
Programa Resumido
A disciplina aborda as questões contemporâneas que permeiam a sociedade e sua relação com o meio ambiente e a cidadania.
 
 
 
Programa
A disciplina utiliza teorias, conceitos e métodos das Ciências Ambientais e Sociais na análise dos principais problemas socioambientais contemporâneos, buscando compreender sua intensificação como decorrência do processo histórico de constituição das sociedades modernas, com ênfase nos processos de industrialização, urbanização e avanço da fronteira agropecuária. O conteúdo aborda ainda os principais impactos socioambientais dos processos de produção, apropriação e utilização de recursos naturais associados aos biomas brasileiros, assim como os papéis dos agentes governamentais e aos atores sociais na minimização dos problemas ambientais e das desigualdades sociais.
Os tópicos abordados são:
a) O processo histórico de constituição das sociedades modernas, industriais e urbanas, com destaque para o caso brasileiro nas últimas décadas.
b) Análise do crescimento demográfico e dos perfis socioeconômicos e espaciais das populações humanas, em especial da brasileira.
c) A emergência e o aprofundamento das crises de grande envergadura associadas aos processos anteriores: desigualdades sociais e regionais, bem como sua relação com a degradação ambiental e a construção da cidadania em suas diversas escalas.
d) Análise da desigualdade entre indivíduos, grupos, nações e sociedades quanto ao acesso aos recursos naturais e serviços ambientais, bem como a sua contribuição desigual quanto aos impactos sobre o ambiente.
e) Análise das experiências locais, regionais, nacionais e internacionais voltadas para o enfrentamento das situações de degradação ambiental.
As atividades práticas do curso envolvem seminários, trabalhos em grupo, exercícios e debates sobre os temas tratados e experiências concretas, além de dinâmicas de grupo sobre conflitos ambientais.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, utilização de material áudio-visual, trabalhos de pesquisa, estudos de caso, elaboração e apresentação de seminários, dinâmicas de grupo.
Critério
Avaliação baseada em duas avaliações principais, além de trabalhos, exercícios e apresentação de seminários.
Norma de Recuperação
Avaliação baseada em duas avaliações principais, além de trabalhos, exercícios e apresentação de seminários.
 
Bibliografia
     
Bibliografia básica:
CAMARGO, A.; CAPOBIANCO, J. P.R.; OLIVEIRA, J. A. P. Meio Ambiente Brasil, Avanços e Obstáculos pós-Rio-92. São Paulo: Instituto Socioambiental, 2004 (2ª ed). 471pp.
IBAMA. Geo Brasil 2002: Perspectivas do meio ambiente no Brasil. Brasília: IBAMA. Disponível em: http://www2.ibama.gov.br/~geobr/geo2002.htm.
ISA. Almanaque Brasil Socioambiental. São Paulo: Instituto Socioambiental. 480pp.
KORMONDY, E.J. & BROWN, D.E. 2002. Modernização, estresse e doenças crônicas. In: Ecologia Humana (Kormondy, E. J. & D.E. Brown, eds.). São Paulo: Atheneu, p. 227 – 252.
MEA. Relatório-Síntese da Avaliação Ecossistêmica do Milênio. Washington, DC: Millennium Ecosystem Assessment, 2005. 57pp. Disponível em: http://www.millenniumassessment.org/en/Products.Synthesis.aspx#downloads
MELA, Alfredo. As Políticas Ambientais. In: (Mela, A.). A Sociologia do Ambiente. Lisboa: Editorial Estampa, 2001.
MELLO, J. M. C. de; NOVAIS, F. Capitalismo tardio e sociabilidade moderna. In: (SCHWARCZ, L. M., org.). História da vida privada no Brasil. São Paulo: Cia. das Letras, 2004, v. 4.
SÃO PAULO (Prefeitura do Município), Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente. GEO cidade de São Paulo: panorama do meio ambiente urbano. Brasília: PNUMA, 2004.
VEIGA, J. E. Desenvolvimento sustentável: o desafio do século XXI. Rio de Janeiro:Garamond, 2004.
VIOLA, E. et al. (Org.). Meio Ambiente, desenvolvimento e cidadania. São Paulo: Cortez/ Ed. UFSC, 1998.
Bibliografia complementar:
ALPAHANDERY, P.; BITOLIN, P.; DUPONT, Y. O equívoco ecológico: riscos políticos. São Paulo: Brasiliense, 1992. 192pp.
CUNHA, S. B. da; GUERRA, A. J. T. (Orgs.). A Questão Ambiental: diferentes abordagens. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.
FURRIELA, R. B. Democracia, Cidadania e Proteção do Meio Ambiente. São Paulo: Annablume, 2002. 193pp.
HOGAN, D. J.; VIEIRA, P. F. Dilemas socioambientais e desenvolvimento sustentável. Campinas: Editora UNICAMP, 1995.
NOVAES, W. A década do impasse: da Rio 92 à Rio +10. São Paulo: Instituto Socioambiental, 2002. 382pp.
PÁDUA, J. A.; HERCULANO, S.; ACSELRAD, H. Justiça ambiental e cidadania. Rio de Janeiro: Relumé-dumará, 2004.
REIGOTA, M. Meio Ambiente e representação social. São Paulo: Cortez, 1995. SÃO PAULO (Estado). Secretaria do Meio Ambiente. Consumo sustentável. São Paulo : Secretaria do Meio Ambiente, 1998.
THEODORO, S. H. Conflitos e uso sustentável dos recursos naturais. Rio de Janeiro: Garamond, 2002.
TORRES, H.; COSTA, H. (Orgs.). População e Meio Ambiente: Debates e Desafios. São Paulo: Editora do SENAC, 2000.
VINCENT, A. Ecologismo. Ideologias Políticas Modernas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1995.
 

Clique para consultar os requisitos para ACH0022

Clique para consultar o oferecimento para ACH0022

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP