Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Escola de Artes, Ciências e Humanidades
 
Artes, Ciências e Humanidades
 
Disciplina: ACH0141 - Sociedade, Multiculturalismo e Direitos – Estado e Sociedade
Society, Multicultural Studies and Rights - State and Society

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 30 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2013 Desativação:

Objetivos
Oferecer ao aluno noções básicas sobre a formação das sociedades modernas para que ele possa compreender os processos de consolidação da cidadania e da (des)igualdade no Brasil contemporâneo, com suas interfaces com o Estado como instituidor de direitos, e com a sociedade e as práticas sociais.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
309946 - Cecilia Olivieri
1030750 - Jose Renato de Campos Araujo
1292579 - Mauro de Mello Leonel Junior
 
Programa Resumido
Estudo das principais características das sociedades modernas e suas transformações a partir dos clássicos da interpretação do Brasil. Estudo de questões fundamentais e problemáticas da sociedade brasileira contemporânea: cidadania, igualdade, desempenho.
 
 
 
Programa
1. A Sociedade como Objeto Científico
2. Paradigmas e Mudanças na Sociedade Atual.
3. Ação Coletiva e Movimentos Sociais na Sociedade Atual.
4. Cultura, Identidade e Ação Coletiva
5. Multiculturalismo e Direitos
6. Brasil: república, governo e Estado
 
 
 
Avaliação
     
Método
Duas provas escritas individuais e sem consulta.
Critério
Provas escritas individuais e sem consulta: 40% e 60%.
Norma de Recuperação
Trabalhos/provas.
 
Bibliografia
     
APPADURAI, A.. “Notas para uma geografia pós-nacional”. Novos Estudos Cebrap 49, 1996.
BARBOSA, Livia (2003). Igualdade e meritocracia – a ética do desempenho nas sociedades modernas.
BOBBIO, Norberto. A Era dos Direitos. Rio de Janeiro: Campus, 1992.
CARVALHO, José Murilo (2005). Pontos e Bordados – escritos de história e política. Editora UFMG.
CASTELLS. Manuel. A Sociedade em Rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999. Introdução
GIDDENS, Anthony. As Conseqüências da Modernidade. São Paulo: UNESP. 1991.
GOHN, Maria da Glória. Teorias dos Movimentos Sociais: Paradigmas Clássicos e Contemporâneos. São Paulo: Loyola, 1997.
HABERMAS, Juergen “Lutas por reconhecimento no Estado Constitucional Democrático”. In: Taylor, Charles (org.) Multiculturalismo, Lisboa, Instituto Piaget, 1998.
HALL, Stuart “A questão multicultural”, in: Da Diáspora: Identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: UFMG 2003.
HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP & A, 2003.
HARVEY, David. Condição Pós-Moderna: Uma Pesquisa sobre as Origens da Mudança Cultural. São Paulo: Loyola. 1992.
HOBSBAWM, Eric (1995). Era dos Extremos – o breve século XX (1914–1991). São Paulo, Companhia das Letras.
MELUCCI, Alberto. Um objetivo para os movimentos sociais?. Lua Nova [online]. 1989, n.17, pp. 49-66.
PALLARES-BURKE, Maria Lúcia Garcia. Entrevista com Zigmunt Bauman. Tempo soc. [online]. 2004, vol.16, n.1, pp. 301-325.
QUINTANEIRO, Tânia; Barbosa; Maria Ligia O., Oliveira, Márcia G.M. (2002). Um toque de clássicos – Marx, Durkheim, Weber. Belo Horizonte Editora UFMG 2003.
SOUZA, Jessé (2003). (Não) Reconhecimento e subcidadania, ou o que é ser gente?, in: Lua Nova, n. 59. Pág. 51-74.
TOURAINE, Alain. Crítica da Modernidade. Petrópolis: Vozes, 1998.
WEBER, Max. Economia e Sociedade. vol. I. Brasília: Ed. UNB, 1991.
WOODWARD, Kathryn. “Identidade e diferença: uma introdução teórica e conceitual”. In: Silva, Tomaz Tadeu da. Identidade e diferença. A perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis: Vozes, 2000, pp.7-72.

Complementar

JACOB, Dionísio. A utopia burocrática de Máximo Modesto. São Paulo, Cia das Letras, 2001
NUNES, Edson de Oliveira. A Gramática Política do Brasil: clientelismo e insulamento burocrático. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor; Brasília: ENAP, 1997.
 

Clique para consultar os requisitos para ACH0141

Clique para consultar o oferecimento para ACH0141

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP