Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Artes, Ciências e Humanidades
 
Artes, Ciências e Humanidades
 
Disciplina: ACH1007 - Saneamento Ambiental
Environmental Sanitation

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 75 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2020 Desativação:

Objetivos
Apresentar aos alunos de Gestão Ambiental os principais tópicos referentes a área de saneamento ambiental, buscando compreender a complexidade dos problemas ambientais que se desenvolvem no âmbito de uma bacia hidrográfica. Dentre os temas a serem abordados, maior ênfase é dado àqueles representativos da realidade de países em desenvolvimento.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1451426 - Marcelo Antunes Nolasco
 
Programa Resumido
Saneamento no Mundo, no Brasil e Região Metropolitana de São Paulo; Saneamento e saúde humana, controle de poluição das águas, avaliação de cargas poluidoras em corpos receptores; Sistemas de abastecimento de água; características físicas, químicas e biológicas das águas de abastecimento, padrões de portabilidade, captação de águas, adução de água, reservatórios e distribuição; Sistemas de esgotos sanitários.. Características das águas residuárias, redes de esgotos sanitários, legislação, tratamento das águas residuárias; Controle da poluição industrial; Reúso de águas; Saneamento ecológico; Enchentes urbanas.
 
 
 
Programa
Teórica Parte1 - Importância da disciplina na formação do Gestor Ambiental. - Generalidades sobre Saneamento no Mundo, no Brasil e Região Metropolitana de São Paulo. - Conceitos básicos relacionados ao Saneamento. - Saneamento e saúde humana. - Controle de poluição das águas. Avaliação de cargas poluidoras e de corpos receptores. Parte 2 - Sistemas de abastecimento de água. Características físicas, químicas e biológicas das águas de abastecimento. Impurezas de importância sanitária. Padrões de potabilidade. Planejamento e Estimativa de população. - Previsão de consumo. Captação de águas e tipos. Caixas de areia. Adução de água. Reservatórios e redes de distribuição. - Captação de águas subterrâneas. - Tratamento de água de abastecimento. Mistura rápida. Floculação. Decantação. Filtração e Desinfecção. Parte 3 - Sistemas de esgotos sanitários.. Características físicas, químicas e biológicas das águas residuárias. Redes de esgotos sanitários. Legislação. - Tratamento das águas residuárias. Tratamento preliminar. Tratamento secundário. Tratamento terciário. Processo físico-químico e biológico. NBR 7229 e NBR 13969. sistemas aeróbios e anaeróbios. Lodo de esgoto. - Controle da poluição industrial - Reúso de águas - Saneamento ecológico - Noções de Drenagem urbana. Conceitos e evolução histórica. Enchentes urbanas. Prática Desenvolvimento de estudos-de-casos, visitas técnicas em ETAs e ETEs.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, seminários, apresentação de material áudio-visual, elaboração, correção e discussão de questões que exijam pesquisas bibliográficas.
Critério
Avaliação baseada em provas, trabalhos seminários e/ou exercícios.
Norma de Recuperação
Avaliação baseada em provas e/ou trabalhos, conforme orientação da CoC-GA.
 
Bibliografia
     
Bibliografia Básica: Philippi Júnior, A. (2005). Saneamento, saúde e ambiente: fundamentos para um desenvolvimento sustentável. Barueri, SP, Manole Ed.. Vargas, M.C. (2005) O negócio da água: riscos e oportunidades das concessões de saneamento à iniciativa privada : estudos de caso no sudeste brasileiro. Annablume editora e Fapesp. Hochman, G. A era do saneamento: as bases da política de saúde pública no Brasil (1998). Hucitec ed., ANPOCS. Jacobi, P. Cidade e meio ambiente: percepções e práticas em São Paulo (2006). Annablume editora. Mancuso, P.C.S.; Santos, F.(2003) Reúso de Água, Manole Editora. Von Sperling, M. (2005) Princípios do tratamento biológico de águas residuárias: Introdução à qualidade das águas e ao tratamento de esgoto .Volume 1. Ed. DESA – UFMG. WHO Guidelines for drinking-water quality. Disponível para download em: http://www.who.int/water_sanitation_health/dwq/guidelines/en/index.html. WHO - :: Water requirements (quantity, service level) to secure health benefits. Disponível para download em: http://www.who.int/water_sanitation_health/diseases/en/ WHO - Guidelines for the safe use of wastewater, excreta and greywater. Disponível para download em: http://www.who.int/water_sanitation_health/wastewater/en/ Bibliografia complementar: BRADSHAW, A.D. & CHADWICK, M.J. 1980. The restoration of land: The ecology and reclamation of derelict and degraded land. Owford, Blackwell Scientific Publications. Manahan, S. E. (1993). Fundamentals of Environmental Chemistry, , Lewis Publishers, Michigan, EUA. Heller, L. e Pádua, V.L. (2006) Abastecimento de água para consumo humano. Ed. UFMG, Belo Horizonte. Botkin D.B., Keller E.A. (2000). Environmental Science, , John Wiley &Sons, Inc., N.Y. EUA; Melo, I.S.; Azevedo, J.L. (1997). Microbiologia Ambiental, Embrapa – CNPMA. M Metcalf & Eddy (1991). Wastewater Engineering. Treatment, Disposal and Reuse.. THM Edition, New York. Privarova, V. & Blazej., A. (1991) Environmental Biotechnology. Elsevier, Amsterdam; Rehm, H.J & Reed. (1999). Biotechnology: Environmental processes – Volume I. Wiley – VCHW – Weinheim; Tucci, C. E. M. e Mendes, C. A. Avaliação Ambiental Integrada de Bacia Hidrográfica. Brasília: MMA, 2006. Von Sperling, M. (2007) Princípios do tratamento biológico de águas residuárias: Estudos e modelagem da qualidade da água de rios. Volume 7. Ed. DESA – UFMG.
 

Clique para consultar os requisitos para ACH1007

Clique para consultar o oferecimento para ACH1007

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP