Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Artes, Ciências e Humanidades
 
Artes, Ciências e Humanidades
 
Disciplina: ACH1021 - Recursos Naturais e Meio Ambiente
Natural Resources and Environment

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 45 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2014 Desativação:

Objetivos
Permitir ao aluno uma visão geral da disponibilidade, distribuição, e usos dos recursos naturais, destacando seus impactos sobre os ambientes abiótico e biótico em diversas escalas. Apresentar as formas mais empregadas de mitigação de tais impactos.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
5863937 - André Felipe Simões
 
Programa Resumido
A disciplina introduzirá a disponibilidade, distribuição, usos, importância econômica e impactos ambientais associados à exploração, beneficiamento e distribuição dos principais tipos de recursos naturais utilizados pelo homem. Entre eles estão os recursos energéticos, minerais, hídricos, e aqueles relacionados à produção de alimentos e fibras (agricultura, pecuária, aquacultura, silvicultura, bioprospecção, caça, pesca e extrativismo). Analisar-se-á também possíveis conexões entre o consumo de recursos naturais (como, por exemplo, os de origem fóssil) e a geração de problemas ambientais locais, regionais e globais (tal como o aquecimento global). Ênfase geográfica será colocada sobre o Brasil.
 
 
 
Programa
Parte teórica:
a) A emergência da "questão ambiental" em nível global e nacional; b) Problemas ambientais locais, regionais e globais (conceituação e exemplos) e a relação destes com o consumo de recursos naturais; c) O Conceito de Desenvolvimento e sua evolução: do Crescimento Econômico ao Ecodesenvolvimento; d)- Conceitos teóricos aplicados a recursos naturais e ao impacto ambiental de sua exploração, distribuição, processamento e uso; e)- O inventário conhecido sobre o potencial, a disponibilidade e a distribuição dos principais recursos naturais com especial ênfase no Brasil f)- Análise das principais atividades econômicas relacionadas com a exploração dos recursos naturais; g) Análise dos impactos ambientais decorrentes dos processos de extração, transporte e processamento, por tipo de recurso natural (fontes de energia renováveis e não-renováveis, recursos minerais, água, caça, pesca, extrativismo, agricultura, pecuária, aquacultura, silvicultura e bioprospecção.); h)- Apresentação e discussão da questão da sustentabilidade ambiental envolvida nos usos econômicos dos recursos naturais: a economia no uso das matérias-primas, os sistemas de reciclagem, a substituição de recursos não-renováveis por recursos renováveis, a minimização dos impactos na extração, transporte, armazenamento e processamento; i) O Meio Ambiente e os Estilos de Desenvolvimento na América Latina; j)- A importância estratégica dos recursos naturais para países como o Brasil no contexto da economia mundial e das relações internacionais: produção e comércio de commodities no mercado internacional e os cenários possíveis para a posição brasileira nesse contexto.
Parte prática:
Trabalho de Campo para o estudo de situações concretas na região/estado (usos da água, extração de areia, silvicultura, etc.).
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, apresentação de vídeos selecionados (documentários, em especial) e fomento a debates baseados em temas atuais e pertinentes aos objetivos da disciplina.
Atividades discentes: participação nas aulas, e leituras.
Critério
avaliação baseada em trabalhos (individuais e em grupo) e em provas.
Norma de Recuperação
avaliação baseada em provas e/ou trabalhos, conforme orientação da CoC-I
 
Bibliografia
     
FREEDMAN, B. 1995. Environmental Ecology: the ecological effects of pollution, disturbance, and other stresses. 2a. edição. Academic Press.
FURTADO A., 'Opções Tecnológicas e o Desenvolvimento do Terceiro Mundo', in C. Cavalcanti (org.), Desenvolvimento e Natureza, estudos para uma sociedade sustentável. Cortez editora, São Paulo, 1995.
GEO BRASIL. 2002 Perspectivas do meio ambiente no Brasil. Livre acesso em http://www2.ibama.gov.br/~geobr/geo2002.htm.
GOLDEMBERG, J. Villanueva, L. D. Energia, Meio Ambiente e Desenvolvimento. 2a ed. São Paulo: EDUSP, 2003.
GOUDIE, A.W. 1986. The human impact on the natural environment. The MIT Press, Cambridge Massachussets.
IPCC - Intergovernmental Panel on Climate Change. 4th Assessment Report: Climate Change 2007: The Physical Science Basis - Summary for Policymakers.
MARENGO, J. A. (Coord.), 2006. Mudanças Climáticas Globais e seus Efeitos sobre a Biodiversidade: Caracterização do Clima Atual e Definições das Alterações Climáticas para o Território Brasileiro ao longo do Século XXI Ministério do Meio Ambiente - Secretaria de Biodiversidade e Florestas. Brasília - DF, 2006.
MATHER, A.S. & K. CHAPMAN. 1995. Environmental resources. Longman Scientific and Technical, Essex, England.
REBOUÇAS, A.C., B. BRAGA, J.G. TUNDISI. 1999. Águas doces no Brasil: capital ecológico, uso e conservação. Escrituras.
RIBEIRO, W.C. (org.). 2003. Patrimônio Ambiental Brasileiro. EDUSP.
THÉRY, H. & N.A. DE MELLO 2005. Atlas do Brasil: Disparidades e Dinâmicas do Território. EDUSP
 

Clique para consultar os requisitos para ACH1021

Clique para consultar o oferecimento para ACH1021

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP