Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Escola de Artes, Ciências e Humanidades
 
Artes, Ciências e Humanidades
 
Disciplina: ACH1025 - Economia Ecológica
Ecological Economics

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2009 Desativação:

Objetivos
Permitir ao aluno o conhecimento básico das relações entre economia e ambiente, tendo como pano de fundo as escolas de Economia Ecológica e Economia Ambiental, além de apresentar os métodos de valoração ambiental e os instrumentos econômicos para serem aplicados à gestão ambiental.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1252362 - Paulo Antonio de Almeida Sinisgalli
 
Programa Resumido
Apresenta o estágio atual da interface entre economia e ambiente, discutindo as principais escolas que tratam desta questão, com destaque para a Economia Ecológica. Apresenta também os principais instrumentos econômicos aplicados à gestão ambiental.
 
 
 
Programa
O conteúdo é composto, basicamente, da análise das diferenças entre sustentabilidade fraca e forte, e seus desdobramentos. O curso apresenta o atual estágio da Economia Ecológica e sua visão integradora entre economia e ambiente, bem como as suas atuais limitações. O curso aborda como a Economia Ambiental procura incorporar os recursos naturais e as poluições dentro da lógica de mercado, além de mostrar os instrumentos econômicos e a valoração como ferramentas de gestão ambiental.
Os tópicos abordados são:
Relação entre desenvolvimento econômico e meio ambiente;
Conceitos de Desenvolvimento Sustentável, sob o aspecto econômico;
Sustentabilidade fraca e forte;
Economia Ecológica;
Economia ambiental: economia da poluição e economia dos recursos naturais;
Contabilidade Ambiental Nacional;
Instrumentos econômicos na gestão dos recursos naturais (e.g. mercado de créditos de carbono);
Valoração ambiental;
Análise eMergética;
Análise de custo-benefício ampliada.
As atividades práticas do curso são baseados em estudos de caso, que os alunos devem desenvolver ao longo do semestre, aplicando o conhecimento adquirido nas aulas teóricas.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, com utilização de material áudio-visual, trabalhos de pesquisa, estudos de caso, elaboração e apresentação de seminários.
Critério
avaliação baseada em provas, trabalhos e exercícios.
Norma de Recuperação
avaliação baseada em provas, trabalhos e exercícios.
 
Bibliografia
     
Cavalcanti, Clóvis (org.) (2002) Meio ambiente, desenvolvimento sustentável e políticas públicas. São Paulo; Recife : Cortez: Fundação Joaquim Nabuco.
Costanza, R. (1991) Ecological economics: the science and management of sustainability. New York : Columbia University Press.
Daly, H. E.& Farley, J. (2004) Ecological economics : principles and applications. Island Press.
Farley. J et alli (2005) Ecological Economics: A Workbook For Problem-Based Learning. Island Press.
May, Peter H. et alli (orgs) (2004) Economia do meio ambiente. Rio de Janeiro. Elsevier
Romeiro, A.R. (org) (2004) Avaliação e contabilização de impactos ambientais. Campinas; São Paulo: Editora da UNICAMP: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo.
Serôa da Motta, R. (2006) Economia ambiental. Rio de Janeiro : FGV.
Bibliografia Complementar:
Martinez-Alier, J. (1994). Ecological Economics. Energy, Environment and Society. Blackwell Publishers.
Lê Leff, E. (1994). Ecología y Capital: racionalidade ambiental, democracia participativa y desarrollo sustentable. México, D.F., Siglo Veintiuno Editores, S.A. de C.V.
Hanley, N. & Spash (1998) Cost-benefit Analysis and the Environment. Edward Elgar. Cheltanham.
Veiga, J.E. (2005) Desenvolvimento Sustentável. O desafio do século XXI. Rio de Janeiro. Garamond.
 

Clique para consultar os requisitos para ACH1025

Clique para consultar o oferecimento para ACH1025

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP