Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Artes, Ciências e Humanidades
 
Artes, Ciências e Humanidades
 
Disciplina: ACH1107 - Sustentabilidade e Organizações
Sustainability and Organizations

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 30 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2016 Desativação:

Objetivos
. Apresentar as razões da aproximação das organizações públicas e privadas em relação às questões socioambientais.
. Identificar oportunidades e desafios frente às questões socioambientais, através da utilização de modelos, indicadores e instrumentos de gestão.
. Desenvolver a visão estratégica e operacional do conceito de sustentabilidade na gestão das organizações.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
627660 - Alexandre Toshiro Igari
1882514 - Sylmara Lopes Francelino Gonçalves Dias
 
Programa Resumido
O gestor ambiental tem papel fundamental no engajamento das organizações públicas e privadas aos objetivos do desenvolvimento sustentável. Para tanto, é preciso que este profissional compreenda suficientemente os interesses e os vetores que influenciam a atuação das organizações quanto à sustentabilidade. Neste contexto, esta disciplina apresenta e discute as razões da aproximação das organizações públicas e privadas em relação às questões socioambientais, identificando os principais desafios e oportunidades, no intuito de desenvolver uma visão abrangente da gestão das organizações voltada à sustentabilidade. Pretende-se:
(i) Apresentar as razões da aproximação das organizações públicas e privadas em relação às questões socioambientais.
(ii) Identificar oportunidades e desafios frente às questões socioambientais, através da utilização de modelos, indicadores e instrumentos de gestão.
(ii). Desenvolver a visão estratégica e operacional do conceito de sustentabilidade na gestão das organizações
 
 
 
Programa
1. Sustentabilidade: conceitos e noções básicas.
Introdução, conceitos e noções básicas: desenvolvimento sustentável, sustentabilidade, gestão para sustentabilidade. Resgate histórico. Formação sociedade contemporânea.
Da microperspectiva à macroperspectiva.
Parte 1 – Macroperspectiva
2. Economia verde: dilemas e contradições.
Breve Panorama da economia frente aos desafios da sustentabilidade, tendências para setores e negócios no século XXI
3. Consumo, meio ambiente e políticas públicas
Discutir a questão do consumo nas sociedades contemporâneas e suas interações com o discurso e as práticas de cidadania, que se constroem a partir de atores da esfera do Estado, da sociedade civil e do mercado.
4. Acordos e Governança global para sustentabilidade
Parte 2 - Microperspectiva
5. Integração do conceito de sustentabilidade nas estratégias e práticas das organizações:
5.1 Estratégia e Governança Corporativa (GC)
Governança da sustentabilidade; política e gestão de sustentabilidade; incentivos fiscais para ações sustentáveis. Modelo de multistakeholders de uma organização, Envolvimento de funcionários e colaboradores.
- Indicadores de desempenho, Relatórios e Certificações:
Padrões de sustentabilidade: padrões nacionais e internacionais de sustentabilidade; Metas do milênio. IBASE, Indicadores Instituto Ethos de RSE, ISO 14001, ISO 26000, SGA, AS 8000. Global Reporting Initiative (GRI). Balanço Social, Ética e relacionamento com stakeholders; compliance; programas anti-corrupção. Certificações e indicadores de sustentabilidade. - Auditoria de sustentabilidade. Diagnóstico de atividades em relação às questões socioambientais.
5.2. Evolução do conceito de Responsabilidade Socioambiental
- Efeitos do neoliberalismo - Mudança do papel do estado e o crescimento poder das corporações.
- Triple botton line: O tripé da sustentabilidade (econômica; social e ambiental).
- (Investimento socioambiental, Cidadania empresarial, Ambientalismo Empresarial).
- Alianças trisetoriais
5.3 Gestão com base na sustentabilidade.
. Desafios da Sustentabilidade. Impacto das organizações no meio ambiente
. Tendências e perspectivas para organizações públicas e privadas
. Aproximação das organizações das questões socioambientais
. Motivações e pressões para a adoção de estratégias ambientais
. o Estado como ator e indutor da sustentabilidade (licitações públicas sustentáveis)
- Cadeia produtiva: do insumo ao consumidor
. Reconhecer os motivos que levam as empresas a integrar aspectos da sustentabilidade na gestão da cadeia produtiva;
. Critérios para gestão da sustentabilidade na cadeia produtiva
. Pontos nos quais os gestores da cadeia de suprimento devem pensar
- Comunicação e Reputação
. Greenwashing: o que é?
. Criando Valor sustentável
. Ofertas verdes: desenvolvimento do marketing mix
. Relatórios de Sustentabilidade
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas acompanhadas de exercícios individuais e em equipe. Debates, estudo e discussão de casos, provas e trabalhos (seminários, debates e exercícios em classe e extraclasse).
Critério
Atividades em classe e extraclasse, Seminários, provas e Trabalho Final.
Norma de Recuperação
Avaliação baseada em provas e/ou trabalhos, conforme orientação da CoC-GA.
 
Bibliografia
     
ABRAMOVAY, R. Muito além da Economia verde. São Paulo: Ed. Abril/ Fundação Avina, 2012.
ALMEIDA, A. R. de; GOMES, H. L. dos R. M. (2012, abril) Gestão ambiental e interesses corporativos: imagem ambiental ou novas relações com o ambiente? Ambiente & Sociedade. São Paulo, (15) 1.
DELMAS, M.; BURBANO, V. C. (2011) The drivers of greenwashing. California Management Review. University of California, Los Angeles, 54 (1), 64–87.
CRANE, A. et al. (Ed.).The Oxford handbook of corporate social responsibility. Oxford: Oxford University Press. 590p., 2008.
HART, S.; Millstein, N. Criando valor sustentável. GV Executivo. São Paulo: RAE-FGV, 2004.
Hoffman, Andrew; Bansal, Pratima (Eds.) The Oxford Handbook of Business and the Environment. Oxford (Oxford University Press), 2011.
IHLEN, O; BARTLETT, J.L.; MAY, S. (ed) (2011) Corporate Social Responsibility and Communication. The Handbook of Communication and Corporate Social Responsibility, First Edition. John Wiley & Sons, Inc.
OLIVEIRA, J.A.P. Empresas na sociedade. Sustentabilidade e responsabilidade social. Campus, 2008
Padovano, B.R., Namur, M. Sala, P. São Paulo: em busca da sustentabilidade. São Paulo: EDUSP/PINI, 2012
SACHS, I. Caminhos para o desenvolvimento sustentável. Garamond, 2002
SANTOS, M. G, BARKI,T.V. (coord) Licitações e contratações publicas sustentáveis. São Paulo: Editora Fórum, 2011.
SAVITZ, A. W.; WEBER, K. A empresa sustentável: o verdadeiro sucesso é o lucro com responsabilidade social e ambiental. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.
TINOCO, J. E. (2010). Balanço Social e o Relatório da Sustentabilidade (1 ed.). São Paulo: Atlas.
TOSINI, Maria de Fátima Cavalcante. Risco ambiental para as instituições financeiras. São Paulo: Annablume, 2007.
VEIGA, José. Eli. Desenvolvimento Sustentável - O desafio do Séc. XXI. 1ª. ed. Rio de Janeiro: Garamond, 2005.
VEIGA, J. E. Sustentabilidade: a legitimação de um valor. São Paulo: SENAC, 2010.
 

Clique para consultar os requisitos para ACH1107

Clique para consultar o oferecimento para ACH1107

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP