Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Escola de Artes, Ciências e Humanidades
 
Artes, Ciências e Humanidades
 
Disciplina: ACH1586 - Intervenções Profissionais em Turismo – Vivências de Turismo Emissivo e Receptivo
Professional Interventions in Tourism - Experiences of Tourism Emissive and Receptive

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2020 Desativação:

Objetivos
• proporcionar experiências práticas de aprendizagem por meio de vivências de turismo emissivo e receptivo; • fomentar o contato dos(as) estudantes com as realidades do mercado de turismo através da realização de diversas atividades de estudo e pesquisa e da participação em visitas técnicas, viagens e eventos do setor; • favorecer, quando possível, a integração das disciplinas que compõem a matriz curricular do Curso de Lazer e Turismo.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1284483 - Marcelo Vilela de Almeida
 
Programa Resumido
Objetiva uma interação do aprendizado teórico com a experiência prática, por meio de diversas estratégias de ensino-aprendizagem: aulas expositivo-dialogadas e reuniões anteriores (de preparação) e posteriores (de avaliação) às atividades de campo, atividades programadas, visitas técnicas, viagens, pesquisas, participação em feiras, palestras, oficinas, seminários e/ou outros eventos relativos à área de turismo, monitorias, exibição de vídeos e atividades à distância, dentre outras.
 
 
 
Programa
As atividades da disciplina estão estruturadas em torno de viagem didática a destino turístico de significativa importância no contexto nacional e/ou internacional, sendo, portanto, obrigatória a participação na referida viagem (com duração superior a 80% da carga horária da disciplina). Fazem parte, ainda, do conjunto das atividades: - Encontros anteriores (de preparação) e posteriores (de avaliação) às atividades de campo; - Outras visitas técnicas complementares relativas aos conteúdos da viagem didática; - Pesquisas e leituras sobre temas referentes aos conteúdos da viagem didática; - Participação em eventos da área; - Elaboração e/ou apresentação de relatórios; - Outras atividades programadas (presenciais e à distância). Em todas as atividades supramencionadas haverá verificação da presença e/ou participação, obedecendo-se o estabelecido no Regimento Geral da Universidade de São Paulo (USP) no que diz respeito ao controle de frequência. Obs.: 1) o desenvolvimento do programa poderá ser concentrado em determinados períodos dos semestres regulares e/ou de forma intersemestral (incluindo fins de semana, feriados e horários alternativos aos do curso); 2) em função das atividades propostas e dos recursos disponíveis para a realização destas, serão selecionados os/as estudantes do período ideal (sexto semestre) por ordem decrescente da média ponderada com reprovações, até o limite de vagas da disciplina. Caso haja demanda por vagas de estudantes de outros semestres e possibilidade de atendimento a estas demandas, serão observados os seguintes aspectos, além dos requisitos da disciplina: ano de ingresso no curso (do mais antigo para o mais atual) e média ponderada com reprovações (por ordem decrescente), observando-se esta sequência de critérios. Poderão ser estabelecidos, ainda, outros critérios específicos para a inscrição e seleção dos/das estudantes, quando necessário; 3) a participação na viagem didática e nas demais atividades externas implicam em custos que podem não ser cobertos pela USP; 4) considerando que se trata de disciplina optativa livre, entende-se que, ao efetuar a matrícula na referida disciplina, o/a estudante está ciente de que deve submeter-se às condições aqui estabelecidas, não havendo possibilidade da realização de atividades alternativas. A disciplina dará ênfase as possibilidades de trabalho nesse setor, bem como oferece orientações sobre a importância e tipos de formação profissional especializada por meio de atividades praticas, visitas técnicas e viagens didáticas, com aulas ministradas com a carga horária concentrada, durante a semana, aos finais de semana e feriados conforme as especificidades e necessidades da área de atuação em Turismo Emissivo e Receptivo.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Participação integral nas atividades propostas, conforme normas estabelecidas para cada atividade, podendo incluir provas escritas, leituras, fichamentos, resumos e/ou resenhas, seminários, atividades à distância, relatórios de visitas técnicas e de participação em eventos do setor, portfólios e/ou outras (as devidas orientações serão fornecidas oportunamente, por escrito sempre que possível).
Critério
As atividades serão valoradas de acordo com seus respectíveis níveis de exigência, variando conforme o envolvimento e o desempenho dos alunos no cumprimento das atividades de avaliação.
Norma de Recuperação
Prova escrita e/ou trabalho individual (podendo ser de natureza prática).
 
Bibliografia
     
BRAGA, Débora Cordeiro (Org.). Agências de viagens e turismo; práticas de mercado. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008. CHAN, Nelida. Circuitos turísticos; programación y cotización. 2.ed. Buenos Aires: Librerías Turísticas, 1994. FREIRE-MEDEIROS, Bianca; CASTRO, Celso. Destino: cidade maravilhosa. In: CASTRO, Celso; GUIMARÃES, Valéria Lima; MAGALHÃES, Aline Montenegro (org.). História do turismo no Brasil. Rio de Janeiro: FGV, 2013. P.13-36. FREIRE-MEDEIROS, Bianca. Gringo na laje; produção, circulação e consumo da favela turística. Rio de Janeiro: FGV, 2009. 163p. (FGV de Bolso – Série Turismo). HAYLLAR, B. et al. Turismo em cidades. São Paulo: Elsevier, 2011. 158 p. JAGUARIBE, Beatriz; HETHERINGTON, Kevin. Favela tours: indistinct and mapless representations oh the real in Rio de Janeiro. In: SHELLER, Mimi; URRY, John. Tourism mobilities; places to play, places in play. London: Routledge, 2004. P.155-166. MACHADO, Marcello de Barros Tomé. A modernidade no Rio de Janeiro; construção de um cenário para o turismo. Rio de Janeiro: Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, 2008. 188p. (Coleção Biblioteca Carioca, 51 – Série Publicação Científica). YASOSHIMA, José Roberto; OLIVEIRA, Nadja da Silva. Gestão da qualidade na recepção e no acolhimento de turistas. in: GIMENES, Maria Henriqueta S. Garcia. (org.) Oportunidades e investimentos em turismo. São Paulo: Roca, 2003. P.21-29. Observação: esta bibliografia será revista periodicamente em função do destino da viagem didática e dos aspectos que poderão ser abordados durante sua realização, bem como em função dos interesses e das propostas dos/das docentes e discentes participantes.
 

Clique para consultar os requisitos para ACH1586

Clique para consultar o oferecimento para ACH1586

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP