Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Escola de Artes, Ciências e Humanidades
 
Artes, Ciências e Humanidades
 
Disciplina: ACH1603 - Produção do Conhecimento Científico em Lazer e Turismo
Production of Scientific Knowledge in Leisure and Tourism

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2019 Desativação:

Objetivos
A disciplina tem por objetivo preparar os alunos para a prática da pesquisa e orientá-los na elaboração de projetos de pesquisa e confecção de textos acadêmicos, propiciando ao discente o contato com todas as etapas do trabalho científico, desde o planejamento da pesquisa até a divulgação de seus resultados. Para tanto, é necessária a discussão da natureza do conhecimento científico. - Iniciação do aluno no mundo do conhecimento científico, tratando da ciência como um dos modos de conhecimento. - Aprendizado sobre modos de pesquisa e familiarização com o trabalho de natureza acadêmica.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1747892 - Valéria Barbosa de Magalhães
 
Programa Resumido
A natureza do conhecimento científico. Características do trabalho científico (forma e conteúdo). Etapas do trabalho científico. Metodologia, métodos e técnicas de pesquisa em Lazer e Turismo. Projeto de pesquisa. Pratica de pesquisa e divulgação científica.
 
 
 
Programa
- A natureza da ciência, tipos de conhecimento e a objetividade/objetivação do conhecimento científico. Positivismo, Relativismo, Pós-Modernismo e Teoria Crítica da Ciência (outras abordagens). Os sentidos do “conhecer”. - Condicionantes sociais e questões éticas da ciência. Bioética e processos de construção do conhecimento. - Metodologia, método e técnica de pesquisa. Métodos qualitativos e quantitativos de pesquisa nas Ciências Humanas. - Métodos e técnicas de pesquisa em Ciências Humanas (estudo de caso, técnica Delphi, entrevistas e questionários, estatística, história oral, etnografia, pesquisa documental, observação sistemática/assistemática, netnografia, etc). Análise e interpretação de dados. - Normas técnicas de elaboração de textos acadêmicos em Lazer e Turismo. - Elaboração de projetos de pesquisa. - Etapas da pesquisa científica. Elaboração de relatórios de pesquisa e artigos científicos. . Metodologia, método, técnica e instrumentos de pesquisa; . Projetos de pesquisa; . Métodos de pesquisa em Lazer e Turismo;
 
 
 
Avaliação
     
Método
Prova escrita individual, trabalhos escritos em grupo, seminários com notas individuais e entrega de relatórios de pesquisa.
Critério
Participação em sala de aula, assiduidade e desempenho em provas e trabalhos.

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: A leitura dos textos indicados para cada aula é obrigatória e deverá ser realizada com antecedência (os textos estão disponíveis no Xerox, pasta da profa. Valéria. A maioria dos livros está disponível na biblioteca).
O sucesso nas avaliações dependerá da assiduidade do aluno e da leitura dos textos.
Norma de Recuperação
Prova individual.
 
Bibliografia
     
BÁSICA
ANDRÉ, M.. Técnicas qualitativas e quantitativas de pesquisa: oposição ou convergência? Cadernos Ceru. nº3, série II, CERU/USP, 1991.
DEMO, P. Demarcação Científica. In: Metodologia Científica em Ciências Sociais. São Paulo: Atlas, 1985.
ELIAS, Norbert; SCOTSON, John. Considerações Sobre o Método. In: Os Estabelecidos e os Outsiders. Rio de Janeiro: Zahar, 2000.
JAPIASSU, H. A Crise da Ciência. In. A crise da razão e do saber objetivo: as ondas do irracional. São Paulo: Cia das Letras, 1996.
LIMA, João Régis. Ce n’est pás évident: reflexão sobre o estatuto epistêmico da evidência empírica. In: PIZA, S. (orgs.). Filosofia e modernidade: reflexão sobre o conhecimento. São Bernardo do Campo: Universidade Metodista, 2008. p. 93 – 106.
MALINOWSKI, Bronislaw. Os Argonautas do Pacífico Ocidental. São Paulo: Abril, 1978.
MARTINS, Gilberto; THEOPHILO, Carlos. Metodologia da investigação científica para Ciências Sociais Aplicadas. São Paulo: Atlas, 2007.

COMPLEMENTAR
ABNT. NBR 6023:2002, NBR 14724:2005 e NBR 10520:2002.
BRANDÃO, Carlos. Pesquisa Participante. São Paulo: Braziliense, 2006.
DENKER, Ada. Métodos e Técnicas de Pesquisa em Turismo. São Paulo: Futura, 1999.
FOUCAULT, Michel. Arqueologia do saber. Petrópolis: Vozes, 1971.
JENNINGS, Gayle. Tourism research. Milton: John Wiley, 2001.
MALINOWSKI, Bronislaw. Os Argonautas do Pacífico Ocidental. São Paulo: Abril, 1978.
MARTINS, Gilberto. Estudo de Caso: Uma Estratégia de Pesquisa. São Paulo: Atlas, 2006.
OMT. Introdução à Metodologia da Pesquisa em Turismo. São Paulo: Roca, 2005.
SAKATA, Marici. Tendências Metodológicas da Pesquisa em Turismo no Brasil. (2002). Dissertação (Mestrado). São Paulo: ECA/USP, 2002.
SCHLUTER, Regina. Metodologia da Pesquisa em Turismo e Hotelaria. São Paulo: Aleph, 2003.
VEAL, Anthony. Research Methods for Leisure and Tourism: a Practical Guide. 2a ed. London: Pearson Education, ILAM, 1997.
WEBER, Max. O sentido da ‘neutralidade axiológica’ nas Ciências Sociológicas e Econômicas. In: Sobre a teoria das Ciências Sociais. Lisboa: Presença, 1974.
______. “A objetividade do conhecimento nas ciências sociais”. IN: COHN, G. (org). Weber. São Paulo: Ática, 1989. p. 79 – 127.
 

Clique para consultar os requisitos para ACH1603

Clique para consultar o oferecimento para ACH1603

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP