Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Escola de Artes, Ciências e Humanidades
 
Artes, Ciências e Humanidades
 
Disciplina: ACH1688 - Seminários de Lazer e Turismo II: Dimensão Patrimonial da Floresta Urbana
Leisure and Tourism Seminar: Urban Forest Heritage Dimension

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2016 Desativação:

Objetivos
Compreender as relações existentes entre a floresta urbana, o patrimônio cultural e a qualidade de vida nas cidades, destacando a configuração do patrimônio cultural constituído pela cobertura vegetal da cidade. Explicitar as implicações no campo dos impactos ambientais e dos serviços sócio-ambientais prestados pela floresta urbana.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
5329829 - Antonio Carlos Sarti
 
Programa Resumido
O uso público de áreas livres como parques, praças, ruas está se consolidando como importante área de pesquisa para o lazer e o turismo. A floresta urbana é um conceito novo e tem implicações nos campos da educação não formal e da qualidade de vida. Reconhecer os vínculos culturais da vegetação urbana com o cidadão é o campo dessa disciplina.
 
 
 
Programa
1. O conceito de patrimônio cultural do ponto de vista da floresta urbana 2. Serviços sócio-ambientais 3. Dimensão cultural – patrimônio público 4. Interfaces educacionais no lazer e no turismo 5. Identificação das componentes da floresta urbana segunda a visão culturalista 6. Mapeamento
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aula expositiva, leitura dirigida, fichamento, resenha, palestra, seminário, debate, trabalho individual e/ou em grupo, pesquisa, estudo de legislação, mapeamento
Critério
Média das notas em diferentes instrumentos de avaliação (seminário, relatório de leitura, fichamento ou resenha, provas individuais, dentre outros) e seus pesos previstos no Plano de Ensino.
Norma de Recuperação
Prova escrita
 
Bibliografia
     
CHOAY, Françoise. (trad. Luciano Vieira Machado). A alegoria do patrimônio. São Paulo: Estação Liberdade; Ed. UNESP, 2001. FERRARA, Lucrécia D’Alessio. (org.) Espaços comunicantes. São Paulo: Annablume; Grupo ESPACC, 2007. FALCÓN, Antoni. Espacios verdes para una ciudad sostenible: planificación, proyecto, mantenimiento y gestión. Barcelona: Gustavo Gili, 2007. FUNARI, Pedro Paulo A.; PELEGRINI, Sandra C. A.; RAMBELLI, Gilson. (Orgs.) Patrimônio cultural e ambiental: questões legais e conceituais. São Paulo: Annablume; FAPESP, 2009 GEHL, Jan. Cidades para pessoas (trad. Anita Di Marco). 2 ed. São Paulo: Perspectiva, 2013. KOVARICK, Lúcio. Viver em risco: sobre a vulnerabilidade socioeconômica e civil. São Paulo: Editora 34, 2009. KONIJNENDIJK, Cecil; NILSSON, Kjell; RANDRUP, Thomas B.; SCHIPPERIJN, Jasper. (Edits). Urban forests and trees: a reference book. New York: Springer, 2005 MARCONDES, Maria José de Azevedo. Cidade e Natureza: proteção dos mananciais e exclusão social. São Paulo: Studio Nobel: EDUSP: Papesp, 1999. NOGUÈ, Joan. La construcción social del paisage. Madrid: Editorial Biblioteca Nueva, 2007. SARTI, Antonio Carlos. Floresta urbana: propostas de gestão e subsídios para políticas públicas em Rio Claro (SP). 2009. 178 f. Tese (Doutorado em Geografia) – Instituto de Geociências e Ciências Exatas de Rio Claro, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro. TOMINAGA, Lídia Keiko; SANTORO, Jair; AMARAL, Rosangela. Desastres Naturais: conhecer e prevenir. São Paulo: Instituto Geológico, 2009.
 

Clique para consultar os requisitos para ACH1688

Clique para consultar o oferecimento para ACH1688

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP