Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Artes, Ciências e Humanidades
 
Artes, Ciências e Humanidades
 
Disciplina: ACH3013 - Processos Psicológicos Básicos para Gerontologia
Basic psychological processes for gerontology

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2011 Desativação:

Objetivos
A disciplina visa capacitar o aluno a descrever, analisar e explicar processos  comportamentais e afetivos  à luz das teorias psicológicas sobre a aprendizagem comportamental,   motivação, emoções e self,  aplicando a perspectiva psicológica ao processo de envelhecimento.  Visa também apresentar as teorias atuais em Psicologia do Envelhecimento que abordam as temáticas do comportamento, da motivação, das emoções e do self.
Ao término da disciplina espera-se que os estudantes sejam capazes de aplicar os conceitos gerais e as teorias atuais ao processo e no contexto da pessoa que envelhece, especificando implicações para as práticas de gestão em Gerontologia.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
6658321 - Samila Sathler Tavares Batistoni
 
Programa Resumido
Ementa: A disciplina aborda quatro processos psicológicos básicos (aprendizagem, motivação, emoção e self) e suas relações com o processo de envelhecimento. 
 
 
 
Programa
Programa Completo:

Módulo 1.
Aprendizagem comportamental: Princípios básicos e aplicações
Princípios da Aprendizagem Comportamental: o condicionamento clássico, o condicionamento operante e a aprendizagem observacional.
Implicações dos princípios da Aprendizagem Comportamental para a gerontologia: Teoria do desamparo aprendido, Teoria da Dependência aprendida, Teoria da Dependência autoregulada; Gerontologia Comportamental e ferramentas de análise do comportamento
Módulo 2.
Motivação: Teorias clássicas e a era das miniteorias;
Motivação Extrísenca e Intrínseca e a Teoria da Autodeterminação
Envelhecimento e Motivação: motivação e cuidado, motivação para o contato social e para ser ativo na velhice
Módulo 3.
Emoções. Os componentes, as funções e a regulação das emoções;
As emoções, o estresse e o enfrentamento;
Estresse, enfrentamento e envelhecimento
Módulo 4.
Self. Introdução à cognição social e ao senso de self;
O autoconceito, autoesquemas e a autoestima;
Mecanismos de autoregulação do self: o senso de autoeficácia, de controle e a comparação social;
Self e envelhecimento: a mediação da subjetividade para a adaptação e qualidade de vida na velhice.

 
 
 
Avaliação
     
Método
Métodos utilizados: Aulas expositivas com discussão participativa dos conteúdos, realização de atividades, experimentos de pesquisa e relatórios em pequenos grupos.
Critério
Freqüência às aulas; participação nas discussões e atividades em sala, notas em trabalhos escritos e notas à avaliação. (Média = 4 exercícios e uma prova).
Norma de Recuperação
será realizada pelos estudantes com média final na disciplina igual ou superior a três (3,0) e inferior a cinco (5,0) e, no mínimo, 70% (setenta por cento) de freqüência às aulas- A recuperação será realizada através de prova individual escrita.
 
Bibliografia
     
Bibliografia:
Baltes, M. M; Silverberg, S.(1995). A dinâmica da dependência-autonomia no curso de vida. In:. NERI, L. (org) Psicologia do envelhecimento: tópicos selecionados numa perspectiva do curso de vida. Campinas: Papirus.

Carstensen, L.L. (1995). Motivação para contato social ao longo do curso de vida: Uma teoria de seletividade sócio-emocional. Em AL Neri (org.) Psicologia do Envelhecimento. Campinas: Papirus Editora.

Fortes-Burgos, A.C.G., Neri, A.L. (2008). Estresse no desenvolvimento adulto e na velhice: uma revisão. Revista Brasileira de Ciências do Envelhecimento Humano, v.5, pp 103-114.

Freitas , E. V. D.E. Cançado, F. A. X.; Doll, J.(2006). Tratado de geriatria e gerontologia. São Paulo: Guanabara Koogan. (Capitulos 134, 135,140).

Gazzaniga, M.S., Heatherstone, T.F. (2005). Ciência Psicológica: Mente, Cérebro e Comportamento. Porto Alegre: Artmed.(Capítulos 1, 6, 9, 10, 13).

Goldstein, L. (1995).Stress e coping na vida adulta e na velhice. In: Neri, A. L. (Org.) Psicologia do envelhecimento. Campinas: Papirus.

Neri, A.L. (2006). O senso de auto-eficácia como mediador do envelhecimento bem-sucedido no âmbito da cognição, das competências para a vida diária e do auto-cuidado à saúde. Em R.G. Azzi, e S.A.J. Polydoro (Orgs.) Auto-eficácia em diferentes contextos. Campinas: Alínea.

Neri, A. L.(2007). Qualidade de vida na velhice e subjetividade. Em A.L.Neri (Org.). Qualidade de Vida na velhice: enfoque multidisciplinar. Campinas: Alínea.

Reeve, Johnmarshall. (2006). Motivação e emoção. 4ª ed. Rio de Janeiro: LTC.(Capítulos 1, 6, 9, 10 , 11, 12).
 

Clique para consultar os requisitos para ACH3013

Clique para consultar o oferecimento para ACH3013

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2023 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP