Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Artes, Ciências e Humanidades
 
Artes, Ciências e Humanidades
 
Disciplina: ACH3587 - Política Agrícola e de Reforma Agrária
Agricultural and Land Reform Policy

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 30 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2006 Desativação:

Objetivos
Propiciar o conhecimento interdisciplinar, analítico e crítico da política agrícola e da política de reforma agrária no contexto das mudanças que ocorrem no Brasil. Oferecer subsídios à compreensão das mediações que precedem a formulação das políticas públicas e das que acompanham sua implementação. Mostrar o papel do conhecimento científico no entendimento das demandas e problemas suscitados, nas decisões de transformá-los em políticas públicas e no acompanhamento da implementação destas.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
918601 - Luiz Carlos Beduschi Filho
 
Programa Resumido
Discutir a política agrícola e a política de reforma agrária na sociedade brasileira e sua herança histórica. Tratar do agronegócio como fator tanto de política geradora de desenvolvimento quanto de custos ambientais e sociais. Discutir modelos de reforma agrária que levem a um desenvolvimento rural sustentável.
 
 
 
Programa
1.O debate sobre agricultura e questão agrária no Brasil.
2. Agricultura e questão agrária no contexto da discussão sobre o paradigma de desenvolvimento
sustentável.
3. Do desenvolvimento agrícola ao desenvolvimento rural: contornos do novo rural no Brasil.
4. Agronegócio e produção agrícola familiar: dilemas, conflitos e convergências.
5. Traços da política agrícola e da política de reforma agrária na evolução recente da agricultura brasileira.
6. Papel dos movimentos sociais no campo: a força do MST.
7.Política agrícola e política de reforma agrária em áreas agrícolas “tradicionais” e de “fronteira”.
8. A fisionomia atual dos conflitos sociais no campo: “velhos” e novos atores, novas demandas e sinais de emergência de um novo paradigma de desenvolvimento.
9. Possibilidades e limites da política agrícola e da política agrária no quadro de disseminação de promissoras configurações campo-cidade.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Os alunos serão avaliados por meio da realização de uma Prova Individual sobre textos
específicos da bibliografia do curso e de um Trabalho em Grupo a ser apresentado em classe.
Critério
provas e/ou trabalhos
Norma de Recuperação
provas e/ou trabalhos
 
Bibliografia
     
Bibliografia básica:

ABRAMOVAY, Ricardo. O Futuro das Regiões Rurais.Porto Alegre: UFRGS, 2003.
_________. Paradigmas do Capitalismo Agrário. 2ª ed. São Paulo: Hucitec/Edunicamp/ANPOCS, 1998.
_________ e VEIGA, José Eli da. Novas Instituições para o Desenvolvimento Rural: o caso do Programa Nacional para o Fortalecimento da Agricultura Familiar – PRONAF. Rio de Janeiro: IPEA, texto para discussão nº 641.
ALMEIDA, Jalcione e NAVARRO, Zander (Orgs.). Reconstruindo a Agricultura idéias e ideais na perspectiva do desenvolvimento rural sustentável. Porto Alegre: UFRGS/UNESCO, 1997.
CASTRO, Antônio Barros de. Ensaios sobre a Economia Brasileira. Vol. 1. Rio de Janeiro: Forense, 1969.
GRAZIANO, Chico. O Carma da Terra no Brasil. São Paulo: Girafa, 2004.
GRAZIANO DA SILVA, José. O Novo Rural Brasileiro. Série Pesquisas. Campinas: Instituto de Economia da UNICAMP, 1999.
MARTINS, José de Souza (Coord.). Travessia. A vivência da reforma agrária nos assentamentos. Porto Alegre: UFRGS, 2003.

Bibliografia complementar:
BECKER, Bertha K. Amazônia geopolítica na virada do III milênio. Rio de Janeiro: Garamond, 2004.
Da Silva, Francisco Carlos Teixeira, SANTOS, Raimundo e COSTA, Luiz Flávio de Carvalho. Mundo Rural e Política ensaios interdisciplinares. Rio de Janeiro: Campus, 1999.
DIAS, Guilherme L. da Silva e CASTRO, Manoel Cabral de. A Colonização Oficial no Brasil: Erros e acertos na fronteira agrícola. Série Relatórios de Pesquisa. São Paulo: IPE-USP, 1986.
EHLERS, Eduardo. Agricultura Sustentável origens e perspectivas do novo paradigma.São Paulo: Livros da Terra, 1996.
GOMES DA SILVA, José. Buraco Negro a reforma agrária na Constituinte de 1987/88. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989.
_________. Agricultura Sustentável: um novo paradigma ou um novo movimento social? in Tecnologia e Desenvolvimento, Porto Alegre, 1995.
_________. A Gestão das Políticas na Agricultura Brasileira Moderna. Revista de Economia e Sociologia Rural, vol. 27, nº 3, 1989, p. 46-49.
_________. O que é a questão agrária. 11ª ed. São Paulo: Brasiliense, 1985.
_________. A Modernização Dolorosa – estrutura agrária, fronteira agrícola e trabalhadores rurais. Rio de Janeiro: Zahar, 1982.
GUIMARÃES, Alberto Passos. A Crise Agrária. 3ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989.
MACHADO, Eduardo Paes (Coord.) e Outros. Poder e Participação Política no Campo. São Paulo/Salvador: CERIFA, CAR/CEDAP e CENTRU, 1987.
MARTINE, George e GARCIA, Ronaldo Coutinho, Os Impactos Sociais da Modernização Agrícola. São Paulo: Caetés, 1987.
_________. Caminhada no Chão da Noite emancipação política e libertação nos movimentos sociais do campo. São Paulo: Hucitec, 1989.
MEDEIROS, Leonilde e LEITE, Sérgio. Assentamentos Rurais: mudança social e dinâmica regional. Rio de Janeiro: Maud, 2004.
PERES, Fernando C. Et alii (Orgs.). o Programa Empreendedor Rural. Curitiba: SENAR/SEBRAE, 2003.
PORTO, Maria Stela G. (org.). Politizando a Tecnologia no Campo Brasileiro dimensões e olhares. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1997.
PRADO JÚNIOR, Caio. A Questão Agrária. 5ª ed. São Paulo: Brasiliense, 2000.
RANGEL, Ignácio. Obras Reunidas. Vol. 2. Rio de Janeiro: Contra Ponto, 2004.
ROMEIRO, Ademar Ribeiro. Meio Ambiente e Dinâmica de Inovações na Agricultura. São Paulo: Anna Blume/FAPESP, 1998.
SACHS, Ignacy. Desenvolvimento includente, sustentável, sustentatado. Rio de Janeiro: Garamont/SEBRAE, 2004.
SCHMIDT, Benício Vieira, MARINHO, Danilo Nolasco C. Marinho e ROSA, Sueli L. Couto (Orgs.). Os Assentamentos de Reforma Agrária no Brasil. Brasília: UnB, 1998.
SCHNEIDER, Sergio. Agricultura Familiar e Industrialização pluriatividade e descentralização industrial no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: UFRGS, 1999.
SOTO, William Héctor Gómez. A Produção do Conhecimento sobre o “Mundo Rural” no Brasil as contribuições de José de Souza Martins e José Graziano da Silva. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2002.
SPAROVEK, Gerd. A Qualidade dos Assentamentos da Reforma Agrária. São Paulo: USP/MDA/FAO, 2003.
VEIGA, José Eli da. Desenvolvimento sustentável o desafio do século XXI. Rio de Janeiro: Garamond, 2005.
_________. Cidades Imaginárias o Brasil é menos urbano do que se calcula. 2ª ed. Campinas: Ed. Associados, 2003.
_________. O Desenvolvimento Agrícola uma visão histórica. São Paulo: Edusp-Hucitec, 1991.
VELHJO, Otávio Guilherme. Capitalismo Autoritário e Campesinato. São Paulo/Rio de Janeiro: DIFEL, 1976.
VIEIRA, Pedro Merçon et alii. Agropólos uma proposta metodológica. Brasília: ABIPTI, 1999.
WANDERLEY, Maria de Nazareth Baudel et alii. Reflexões sobre a Agricultura Brasileira. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.
WILKINSON, John. O Futuro do Sistema Alimentar. São Paulo: Hucitec, 1988.
 

Clique para consultar os requisitos para ACH3587

Clique para consultar o oferecimento para ACH3587

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP