Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Artes, Ciências e Humanidades
 
Artes, Ciências e Humanidades
 
Disciplina: ACH3646 - Desenvolvimento Econômico Local
Local Economic Development

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2011 Desativação:

Objetivos
• Possibilitar que os alunos entendam os principais “sentidos” atribuídos à idéia de desenvolvimento local, bem como uma série de categorias analíticas desenvolvidas principalmente pela sociologia e pela ciência econômica que são intensamente aplicadas e à idéia de desenvolvimento local, tais como capital social, construção social do mercado, redes sociais, dentre outros.

• Possibilitar que os alunos entendam o debate sobre a idéia de desenvolvimento, e possam diferenciar a idéia de desenvolvimento das idéias de crescimento econômico, de dependência econômica e política e da relação centro-periferia.

• Propiciar contato dos alunos com experiências de desenvolvimento local realizadas em algum município da Sub-Bacia Cabeceira do Alto Tietê, de tal modo que haja a possibilidade de estabelecer diálogos com os atores sociais que atuam na região.

• Oferecer aos alunos a possibilidade de realizar um trabalho de campo em um município do leste da Região Metropolitana de São Paulo (Suzano, Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos, dentre outros), onde poderão relacionar o contexto social, econômico, político e administrativo do município aos limites e possibilidades de promoção do desenvolvimento local, desenvolvendo propostas de iniciativas para transformação da realidade local através de políticas públicas orientadas para o desenvolvimento local.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
191432 - Eduardo de Lima Caldas
 
Programa Resumido
Pretende-se propor aos alunos uma discussão da idéia de desenvolvimento local, especialmente em sua dimensão econômica (desenvolvimento econômico local), sem desconsiderar evidentemente as dimensões ambientais, culturais, políticas e sociais dos processos de desenvolvimento.

 
 
 
Programa
• Das Teorias do Desenvolvimento ao Desenvolvimento Local
• Visões do Desenvolvimento
• De Keynes a Amartya Sen
• Das teorias de crescimentos às idéias de desenvolvimento
• Desenvolvimento como mudança cultural (04 horas)
• Aspectos metodológicos: das teorias e conceitos à pesquisa empírica
• Limites e possibilidades do desenvolvimento local
• Construção do território, capital social e desenvolvimento local
• Capital social x Capital comunitário: a experiência da gestão de bacias hidrográficas no Estado de São Paulo
• Capacidades e Empoderamento
 
 
 
Avaliação
     
Método
O curso será realizado por meio de aulas expositivas, aulas dialogadas e por meio da apresentação de trabalhos que possibilitem o debate prático e teórico sobre as questões relacionadas aos processos de desenvolvimento e especificamente aos processos de desenvolvimento local.
Critério
A avaliação será múltipla: uma prova parcial (C1); uma prova final (C2); um trabalho em grupo (C3); e participação em sala de aula por meio da realização de pequenos trabalhos (C4).

Média Final= (C1)*0,4+(C2)*0,3+(C3)*0,2+(C4)*0,1
Norma de Recuperação
Provas e/ou Trabalhos
 
Bibliografia
     
BRANDÃO, C. A. (2002) Localismos, mitologias e banalizações na. discussão do processo de desenvolvimento. VII Encontro Nacional de Economia Política.
OLIVEIRA, Francisco de. Aproximações ao enigma: o que quer dizer desenvolvimento local? In: SPINK et all. Novos contornos em gestão local. São Paulo: Instituto Pólis e EAESP/FGV, 2001.
MALUF, Renato. Atribuindo sentido(s) à noção de desenvolvimento. Estudos Sociedade e Agricultura, 15, outubro 2000: 53-86. Link: http://www.polis.org.br
SANTOS, Milton. "O retorno do território". In: SANTOS, M., SOUZA, M. A. A. de, SILVEIRA, M. L. Território: globalização e fragmentação. São Paulo: Editora HUCITEC, 2002.
FURTADO, Celso (1992). O subdesenvolvimento revisitado. Economia e Sociedade. Campinas, n. 1, ago.
FURTADO, Celso (1995). A Invenção do subdesenvolvimento. Revista de Economia Política, São Paulo, v. 15, n. 2, abr./jun. (disponível em meio magnético).
FURTADO, Celso (1974). O mito do desenvolvimento econômico. Rio de Janeiro: Paz e Terra. Cap. 2: Subdesenvolvimento e Dependência: as conexões fundamentais.
HIRSCHMAN, A. Auto-Subversão – Teorias consagradas em cheque. São Paulo: Companhia das Letras, 1996. Capítulos 3, 12, 19 e 20
HIRSCHMAN, A. Getting Ahead Collectively: grassroots experiences in Latin América. New York: Pergamon Press Inc., 1984.
SACHS, Ignacy. Caminhos para o desenvolvimento sustentável. Rio de Janeiro: Editora Garamond, 2000.
JACOBS, Jane. A natureza das economias. São Paulo: Ed. Beca, 2001.
QUIJANO, Aníbal. “Sistemas alternativos de produção?”. In: SANTOS, Boaventura de Sousa (org). Produzir para viver: os caminhos da produção não capitalista. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002.
SANTOS, Boaventura de Sousa e RODRIGUES, César. “Introdução: para ampliar o cânone da produção”. In: SANTOS, Boaventura de Sousa (org). Produzir para viver: os caminhos da produção não capitalista. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002.
BAGNASCO, Arnaldo; PISELLI, Fortunata; PIZZORNO, Alessandro e TRIGILIA, Carlo. El capital social: instrucciones de uso. Buenos Aires: Ed. Fondo de Cultura Económica. 2003, pp. 89-121.
TENDLER, Judith. Bom governo nos trópicos: uma visão crítica. Rio de Janeiro: Renavan, 1998.
TENDLER, Judith. Pequenas empresas, o setor informal e o ‘pacto com o diabo’. Revista Política e Trabalho — Revista de Ciências Sociais – João Pessoa, n? 19, setembro, 2003 (no prelo).
 

Clique para consultar os requisitos para ACH3646

Clique para consultar o oferecimento para ACH3646

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP