Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Artes, Ciências e Humanidades
 
Artes, Ciências e Humanidades
 
Disciplina: ACH3746 - Teorias da Justiça
Theories of Justice

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2014 Desativação:

Objetivos
Leitura e discussão de autores clássicos que apresentam teorias sobre a justiça.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
878351 - Gislene Aparecida dos Santos
 
Programa Resumido
Está disciplina introduzirá os estudantes à leitura de autores clássicos que apresentaram teorias sobre a justiça. As aulas serão organizadas de modo a que os estudantes entrem em contato com o método de leitura e análise estrutural de textos.
 
 
 
Programa
A política de Aristóteles
A idéia da guerra justa
Os escolásticos e as idéias de justiça
Os jus naturalistas.
A paz justificada pela razão
As maneiras científicas de tratar o direito natural.
Justiça e igualdade
Justiça como equidade
Justiça comunitária
A luta por Reconhecimento
Justiça: entre o Reconhecimento e redistribuição
Justiça e política da diferença
Justiça e colonialidade do poder
 
 
 
Avaliação
     
Método
Os alunos serão avaliados por meio de sua participação nas aulas e pela realização de uma monografia na qual se faça a análise completa de um dos textos discutidos ao longo das aulas.
Critério
A participação em aula será avaliada em função da preparação dos textos antes das aulas e pela exposição adequada de seus conteúdos, em acordo com a metodologia de trabalho proposto. A monografia deverá obedecer os critérios da redação científica na área das Ciências Humanas.
Norma de Recuperação
Não há.
 
Bibliografia
     
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
ARISTÓTELES. Política. Editora: UNB, 1985
ARISTÓTELES. Ética à Nicômaco. SP: Abril Cultural, 1979
CHAUÍ, Marilena. Introdução à História da Filosofia. SP; Brasiliense, 1997
HOBBES, Thomaz. Leviata. SP: Nova Cultura, 1999
KANT, Immanuel. A paz perpétua. Um projecto filosófico.
WOLFF, Francis. Aristóteles e a Política. SP:Discurso Editorial, 2001
SEPÚLVEDA, Juan Gines. Sobre las justas causas de la guerra contra los índios. México: Fondo de Cultura Econômica, 1941
TUCK, Richard. Natural rights theories. Cambridge? Cambridge University Press, 1979
HANKE, Lewis. Aristoteles e os indios americanos. SP: Martins Editora, s/d
COUTRINE, Jean-François. Direito Natural e Direitos das Gentes. A refundação moderna, de Vitoria a Suarez. In: NOVAES, Adauto. A descoberta do homem e do mundo. SP; Companhia das Letras, 1998.
HONNETH, Axel. Luta por Reconhecimento. SP: Editora 34, 2003.
HONNETH, Axel & FRASER, Nancy. Redistribution or recognition? A political- philosophical exchange. London: Verso, 2003
LENZ, Günter H. & DALLMANN, Antje (orgs). Justice, Governance, Cosmopolitanism, and the Politics of Difference. Reconfigurations in a Transnational World. Berlin: Humboldt-Universität, 2007
RAWLS, John. Justiça como equidade. SP: Martins Fontes, 2003.
WALZER, Michael. Esferas da justiça. SP: 2003.
HEGEL, G.F.W. Sobre as maneiras científicas de tratar o direito natural. SP: Loyola, 2007.
FRASER, Nancy & HONNETH, Axel. Redistribution or Recognition. A political –philosophical exchange. London-NY: Verso, 2003.
BRETT, Stephen. Slavery and the catholic tradition. Rights in the balance. NY: Peter Lang, 1994.
RUIZ, Rafael. Francisco de Vitoria e os direitos dos indios americanos. RS: EDIPUCRS, 2003.
GROTIUS, Hugo. O direito da guerra e da paz. RS: Unijuí, 2004.
YOUNG, Iris Marion. Justice and the politics of difference. Princeton, New Jersey, Princeton University Press, 1990.
QUIJANO, Aníbal. Colonialidad del Poder, Eurocentrismo y América Latina. In:: LANDER (Comp.) La Colonialidad del Saber: Eurocentrismo y ciencias sociales.Perspectivas latinoamericanas. CLACSO, Buenos Aires, pp. 201-246.
SANDEL, Michael. Justiça. O que é fazer a coisa certa? RJ: Civilização Brasileira, 2011.
RAWLS, John. Uma teoria da justiça. São Paulo: Martins Editora, 2008.
DWORKIN, Ronald. Levando os direitos à sério. São Paulo: Martins Fontes, 2007
VITA, Álvaro. A justiça igualitária e seus críticos. São Paulo: Martins Fontes, 2007.
WALZER, M. Guerras justas e injustas. São Paulo: Martins Fontes, 2003.
SKINNER, Quentin. As fundações do pensamento político moderno. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.
 

Clique para consultar os requisitos para ACH3746

Clique para consultar o oferecimento para ACH3746

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP