Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Artes, Ciências e Humanidades
 
Artes, Ciências e Humanidades
 
Disciplina: ACH4727 - Estética dos Meios de Comunicação
Communication Media Aesthetics

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 30 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2012 Desativação:

Objetivos
O intuito é fornecer ao graduando informações sócio-históricas e estéticas sobre os diferentes ramos da comunicação cultural, especialmente no Brasil e instrumentos para a análise e compreensão destas produções.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
691878 - Jane Aparecida Marques
2065862 - Sandra Lucia Amaral de Assis Reimão
 
Programa Resumido
Abordagem diacrônica da história dos meios de comunicação, suas configurações estéticas e sociais, e suas inserções e desenvolvimento no Brasil. Análise crítica e compreensiva dos diferentes ramos da indústria comunicacional brasileira.
 
 
 
Programa
Imprensa:
- A invenção da imprensa;
- O nascimento da imprensa no Brasil;
- A indústria editorial brasileira hoje;
- A estética dos livros; a capa como instrumento de marketing;

Cinema:
- A invenção do cinema;
- O nascimento do cinema no Brasil;
- A estética da chanchada;
- Cinema Novo e a estética da fome;
- O cinema da Retomada e seus padrões estéticos;

Televisão:
- Inicio da TV e a inauguração da TV no Brasil;
- Diários e emissoras associados - O empresário Assis Chateaubriand
- Cultura, televisão e música nos anos 1960 – a estética nacionalista;
- Telenovela a hegemonia da Rede Globo e o “Padrão Globo”;
- TV e Indústria audiovisual no Brasil hoje.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas e discussões dirigidas.
Critério
NOTA FINAL = 0,50(MP) + 0,50(MA)
sendo
MP = média das provas intermediária e final
MA = média de atividades (seminários, trabalho, participação em sala, quizzes etc.)
Norma de Recuperação
Poderão fazer prova de recuperação os alunos que obtiverem média semestral entre 3,0 e 4,9.
 
Bibliografia
     
Bibliografia Básica:

Ortiz, Renato; Borelli, Silvia Helena Simões e Ramos, José Mário Ortiz. Telenovela. História e produção. São Paulo: Brasiliense, 2a ed., 1991.
Reimão, Sandra. Livros e televisão: correlações. São Paulo: Ateliê, 2004.
Ramos, Fernão (org.). História do cinema brasileiro. São Paulo: Art Editora. 1987.


Bibliografia Complementar:

Augusto, Sérgio. Esse mundo é um pandeiro. A Chanchada de Getúlio a JK. São Paulo: Cia das Letras, 1989.
Barbosa, Marialva. História cultural da imprensa. Rio de Janeiro: Mauad, 2007.
Borelli, Silvia H. S. e Priolli, Gabriel (coords.). A deusa ferida. Por que a Rede Globo não é mais a campeã absoluta de audiência. São Paulo: Summus, 2000.
Bucci, Eugênio. Brasil em tempo de TV. São Paulo: Boitempo, 1996
Costa, Cristiane. Eu compro essa mulher. Romance e consumo nas telenovelas brasileiras e mexicanas. Rio de Janeiro: Zahar, 2000.
Fernandes, Ismael. Memória da Telenovela Brasileira. São Paulo: Brasiliense, 4a. ed.,1997.
Figueirôa, Alexandre e Fechine, Yvana (Ed.). Guel Arraes – um inventor no audiovisual brasileiro. Recife: CEPE, 2008.
Hallewell, Laurence. O livro no Brasil (Sua História). São PauloEdusp, 2005, 2ª. ed.
Hamburger, Esther. “Diluindo fronteiras: a televisão e as novelas no cotidiano”. IN: Lilia M. Schwarcz (org.) História da vida privada no Brasil. volume 4. São Paulo: Cia das Letras, 1998.
Kracauer, Siegfried. O ornamento da massa. São Paulo: Cosac & Naify, 2009
Lajolo, Marisa e Zilberman, Regina. A formação da leitura no Brasil. São Paulo: Ática, 1996.
Lobo, Narciso. Ficção e política. O Brasil nas minisséries. Manaus: Valer, 2000.
Lopes, Maria Immacolata Vassallo de. “Telenovela como recurso narrativo”. Revista Matrizes, número 1, ano 3, ag./dez 2009. São Paulo: USP-ECA/ Paulus.
Mattos, Sergio. A televisão no Brasil: 50 anos de história (1950-2000). Bahia: Ed. PAS/ Ianamá, 2000).
Miceli, Sérgio. A noite da madrinha. São Paulo: Perspectiva, 1982.
Morais, Fernando. Chatô. O rei do Brasil. São Paulo: Cia das Letras, 1994.
Nunberg, Geoffey (ed.). The future of the book. Berkeley/ Los Angels: University of California Press, 1996.
Paes, José Paulo. A aventura literária - ensaios sobre ficção e ficções. São Paulo: Cia. das Letras, 1990.
Paixão, Fernando (coord.). Momentos do livro no Brasil. São Paulo: Ática, 1995.
Reimão, Sandra. Mercado editorial brasileiro. São Paulo: ComArte, FAPESP, 1996.
Rocha, Glauber. Revisão crítica do cinema brasileiro. São Paulo: Cosac & Naify, 2003.
Schwarz, Roberto. “Cultura e política 1964-1969”. In: O pai de família e outros estudos. RJ, Ed. Paz e Terra, 1978, págs. 61-98. (Nova edição Paz e Terra/ Scretaria de Estado da Cultura, 1992)
Sevcenko, Nicolau (org.). História da vida privada no Brasil – volume 3. São Paulo: Cia das Letras, 1a reimpressão,1998.
Silva, Carlos Eduardo Lins da. Muito além do Jardim Botânico. São Paulo: Summus, 2 a ed., 1985.
Souza, Mauro Wilton de (org.). Sujeito. O lado oculto do receptor. São Paulo: Brasiliense, 1995.
Tinhorão, José Ramos. Os romances em folhetim no Brasil (1830 à atualidade). São Paulo: Livraria Duas Cidades, 1994.
Xavier, Ismail. O olhar e a cena. São Paulo: Cosac & Naify, 2003.
 

Clique para consultar os requisitos para ACH4727

Clique para consultar o oferecimento para ACH4727

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP