Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
 
Projetos
 
Disciplina: AUP0266 - Planejamento Urbano I
Urban Planning I

Créditos Aula: 8
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 150 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2011 Desativação:

Objetivos
O objetivo da disciplina AUP-0266 é o de permitir ao aluno uma compreensão do processo social de produção da cidade, dos problemas e contradições que lhe são inerentes assim como introduzir as formas de intervenção urbana na escala do Município, levando em consideração as relações urbano-regionais.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
55374 - Maria Cristina da Silva Leme
81697 - Marly Namur
2090155 - Nabil Georges Bonduki
49978 - Pedro Taddei Neto
1767623 - Raquel Rolnik
 
Programa Resumido
-A disciplina tem por objetivo conduzir o aluno à compreensão:
a) dos objetivos e alcance do planejamento urbano de caráter estratégico possível de ser elaborado nesse mesmo âmbito.
 
 
 
Programa
1. Base econômica, política e institucional da cidade
a) Análise da base sócio-econômica da cidade, a partir do levantamento de seu processo histórico, de seu desenvolvimento, enfocando aspectos gerais da economia, demografia e organização social da cidade nas últimas décadas, considerando necessariamente o papel que ela desempenha na região e no estado.
b) Análise preliminar do quadro político administrativo da cidade. Visa sobretudo identificar as forças sociais dominantes ou influentes no poder público local (executivo e legislativo) e sua correspondência com os interesses presentes na produção e gestão da cidade.
c) Análise da Administração Municipal, sua organização e recursos que permita avaliar a capacidade do poder público na produção e gestão da cidade e no controle do processo imobiliário.

2. Analise do meio físico
Levantamento e observação dos seguintes aspectos;
• rede hídrica e bacias hidrográficas;
• topografia;
• áreas de proteção ambiental;
• áreas com restrições ao processo de urbanização;
• relação entre o ambiente construído e o meio natural.

3. Aspectos históricos, demográficos e sócio-econômicos
• evolução e tendências do crescimento demográfico;
• atividades econômicas e sua localização no território municipal;
• perfil sócio-econômico da população;
• perfil do emprego.

4. Análise da estrutura urbana atual e suas tendências
Levantamento de elementos chave da estrutura urbana, tais como:
• evolução da área urbana e suas tendências de expansão.
• sistema de rodovias e sistema de transporte regional
• o sistema principal de Vias e de Transporte Coletivo;
• áreas centrais e sistema de centralidades.
• os bairros residenciais, mistos ou especializados, por predominância de classe social;
• localização dos grandes equipamentos e serviços de interesse coletivo;
• padrões de uso e ocupação do solo e de tecidos urbanos das quadras e lotes
• áreas de conflito entre a ocupação urbana e a qualidade ambiental e dos recursos naturais;

5. Problemas urbanos prioritários e objetivos prevalentes do planejamento
Os levantamentos e análises realizados nesta etapa devem ser apresentados em Mapas Síntese em escala 1: 10000 que além de apresentar uma leitura da cidade aponte para questões estruturais para seu planejamento.

6. Formular diretrizes urbanísticas de acordo com os objetivos definidos.

7. Formular de forma sucinta uma proposta de estratégias de planejamento urbano de gestão democrática: definindo políticas de circulação, saneamento ambiental e habitação; política de uso e ocupação do solo.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas Teóricas
Pesquisa de Campo
Aulas Práticas
Leituras e fichamento de textos
Seminários
O curso se desenvolve tendo como base empírica o estudo de caso de uma cidade de médio porte do estado de São Paulo, a ser estudada por cada equipe de alunos, e como referência teórica as exposições e textos que buscam explicar o desenvolvimento urbano no contexto histórico do capitalismo e de suas contradições.
Critério
Cada aluno será avaliado pelos trabalhos apresentados em equipe e individualmente, nos atendimentos, fichamentos dos textos teóricos e em 4 seminários realizados durante o semestre.
A avaliação considerará o processo de trabalho do aluno e o produto final.
Conteúdo dos trabalhos relatados pela equipe e sua apresentação final.
Desempenho grupal e individual nos trabalhos e nas reuniões.
Norma de Recuperação
A aprovação será concedida aos alunos avaliados como de aproveitamento suficiente por ocasião da avaliação dos relatórios parciais e final do curso. Será concedida recuperação aos alunos que apesar de presentes aos trabalhos do semestre, tiveram apresentado relatórios avaliados como não suficientes.
 
Bibliografia
     
1. Básica:
Campos Filho, Cândido Malta “O processo de urbanização visto do interior das cidades brasileiras “Cidades Brasileiras: seu controle ou o caos. Nobel, São Paulo, 1989 p45-70.
Kowarick, Lucio “ Alógica da desordem” “Autoconstrução de moradias e espoliação urbana” in A espoliação urbana Rio de Janeiro, Ed Paz e Terra, 1980 pp 29-74
Maricato, Erminia “ Autoconstrução: a arquitetura possível” in A produção capitalista da casa e da cidade no Brasil industrial São Paulo Ed Alfa Omega , 1979 pp71-93
Villaça, Flávio, - “Segregação e estruturação do espaço intra urbano”; “Reflexões Finais” in Espaço intra-urbano no Brasil, Studio Nobel Editora, FAPESP,, Lincoln Institute, 2001, 2ª Edição

2. Complementar
Abramo, Pedro(org)A cidade da informalidade Rio de Janeiro FAPERJ Sete Letras 2003
BRASIL. Ministério das Cidades. Secretaria de Programas Urbanos. PLANO DIRETOR. Guia para sua elaboração pelos municípios e cidadãos. 2004
Bonduki, Nabil, São Paulo, Plano Diretor Estratégico – Cartilha de Formação Caixa Econômica Federal, 2003.
( org) Habitat práticas bem sucedidas em habitação meio ambiente e gestão urbana nas cidades brasileiras São Paulo, Studio Nobel, 1996
Bueno, Laura Cymbalista, Renato (org.). Planos Diretores no Brasil: experiências, limites e potencialidades. Campinas: PUCCAMP.
Campos Filho, Cândido Malta Reinvente seu bairro: caminhos para você participar do planejamento de sua cidade, São Paulo: Ed. 34, 2003.
Costa, Heloisa Soares de Moura. “Desenvolvimento Urbano Sustentável: Uma contradição de termos?”. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais, n. 2 , p. 55-71, março de 2000. ANPUR.
ESTATUTO DA CIDADE.Lei 10257 de 10 de julho de 2001
Feldman, Sarah, Planejamento e Zoneamento São Paulo 1947-1972. São Paulo,EDUSP , 2005
Maricato, Ermínia Metrópole na periferia do capitalismo- desigualdade, ilegalidade e violência São Paulo, HUCITEC, 1996.
Martins, Maria Lucia Refinetti Moradia e mananciais . Tensão e dialogo na metrópole. São Paulo FAUUSP 2006.
Namur, Marly, El Planeamiento Urbano como Processo – el caso de Curitiba, dissertação de mestrado apresentada ao Instituto de Planeamiento de Lima, Universidad nacional de Ingenieria, Lima, Peru, 1076.
Rolnik, Raquel & Cymbalista Renato( org) Instrumentos urbanísticos contra a exclusão social” Revista Polis 29 Instituto Polis 1997
Rolnik, Raquel (coord) Estatuto da cidade – guia para sua implementação pelos municípios e cidadãos Brasília: Centro de documentação e informação Câmara dos Deputados 2001.
Reis Filho, Nestor & Tanaka, Marta – Brasil. Estudos sobre a dispersão urbana.,São Paulo FAUUSP -2007
Scherer, Rebeca – “O Planejamento como Questão”, palestra anexada à memória técnica do seminário: Instrumentos de Gestão Urbana, São Paulo, FUSP - SEMPLA, março de 1996..
 

Clique para consultar os requisitos para AUP0266

Clique para consultar o oferecimento para AUP0266

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP