Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
 
Projetos
 
Disciplina: AUP2409 - Teoria do Design
Design Theory

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2012 Desativação:

Objetivos
1. Oferecer uma rede de referências teóricas e factuais destinadas a amparar e estimular a reflexão, em grau mais elevado de abstração, dos participantes da disciplina a respeito das múltiplas dimensões filosóficas e conceituais do campo do design.
2. Estimular nos participantes o interesse por desenvolver compreensão mais aprofundada e informada de aspectos conceituais, metodológicos, estéticos, éticos e factuais do campo do design, a fim de que possam, com maior chance de êxito, mapear, localizar, entender e classificar manifestações mais gerais e abstratas com que se deparem do fenômeno do design.
3. Desenvolver nos participantes confiança, auto-conhecimento e acutez em seus julgamentos e compreensões, em âmbito mais macroscópico, conceitual e abstrato, acerca de suas próprias atuações profissionais no campo do design.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
5751435 - Luís Cláudio Portugal do Nascimento
 
Programa Resumido
Disciplina dedicada a expor os alunos a um conjunto de conceitos, terminologias, definições, escolas de pensamento, princípios gerais e outras referências teóricas notáveis que caracterizam a essência e a especificidade da atividade profissional do design gráfico, do design de produto e do design de serviços.
 
 
 
Programa
Conceitos, definições e terminologias. Design gráfico, design de produto e design de serviços. Especificidade do design. Especialidades do design. Limites e possibilidades do design. Relação entre o design e campos adjacentes. Princípios filosóficos, referências, fatos e projetos clássicos para compreensão do campo do design. Funcionalismo, “styling”, “kitsch”, bom design, “múltiplos” e outros marcos teóricos. Obsolescência programada. Design e propaganda. Marcos fundamentais no ensino do design. Características específicas da pedagogia de design. Aspectos metodológicos intrínsecos ao design. Aspectos técnicos do design. Aspectos semânticos e sintáticos do design. Estética do design. Objetividade e subjetividade no design. Campo e mercado do design. Autores clássicos do design. Designers mais significativos do Brasil e do mundo. Epistemologia do design. Ontologia do design. Dimensão multidisciplinar e identidade própria, específica e una do design. Excelência, mérito, proficiência e rigor projetual. Aspectos da ética do design. Crítica do design. Design social. Ecodesign. Design na contemporaneidade. Pesquisa em design. Futuro do design. Necessidade do design. Papel transformador e civilizatório do design.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Sessões de exposição aos alunos de insumos teóricos e visuais, acompanhadas de sessões de discussão e indução de conhecimento, a partir deles, em exercícios de dialética crítica baseados em questões teóricas e em projetos profissionais de design gráfico e de produto.
Critério
Medida do percebido envolvimento de cada aluno com o conteúdo da matéria; além da medida da aderência à proposta do trabalho, da riqueza e exuberância do processo de realização do trabalho, do domínio técnico-formal na expressão dos resultados e da participação em classe.
Norma de Recuperação
Esta disciplina não prevê recurso à recuperação.
 
Bibliografia
     
AICHER, Otl. El mundo como proyecto. Barcelona: Gustavo Gili, 1991.
ALEXANDER, Christopher. Notes on the synthesis of form. Cambridge: Harvard University Press, 1964.
ARCHER, Leonard Bruce. Systematic method for designers. Londres: Design Council, 1965.
BARTHES, Roland. Mitologias. São Paulo: Difel, 1972.
BENJAMIN, Walter. A obra de arte na época de suas técnicas de reprodução. Enciclopédia “Os pensadores”, volume XLVIII. São Paulo: Abril, 1975.
BOMFIM, Gustavo Amarante. Metodologia para desenvolvimento de projetos. Campina Grande: Ed. Universitária da UFPB, 1995.
BOMFIM, Gustavo Amarante; NAGEL, Klaus-Dieter e ROSSI, Lia Mônica. Fundamentos de uma metodologia para desenvolvimento de produtos. Rio de Janeiro: Coppe/UFRJ, 1977.
BONSIEPE, Gui. Design, cultura e sociedade. São Paulo: Blücher, 2011.
BONSIEPE, Gui. A tecnologia da tecnologia. São Paulo: Edgard Blücher, 1983.
BONSIEPE, Gui. Teoria e practica del disegno industriale: Elementi per una manualistica critica. Milão: Giangiacomo Feltrinelle, 1975.
BONSIEPE, Gui. Teoria y práctica del diseño industrial: Elmentos para uma manualística crítica. Barcelona: Gustavo Gili, 1978.
Design (revista de design, Inglaterra). Todos os números até a data.
Design Issues (periódico de design, Estados Unidos). Todos os números até a data.
DORFLES, Gillo. El diseño industrial y su estética. Barcelona: Labor, 1977.
DORFLES, Gillo. Kitsch: The world of bad taste. Nova Iorque: Universe, 1969.
DREYFUSS, Henry. Designing for people. Nova Iorque: Simon and Schuster, 1955.
Form (revista de design, Alemanha). Todos os números até a data.
JONES, John Christopher. Design methods: Seeds of human futures. Londres: John Wiley & Sons, 1970.
KAUFMANN Jr., Edgar. What is modern design? Nova Iorque: Museum of Modern Art, 1950.
LINDINGER, Herbert. Ulm: The morality of objects. Cambridge: MIT Press, 1991.
LIPPINCOTT, Joshua Gordon. Design for business. Chicago: Paul Theobald, 1947.
LOEWY, Raymond. Never leave well enough alone: The personal record of an industrial designer. Nova Iorque: Simon and Schuster, 1951.
LOOS, Adolf. Ornament and crime: Selected essay. Riverside (Califórnia): Ariadne, 1998 (reedição).
MALDONADO, Tomás. El diseño industrial reconsiderado: Definición, historia, bibliografía. Barcelona: Gustavo Gili, 1977.
MALDONADO, Tomás. El diseño industrial reconsiderado: Definición, historia, bibliografia. Barcelona: Gustavo Gili, 1977.
MARGOLIN, Victor. Design discourse: History, theory, criticism. Chicago: University of Chicago Press, 1989.
McDERMOTT, Catherine. Essential design. Londres: Bloomsbury, 1993.
MOHOLY-NAGY, László. The new vision: Fundamentals of Bauhaus design, painting, sculpture, and architecture. Nova Iorque: Norton, 1938.
MOLES, Abraham. O kitsch. São Paulo: Perspectiva, 1975.
MUNARI, Bruno. Das coisas nascem coisas. São Paulo: Martins Fontes, 1998.
MUNARI, Bruno. Diseño y comunicación visual: Contribución a una metologia didáctica. Barcelona: Gustavo Gili, 1974.
NADER, Ralph. Unsafe at any speed: The designed-in dangers of the American automobile. Nova Iorque: Grossman, 1965.
NELSON, George. Problems of design. Nova Iorque: Whitney, 1957 e 1965.
PACKARD, Vance. The waste makers. Nova Iorque: David McKay, 1960.
PAPANEK, Victor. Design for the real world: Human ecology and social change. Londres: Thames and Hudson, 1971 e 1984.
PEVSNER, Nikolaus. Os pioneiros do design moderno. São Paulo: Martins Fontes, 2002.
RUSKIN, John (autor) e ROSENBERG, John D. (editor). The genius of John Ruskin: Selections from his writings. Charlottesville (Virginia): University of Virginia, 1998.
TEAGUE, Walter Dorwin. Design this day: The technique of order in the machine age. Nova Iorque: Harcourt, Brace and Co., 1949.
VAN DOREN, Harold. Industrial design: A practical guide. Nova Iorque: McGraw-Hill, 1940.
Visible Language (periódico de design, Estados Unidos). Todos os números até a data.
WHITELEY, Nigel. Design for society. Londres: Reaktion Books, 1993.
WINGLER, Hans M. Bauhaus. Cambridge: MIT Press, 1991 (re-edição)
WOLLNER, Alexandre. Design visual: 50 anos. São Paulo: Cosac & Naify, 2003.
 

Clique para consultar os requisitos para AUP2409

Clique para consultar o oferecimento para AUP2409

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP