Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Odontologia de Bauru
 
Fonoaudiologia
 
Disciplina: BAF0255 - Clínica de Linguagem Infantil - Estágio Supervisionado
Child Language Clinic - Supervised Internship

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 105 h ( Estágio: 60 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2018 Desativação:

Objetivos
Capacitar o aluno a (a) caracterizar as alterações da linguagem oral infantil em seus aspectos linguísticos, comportamentais e desenvolvimentais, (b) conceituar e analisar criticamente as principais linhas teóricas de base na área da linguagem, que subsidiam a compreensão das alterações da linguagem oral infantil – tanto de ordem primária quanto as de secundária, assim como a compreensão de formas de avaliação e intervenção; (c) abordar as definições e causas das alterações de linguagem oral infantil de ordem primária e secundária, (d) abordar os procedimentos avaliativos e interventivos das alterações da linguagem oral infantil e asinterelações avaliação x intervenção), (c) analisar e interpretar dados coletados em anamnese e avaliação fonoaudiológica dos distúrbios da linguagem oral infantil, para nortear condutas interventivas (encaminhamentos, realização de diagnóstico diferencial e definição de metas terapêuticas), (d) definir metas terapêuticas para a intervenção fonoaudiológica nas alterações da linguagem oral infantil com as crianças, pais, cuidadores e escola, assim como estabelecer estratégias terapêuticas e formas de aplica-las de forma a efetivas os objetivos e metas delineados, obedecendo os rigores da ética e da biosseguranda inerentes à pratica clinica.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1053099 - Luciana Paula Maximino
1968349 - Simone Aparecida Lopes Herrera
 
Programa Resumido
Parte teórico-pratica: definição e caracterização das alterações da linguagem oral infantil de ordem primária (atraso de linguagem, distúrbio especifico de linguagem, distúrbio fonológico e apraxia de fala de ordem desenvolvimental) e secundária (transtornos do espectro autistico, alterações de processamento da linguagem e de funções executivas, síndromes, deficiências em geral que possam ocasionar alterações da linguagem oral infantil; teorias que embasam a compreensão e estudo da origem e causa das alterações da linguagem oral infantil (citadas no item anterior); caracterizaçãoe sintomatologia das alterações da linguagem oral infantil; anamnese e avaliação fonoaudiológica da linguagem oral infantil e dos aspectos psicolinguísticos a ela relacionados; intervenção fonoaudiológica individual e em grupo nos distúrbios da linguagem oral em crianças na primeira infância, idade pré-escolar e primeiros anos da idade escolar; atuação junto a pais, familiares, cuidadores e escolas de crianças com alterações da linguagem oral infantil. Parte prática: Realização de atendimento clínico fonoaudiológico em avaliação e intervenção relacionadas às alterações da linguagem oralinfantil; participação em supervisão quanto à discussão e aplicabilidade da literatura pertinente sobre as diferentes abordagens e estratégias terapêuticas; elaboração de planejamento terapêutico; realização de atuações diretas e/ou indiretas com a família e a escola de crianças com alterações de linguagem oral.
 
 
 
Programa
Parte teórico-prática: - Relações entre linguagem, comportamento e desenvolvimento. - Definição das alterações da linguagem oral infantil: (a) de ordem primária -atraso de linguagem, distúrbio especifico de linguagem, distúrbio fonológico e apraxia de fala de ordem desenvolvimental; (b) de ordem secundária - transtornos do espectro autistico, alterações de processamento da linguagem e de funções executivas, síndromes, deficiências em geral que possam ocasionar alterações da linguagem oral infantil. - Teorias que embasam a compreensão e estudo da origem e causa das alterações da linguagem oral infantil de ordem primaria e secundária:organicistas, neuropsicolinguísticas, comportamentais e funcionais. - Caracterização, sintomatologia fonoaudiológica e diagnóstico diferencial das alterações dfa linguagem oral infantil - Anamnese fonoaudiológica nas alterações da linguagem oral infantil - Avaliação fonoaudiológicanas alterações da linguagem oral infantil - Intervenção fonoaudiológicanas alterações da linguagem oral infantil: individual, em grupo e atuação com pais, familiares, cuidadores e educadores/escola. Parte prática: - Realizar atendimentos clínicos de avaliação e intervenção com crianças com alterações da linguagem oral (casos a serem definidos para atendimento em supervisão pelas professoras responsáveis/supervisoras). - Elaboração e aplicação dos procedimentos de avaliação fonoaudiológicanas alterações da linguagem oral infantil, com apresentação de relatórios de anamnese e de avaliação do caso a ser selecionado pela supervisora do período (parte 1 ou 2 do estagio). - Realizar discussão de casos clínicos, com levantamento bibliográfico necessário ao estudo dos casos clínicos, assim como discussão das diferentes possibilidades de abordagens terapêuticas fonoaudiológicas e discussão e preparação de estratégias terapêuticas para intervenção fonoaudiológica do caso a ser atendido pelo aluno.
 
 
 
Avaliação
     
Método
- Aulas expositivas dialogadas. - Estudo dos textos indicados em supervisão. - Aula Expositiva Dialogada - Estudo de texto - Problematização - Estudo de caso clínico - Atendimentos clínicos supervisionados - Supervisões clinicas com discussão de casos - Discussões de casos clínicos - Provas e arguições orais e/ou escritas a critério do supervisor.
Critério
- Participação nas atividades propostas - Embasamento teórico-prático, a ser verificado a critério do supervisor, com argüições durante o atendimento ou supervisão e/ou provas orais e/ou escritas. - Pontualidade - Assiduidade - Capacidade de resolução de problemas - Elaboração de fichas, relatórios e planejamentos solicitados - Participação em supervisão - Capacidade de atuar em equipe interdisciplinar
Norma de Recuperação
A disciplina não oferece recuperação.
 
Bibliografia
     
Referencia Bibliográfica Básica 1. ACOSTA, V. Avaliação da Linguagem. São Paulo: Santos Editora, 2003. 2. BISHOP D, MOGFORD K. Desenvolvimento da Linguagem em Circunstâncias Excepcionais. Rio de Janeiro: Revinter, 2002. 3. GOMES, C.G.; SILVEIRA,A. D. Ensino de Habilidades Básicas para pessoas com autismo – manual para intervenção comportamental intensiva. Curitiba: Appris, 2016 1ª ed 4. GUARNIERI, C.; LOPES-HERRERA, S.A. (Org) Dicas e Estrategias para Intervenção Fonoaudiológica nas Alterações da Linguagem Oral Infantil. Ribeirão Preto: Editora Booktoy, 2016. 1ª ed. 5. MOTA HB. Terapia fonoaudiológica para os desvios fonológicos. Rio de Janeiro: Revinter, 2001 Referência Bibliográfica Complementar ANDRADE, C. R. F.; et. al. ABFW: Teste de linguagem infantil nas áreas de Fonologia, Vocabulário, Fluência e Pragmática. Carapicuiba (SP): Pró–Fono, 2000. 90 p. FONSECA FF, PIANETTI G, XAVIER C - Compêndio de Neurologia Infantil, Ed. Medsi, 2002. FERREIRA LP, BEFI-LOPES DM, LIMONGI SCO. Tratado de fonoaudiologia. São Paulo: Editora Rocca; 2004. HAGE, S.R.V; ZORZI, J. PROC – Protocolo de Observação Comportamental. São José dos Campos: Pulso, 2004. LAMÔNICA DAC. Estimulação da linguagem: Aspectos teóricos e práticos. São José do Rio Preto: Editora Pulso, 2008.
 

Clique para consultar os requisitos para BAF0255

Clique para consultar o oferecimento para BAF0255

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP