Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Odontologia de Bauru
 
Fonoaudiologia
 
Disciplina: BAF0272 - Prática em Voz Profissional -– Estágio Supervisionado
Professional Voice Practice - Supervised Internship

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 60 h ( Estágio: 30 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2018 Desativação:

Objetivos
Conceituais/Cognitivos: - Descrever e discriminar ações em grupo para a promoção da saúde e aprimoramento da expressividade na comunicação da fala e/ou do canto de acordo com as especificidades dos profissionais que utilizam a voz como instrumento de trabalho. - Definir as atividades das Oficinas de voz para profissionais da voz. - Descrever orientações sobre noções de anatomofisiologia da fala; mitos e verdades sobre voz; saúde vocal para profissionais da voz. - Descrever plano de aquecimento de desaquecimento vocal para o grupo de profissionais participantes das Oficinas de Voz. - Descrever estratégias para o aprimoramento da expressividade na comunicação da voz falada ou cantada dos profissionais participantes das Oficinas de Voz. Procedimentais: - Executar ações de saúde vocal em grupo para a promoção da saúde e aprimoramento da expressividade na comunicação da fala e/ou do canto junto aos profissionais que utilizam a voz como instrumento de trabalho. - Avaliar a voz, a linguageem verbal e não verbal utilizadas pelos profissionais participantes das as Oficinas de Voz. - Identificar as necessidades fonoaudiológica dos participantes das Oficinas que deverão ser aprimoradas e realizar orientações e encaminhamentos para profissionais especializados quando necessário. - Realizar com segurança orientação aos participantes das Oficinas de voz sobre: noções de anatomofisiologia da fala; mitos e verdades sobre voz; saúde vocal. - Planejar e executar plano de aquecimento de desaquecimento vocal para o grupo de profissionais participantes das Oficinas de Voz. - Planejar e executar estratégias para o aprimoramento da expressividade na comunicação da voz falada ou cantada dos profissionais participantes das Oficinas de Voz. Atitudinais: - Desenvolver atenção para os problemas ocupacionais. - Comunicar-se durante as apresentações da Oficina de voz com expressividade, isto é, com objetividade, clareza, desenvoltura vocal e gestual e expressões faciais contextualizadas com o conteúdo apresentado. - Usar linguagem acessível, clara e objetiva nas exposições orais durante as Oficinas de voz. - Utilizar linguagem não técnica na comunicação com os profissionais durante a orientação de saúde vocal. - Utilizar a abordagem holística na relação com os profissionais participantes das Oficinas de Voz. - Revelar segurança, humanidade, complacência e compreensão nas relações interpessoais e interdisciplinares. - Revelar autonomia na tomada de decisões e capacidade de resolução de problemas. - Expandir a habilidade de trabalho em equipe.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2509251 - Lidia Cristina da Silva Teles
 
Programa Resumido
Planejamento, organização e desenvolvimento de Oficinas de saúde e aprimoramento da voz e da fala para profissionais da voz. Promoção da saúde vocal dos profissionais que utilizam a voz como instrumento de trabalho: conhecimento sobre a produção da voz, treino respiração, práticas de aquecimento e desaquecimento da voz. Aprimoramento voz e das habilidades de comunicação: práticas de expressividade da comunicação na fala e no canto.
 
 
 
Programa
- Planejamento, organização e desenvolvimento Oficinas de voz para profissionais da voz. - Planejamento e realização de atividades que visam a promoção de saúde: - Orientação sobre anatomofisiologia da voz. - Práticas respiratórias. - Orientação e práticas de alimentação e hidratação. - Orientação sobre os hábitos vocais e laríngeos prejudiciais à voz. - Saúde vocal e hábitos de cuidado com a saúde física e mental. - Planejamento e realização de atividades que visam o aprimoramento vocal dos profissionais da voz falada ou cantada. - Práticas de aquecimento e desaquecimento vocal destinado aos profissionais da voz falada ou cantada. - Planejamento e realização de atividades que visam o aprimoramento da expressividade na comunicação oral ou no canto.
 
 
 
Avaliação
     
Método
- Discussão de casos
- Aulas expositivas dialogadas
- Realização de oficinas
- Discussão dos trabalhos apresentados
- Seminários
- Visita a emissoras de TV e/ou rádio, grupos de teatro
- Estudo de textos
- Supervisão das atividades realizadas nas oficinas
Critério
- Provas teóricas
- Os alunos deverão entregar relatórios de avaliação, planejamento de atividades e relatório final das oficinas.
- Trabalho escrito sobre o tema do seminário apresentado.
- Desempenho na apresentação de seminários.
- Desempenho e participação nas atividades práticas e supervisão
Norma de Recuperação
A disciplina não oferece recuperação.
 
Bibliografia
     
Bibliografia Básica: BEHLAU M. Voz o livro do especialista. Vol. II. Revinter, Rio de Janeiro, 2005. PINHO SMR. – Temas em voz profissional. Ed Revinter, Rio de Janeiro, 2007. FERNANDES, F; MENDES, B; NAVAS, AL.. (Org.). Tratado de Fonoaudiologia - 2ª ed.São Paulo: Roca, 2010. Bibliografia Complementar: BEHLAU M, DRAGONE MLS, NAGANO L. A voz que ensina: o professor e a comunicação oral em sala de aula. Rio de Janeiro: Revinter, 2004. BEHLAU M, REHDER MI. Higiene Vocal para o Canto Coral. 2ª ed. Rio de Janeiro: Revinter, 2009. COSTA HO, FERREIRA LP. Voz Ativa - Falando sobre o profissional da voz. São Paulo, Ed. Roca, 2000. CÉSAR CPHAR. Assessoria e Fonoaudiologia: Perspectivoas de ação. Ed Revinter, Rio de Janeiro, 2005. FERREIRA LP, BEFI-LOPES DM, LIMONGI SCO. Tratado de Fonoaudiologia. São Paulo: Roca, 2004. FRANÇOISE E. Voz falada Voz cantada: avaliação e terapia. Ed Revinter, Rio de Janeiro, 2004. GAYOTTO LH. Voz – Partitura da Ação. 2ª ed. São Paulo: Plexus Editora, 2002. GOULART D, COOPER M. Por todo o canto: método de técnica vocal – música popular. Ed G4 Edições Ltda., São Paulo, 2002. GARCIA MCS, MEDELLA MA. Mantras fonéticos: exercícios vocais e articulatórios. Ed Revinter, Rio de Janeiro, 2006. KYRILLOS LRK, FEIJÓ D. (orgs.) – Fonoaudiologia e telejornalismo: baseado no LOPES V. Oratória e Fonoaudiologia estética. Pró-Fono, São Paulo, 2000. KYRILLOS LRK (org.) Fonoaudiologia e telejornalismo: relatos de experiências na Rede Globo de Televisão. Ed Revinter, Rio de Janeiro, 2003. KYRILLOS LR. (org.) Fonoaudiologia e Telejornalismo: relatos de experiência na rede globo. São Paulo, 2003. KYRILLOS LRK (org.) Expressividade: da teoria à prática. Ed Revinter, Rio de Janeiro, 2005. PINHO SMR. Tópicos em voz. Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, 2001. PINHO SMR. Manual de Higiene Vocal para Profissionais da Voz. 4 ed. Barueri: Pró Fono Departamento Editorial, 2007. PINHO S, PONTES P. Músculos intrínsecos da laringe e dinâmica vocal. Ed Revinter, Rio de Janeiro, 2008. QUINTEIRO EA. Estética da Voz – Uma Voz para o Cantor. 5ª ed. São Paulo: Plexus Editora, 2007. SATALOFF RT. Professional voice: the science and art of clinical care. RavenPress. New York, 1991. SILVA MAA, FERREIRA LP. Saúde Vocal: práticas fonoaudiológicas. São Paulo, Roca, 2002. III Encontro Nacional de Fonoaudiologia da Central Globo de Jornalismo. Ed Revinter, Rio de Janeiro, 2004. BEHLAU, M. (Org.); MADAZIO, G. (Org.) .Voz : Tudo o que você queria saber sobre fala e canto. 1. ed. Rio de Janeiro: Revinter, 2014. v. 1. 132p . BEHLAU, MS.; PONTES, PAL. - Higiene vocal: cuidando da voz. 4ª ed. Rio de Janiero, Revinter, 2009. Brasolotto AG, Teles LC, Modolo DJ. A voz na escola. In: Genaro KF, Lamônica DAC, Bevilacqua MC. (org.). O processo de comunicação (contribuição para a formação de professores na inclusão de indivíduos com necessidades educacionais especiais). São José dos Campos: Pulso, 2006. p.81-100. FERNANDES, F; MENDES, B; NAVAS, AL.. (Org.). Tratado de Fonoaudiologia - 2ª ed.São Paulo: Roca, 2010. MARCHESAN IQ; SILVA HJ; TOMÉ MC. (Org.). Tratado das Especialidades em Fonoaudiologia. 1ed.São Paulo: Roca, 2014. Pinho S, Pontes P. Série Desvendando os segredos da voz. Músculos intrínsecos da laringe e dinâmica vocal. Volume 1. Rio de Janeiro: Revintes, 2008. Pinho SMR. (org.) Fundamentos em Fonoaudiologia: Tratando os distúrbios da voz. 2ª ed.Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003. Pinho, SMR, Jarrus ME, Tsuji DH. Manual de saúde vocal infantil. Rio de Janeiro: Revinter, 2004. Voz: Fonoaudiologia e Medicina. Disponível em Voz: Fonoaudiologia e Medicina. Volume 2. Projeto Homem Virtual da Disciplina de Telemedicina FMUSP. CD-ROM. Bauru, SP: Unimagem, 2007.
 

Clique para consultar os requisitos para BAF0272

Clique para consultar o oferecimento para BAF0272

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP