Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Odontologia de Bauru
 
Fonoaudiologia
 
Disciplina: BAF0312 - Avaliação Instrumental da Função Velofaríngea para Fala
Instrumental Assessment of Velopharyngeal Function for Speech

Créditos Aula: 1
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 15 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2020 Desativação:

Objetivos
Abordar conhecimentos teórico-práticos sobre a atuação do fonoaudiólogo durante a avaliação nasofaringoscópica e videofluoroscópica da função velofaríngea para fala. Esta disciplina será oferecida no âmbito do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da USP, contando com a colaboração de profissionais do hospital para academizar atividades clínicas. Atividades de internacionalização que envolvam intercâmbio de alunos de graduação e contemplem atividades enfocando avaliação nasofaringoscópica e videofluoroscópica da função velofaríngea para fala oferecidas em universidades conveniadas no exterior serão incorporadas como conteúdo para alunos USP intercambistas.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
3189323 - Jeniffer de Cassia Rillo Dutka
51599 - Maria Ines Pegoraro Krook
 
Programa Resumido
Nesta disciplina serão realizadas atividades visando o desenvolvimento de habilidades básicas para atuação do fonoaudiólogo durante a avaliação nasofaringoscópica e videofluoroscópica da função velofaríngea para fala.
 
 
 
Programa
Nesta disciplina serão abordados os seguintes aspectos: Procedimentos para avaliação do funcionamento velofaríngeo para fala por meio da nasofaringoscopia. Procedimentos para avaliação do funcionamento velofaríngeo para fala por meio da videofluoroscopia. Interpretação dos resultados da avaliação do funcionamento velofaríngeo para fala por meio da nasofaringoscopia e da videofluoroscopia. Biofeedback do funcionamento velofaríngeo para fala durante intervenção fonoaudiológica.
 
 
 
Avaliação
     
Método
O método de avaliação dos alunos pontuará o desempenho em atividades oferecidas durante aulas expositivas, acesso à materiais, atividades no moodle e atividades de observação e/ou simulação no HRAC ou outras instituições conveniadas com a USP (nacionais ou internacionais).
Critério
1) O desempenho técnico do aluno será avaliado por meio de análise de materiais desenvolvidos (anamnese, avaliação, relatório de exames, relatório de intervenção, por exemplo) e/ou análise de atividades de observação ou simulação que envolvam avaliação nasofaringoscópica e videofluoroscópica da função velofaríngea para fala; 2) O desempenho ético do aluno será avaliado durante a atuação do aluno com docentes, supervisores e demais membros da equipe interdisciplinar no HRAC ou outras instituições conveniadas com a USP (nacionais ou internacionais); 3) O desempenho científico do aluno será avaliado por meio de atividades que poderão envolver participação em enquete, chat, fórum, glossário, questionários e/ou outra atividade viabilizada na plataforma moodle.
Norma de Recuperação
A recuperação será aplicada aos alunos na forma de orientação, e/ou de prova escrita, e/ou prova prática, e/ou de trabalho sobre tópico específico da disciplina, devendo ser estabelecido um acordo registrado em formato de termo de ciência entre os alunos e as professoras responsáveis pela disciplina de forma a registrar a abordagem da recuperação estabelecida para o aluno.
 
Bibliografia
     
Bibliografia Básica: Di Ninno CQMS, Rezende ALF, Jesus JDS, Pires JS, Godinho RN, Britto DBO. Caracterização do padrão de fechamento velofaríngeo em pacientes com fissura palatina. Rev Soc Bras Fonoaudiol. 2012;17:161-6. Genaro KF,Yamashita RP, Trindade IKE. Avaliação clínica e instrumental na fissura labiopalatina. In: Ferreira LP, Befi-Lopes DM, Limongi SCO. Tratado de Fonoaudiologia. São Paulo: Rocca; 2004. p. 456-77. Jesus MS, Penido FA, Valente P. Avaliações fonoaudiológicas clínica e instrumental em indivíduos com fissura labiopalatina. In: Jesus MS, Di Ninno CQ. Fissura labiopalatina: fundamentos para a prática fonoaudiológica. São Paulo: Roca; 2009. Pegoraro-Krook, MI; Marino, VCC; Dutka, JCR. Avaliação das alterações de fala na fissura labiopalatina e disfunção velofaríngea. In Tratado de Motricidade Orofacial. Organizadores: Hilton Justino da Silva et al., 2019. Editora Pulso. Bibliografia Complementar: Di Ninno CQMS, Rezende ALF, Jesus JDS, Pires JS, Godinho RN, Britto DBO. Caracterização do padrão de fechamento velofaríngeo em pacientes com fissura palatina. Rev Soc Bras Fonoaudiol. 2012;17:161-6. Genaro KF,Yamashita RP, Trindade IKE. Avaliação clínica e instrumental na fissura labiopalatina. In: Ferreira LP, Befi-Lopes DM, Limongi SCO. Tratado de Fonoaudiologia. São Paulo: Rocca; 2004. p. 456-77. Golding-Kushner KJ, et al. Standartization for the reporting of nasopharyngoscopy and multiview videofluoroscopy: a report from an international working group. Cleft Palate J. 1990;27:337-48. Jesus MS, Penido FA, Valente P. Avaliações fonoaudiológicas clínica e instrumental em indivíduos com fissura labiopalatina. In: Jesus MS, Di Ninno CQ. Fissura labiopalatina: fundamentos para a prática fonoaudiológica. São Paulo: Roca; 2009. Paniagua, Lauren Medeiros et al. Comparison of videonasoendoscopy and auditory-perceptual evaluation of speech in individuals with cleft lip/palate. Int. Arch. Otorhinolaryngol. [online]. 2013, vol.17, n.3, pp.265-273. ISSN 1809-9777. http://dx.doi.org/10.7162/S1809-97772013000300006. Pegoraro-Krook MI, Dutka-Souza JCR, Marino VCC. Nasoendoscopy of Velopharynx before and during diagnostic therapy. J Appl Oral Sci. 2008;16:181-8. Ysunza A, Pamplona M, Femat T, Mayer I, García-Velasco M. Videonasopharyngoscopy as an instrument for visual biofeedback during speech in cleft palate patients. Int J Pediatr Otorhinolaryngol.1997;41(3):291-8.
 

Clique para consultar os requisitos para BAF0312

Clique para consultar o oferecimento para BAF0312

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP